Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o usuário realize o login no site do Brasil 61 - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Política de privacidade

Nós do Brasil 61 coletamos e usamos alguns dados dos nossos leitores com o intuito de melhorar e adaptar nossas plataformas e nossos produtos. Para isso, agimos conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018) e nos esforçamos para sermos transparentes em todas nossas atividades.

Para podermos oferecer melhores serviços e veicular peças publicitárias de nossos anunciantes, precisamos conhecer certas informações dos nossos usuários.

COMO O BRASIL 61 COLETA SEUS DADOS

– Quando você se cadastra e cria um usuário no Brasil 61

Quando você entra no nosso site, fornece informações (dados) para a criação do usuário. Estes dados são usados para orientar a estratégia do Brasil 61 e o desenvolvimento de novos serviços e/ou produtos. Essas informações são fornecidas voluntariamente por você leitor e não são compartilhadas com nenhum terceiro.

– Quando você acessa o site do Brasil 61 (www.brasil61.com.br) ou abre uma de nossas newsletters enviadas por e-mail

O Brasil 61 usa tecnologias como cookies e pixel tags para entender como é a sua interação com as nossas plataformas. Esses dados permitem saber, por exemplo, de que dispositivo você acessa o site ou em que links você clicou e quanto tempo permaneceu lendo as notícias. 

COMO O BRASIL 61 USA OS SEUS DADOS

Nós, do Brasil 61, usamos seus dados sempre com a principal intenção de melhorar, desenvolver e viabilizar nossos próprios produtos e serviços a você leitor.

Seus dados são sempre analisados de forma não individualizada, mesmo os que são fornecidos vinculados seu nome ou ao seu endereço de e-mail. 

Os dados em conjunto são analisados para criar relatórios estatísticos de audiência sobre as páginas, textos e meios de acesso ao site e às newsletters. 

Esses relatórios são compartilhados com nossos anunciantes e patrocinadores e servem para modelar estratégias e campanhas institucionais.

As informações que você fornece durante a criação do cadastro do seu usuário no Brasil 61 são utilizadas para a formulação de estratégia comercial e desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços.

Essas informações individualizadas podem ser usadas pelo Brasil 61 para o envio de campanhas comerciais e divulgação de serviços e/ou produtos próprios. Não são compartilhadas com nenhum terceiro.

As informações captadas por meio de cookies e pixel tags são usadas em relatórios internos de monitoramento da audiência e também em relatórios para os anunciantes verificarem a efetividade de suas campanhas. Essas informações não estão vinculadas a nome ou e-mail dos leitores e são sempre avaliadas de forma não individualizada.

O Brasil 61 compartilha informações captadas por meio de cookies e pixel tags com terceiros, como anunciantes, plataformas de redes sociais e provedores de serviço – por exemplo, o serviço de envio de e-mails. O Brasil 61 também em seu site cookies de terceiros que captam informações diretamente do usuário, de acordo com suas próprias políticas de privacidade e uso de dados. 

O QUE O BRASIL 61 NÃO FAZ COM SEUS DADOS

– Não monitoramos ou coletamos dados de páginas que não pertencem ao Brasil 61.
– Não compartilhamos ou vendemos para terceiros nenhuma informação identificável.

O QUE VOCÊ PODE FAZER SE NÃO QUISER MAIS QUE SEUS DADOS SEJAM USADOS PELO BRASIL 61

– Caso não queira que o Brasil 61 use nenhum tipo de cookies, altere as configurações do seu navegador. Nesse caso, a exibição de anúncios e mensagens importantes do Brasil 61 e de nossos anunciantes pode ser prejudicada.

– Caso queira deixar de receber algum newsletter ou e-mail de alertas de notícias, basta clicar em “Unsubscribe”, na parte de baixo do e-mail enviado pelo Brasil 61. 

– Caso queira excluir seu usuário e apagar seus dados individuais da base do Brasil 61, basta enviar um e-mail para: privacidade@brasil61.com

 Última atualização: 24 de dezembro de 2020 

Roraima

13/05/2021 11:00h

Banco aderiu ao programa Adote um Parque, do Ministério do Meio Ambiente

Baixar áudio

Caixa Econômica Federal adere ao programa Adote um Parque, do Ministério do Meio Ambiente, e se compromete a investir R$ 150 milhões na  proteção de 3,5 milhões de hectares da Floresta Amazônica.

O programa Adote um Parque, lançado em fevereiro deste ano, permite que empresas e população em geral possam fazer doações, que serão revertidas em serviços de monitoramento, proteção, prevenção, recuperação de áreas degradadas e combate a incêndios e desmatamento ilegal na Amazônia. O valor inicial das doações é de R$ 50.

Contratação de brigadