Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site do Brasil 61 - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Mato Grosso do Sul

Tempo
23/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 21ºC e a máxima de 33ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país o tempo volta a abrir em todas as áreas de Mato Grosso do Sul com a presença de uma massa de ar seco que dificulta a formação de nuvens carregadas de chuva. Apesar disso, o tempo ainda segue instável e com muitas nuvens e pancadas de chuva isoladas nos estados de Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal. Nessas localidades a chuva pode vir forte em alguns momentos, com trovoadas. Desta forma, as temperaturas tendem a aumentar na maior parte da região, variando entre 21 e 33 graus. Apesar disso, a umidade relativa do ar permanece dos 35%.

As informações são do Somar Meteorologia.
 

Copiar o texto
Tempo
22/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 18ºC e a máxima de 30ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país Deve ter chuva forte com trovoadas se espalha por todo o estado do Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e norte de Mato Grosso do Sul. No entanto, não há previsão de grandes quantidades de chuva. Além disso, o tempo volta a abrir na metade sul de Mato Grosso do Sul. Nesta área, o frio da manhã aumenta, mas durante a tarde as temperaturas ficam mais elevadas. Por toda a região, a temperatura deve variar entre 18 e 30 graus. Por conta das chuvas, na maior parte dos estados, a umidade relativa do ar segue acima dos 35%. 

As informações são do Somar Meteorologia.

Copiar o texto
22/09/2020 10:30h

Equipe que atua na identificação de focos de incêndio aguarda o laudo pericial que comprove que pontos de calor registrados na região começaram nas fazendas vistoriadas

Baixar áudio

O governo do Mato Grosso do Sul afirmou que irá autuar fazendeiros por crime ambiental no Pantanal. Policiais militares ambientais, peritos da Polícia Civil e do Instituto de Meio Ambiente do estado aguardam o laudo pericial que comprove que focos de calor registrados na região começaram nas fazendas vistoriadas.

O trabalho de campo investigou não só a origem dos focos de calor, mas também os impactos do fogo na fauna, em Corumbá. Os dados do monitoramento feito pela equipe de profissionais revelaram que jacarés e capivaras compõem a maior parte dos animais mortos em decorrência dos incêndios. 

Operação Focus investiga origem das queimadas no Pantanal

Mato Grosso do Sul recebe R$ 3,8 milhões para combate a incêndios florestais

Bombeiros testam retardante de chamas para combater incêndios no Pantanal

Segundo o Instituto de Pesquisas Espaciais, 2020 é o pior ano em número de focos de queimadas no Pantanal. São cerca de 16 mil focos de calor no bioma desde janeiro, sendo mais de 5 mil apenas em setembro. 

Copiar o texto
Tempo
20/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 18ºC e a máxima de 36ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país deve começar a semana com baixa pressão atmosférica e grande fluxo de umidade que pode favorecer a formação de nuvens carregadas e chuva por todo o estado do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e a metade sul de Goiás, mas sem alcançar o Distrito Federal. Com chuva, as temperaturas tendem a ser mais agradáveis se comparadas ao calor intenso observado nas últimas semanas. Desta forma, na maior parte da região, a temperatura deve variar entre 18 e 36 graus. Já a umidade relativa do ar aumenta, chegando a ficar acima dos 35%.

As informações são do Somar Meteorologia.
 

Copiar o texto
20/09/2020 00:00h

Objetivo é aumentar a extensão da ferrovia, conectando municípios do Paraná e do Mato Grosso do Sul ligados ao agronegócio

Baixar áudio

A estrada de ferro Paraná Oeste (Ferroeste) foi qualificada por decreto no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), do governo federal. Com a inclusão no programa, a extensão da ferrovia deve ser aumentada, chegando a Maracaju, no Mato Grosso do Sul. A ferrovia atenderá municípios ligados ao agronegócio do Paraná e do Mato Grosso do Sul, além de alcançar o Paraguai e a Argentina. Além disso, há o objetivo de interligar este novo trecho à Ferrovia Norte-Sul.

Governo diz que pretende atrair mais de R$ 40 bilhões de investimentos privados no setor ferroviário

Governo qualifica rodovias e terminais portuários junto ao Programa de Parcerias de Investimentos

Atualmente, a malha da Ferroeste de cerca de 250 quilômetros de extensão liga os municípios de Guarapuava (PR) a Cascavel (PR), com interligação até o Porto de Paranaguá, no litoral do estado. 

Copiar o texto
Tempo
19/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 18ºC e a máxima de 36ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país permanece com tempo nublado e as nuvens carregadas de chuvas, principalmente no Mato Grosso do Sul e oeste e norte do Mato Grosso, mas avançam também em direção ao sul de Goiás e próximo ao Distrito Federal. Apesar dessa instabilidade aumentar possibilidade de chuvas por todos os estados, apenas no norte mato-grossense, a chuva deve ocorrer de forma mais intensa. A região do Pantanal também deve receber chuva, mas em menor quantidade. Na maior parte da região, a temperatura deve variar entre 18 e 36 graus. Enquanto isso, a umidade relativa do ar aumenta, devendo ficar acima dos 30%. 

As informações são do Somar Meteorologia.
 

Copiar o texto
19/09/2020 00:00h

Dados do Instituto de Pesquisas Espaciais revelam que 2020 é o pior ano da história do bioma em número de focos de incêndio

Baixar áudio

Técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul, da Perícia Técnica da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do estado, agentes da polícia civil e soldados do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar visitam 35 fazendas das regiões de Nabileque e Nhecolância para identificar origem dos focos de queimada nas propriedades e punir os responsáveis em casos propositais. 

Mato Grosso do Sul recebe R$ 3,8 milhões para combate a incêndios florestais

Governo do MS reúne força-tarefa contra incêndios no pantanal

Os agentes envolvidos na operação fazem levantamento da área queimada e verificam os indícios da origem do fogo, se estão condizentes com as imagens de satélite. Dados do Instituto de Pesquisas Espaciais revelam que 2020 é o pior ano da história do bioma em número de focos de incêndio. São 22 mil focos de calor neste ano, sendo mais de 5 mil apenas em setembro. 

Copiar o texto
Tempo
18/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 21ºC e a máxima de 40ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país deve começar o fim de semana com tempo nublado e nuvens carregadas de chuva. No Mato Grosso do Sul, essas nuvens vem acompanhadas por trovoadas e rajadas de vento que variam de intensidade moderada à forte. Há previsão de pancadas isoladas de chuva no noroeste do Mato Grosso, acompanhadas novamente por algumas trovoadas. Apesar de a nebulosidade começar a aumentar em Goiás e no Distrito Federal, por enquanto não há condição para chuva pela área. Por toda a região, a temperatura deve variar entre 21 e 40 graus. Na maior parte dos estados, a umidade relativa do ar segue abaixo dos 20%. 

As informações são do Somar Meteorologia.

Copiar o texto
Tempo
17/09/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 24ºC e a máxima de 40ºC

Baixar áudio

A região Centro-Oeste do país deve manter a massa de ar seca com céu claro e poucas nuvens em Goiás, Mato Grosso e no Distrito Federal. Em Mato Grosso do Sul há chances de uma formação de névoa úmida e nevoeiro no sul do estado, mas que logo se dissipa e dá lugar ao sol. Na maior parte da região, a temperatura pode variar entre 24 e 40 graus. Desta forma, a semana termina mais uma vez muito quente e bastante seca. Há expectativa, inclusive, para quebra de recordes com as maiores temperatura do ano. Por todos os estados, a massa de ar seco continua e faz a umidade relativa do ar permanecer baixa, podendo chegar a níveis críticos abaixo dos 12%.

As informações são do Somar Meteorologia.
 

Copiar o texto
Saúde
17/09/2020 15:00h

Municípios de MS vão receber mais de R$ 8 milhões para saúde e assistência social.

Baixar áudio

O Governo do Mato Grosso do Sul começou a realizar o pagamento, em parcela única, de recursos extra para o combate à pandemia da Covid-19 nas áreas da saúde e da assistência social. O valor desse investimento é de pouco mais de R$ 8 milhões, que serão enviados aos 79 municípios do estado. A Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) tem orientações aos municípios sobre como utilizar esses recursos de forma mais efetiva, dentro dos parâmetros estabelecidos pelo Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Proposta de Orçamento do Governo para saneamento básico em 2021 é de R$ 694 bilhões

Mato Grosso do Sul recebe R$ 3,8 milhões para combate a incêndios florestais

Os municípios que apresentaram a existência de população em situação de rua ou grupos tradicionais no CadÚnico recebeão um acréscimo de 40% no valor total a ser pago. Além disso, foi estabelecido adicional de R$ 10 mil para os municípios de Pequeno Porte I e II que possuem mais de 600 habitantes indígenas. Para se ter uma ideia dos repasses, Campo Grande vai receber R$ 2,06 milhões, seguido por Dourados (R$ 471,4 mil), enquanto Corumbá (R$ 366,4 mil) e Três Lagoas (R$ 225,8 mil), conforme consta em publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) do último dia 10.

Copiar o texto

Acesse nossos conteúdos de rádio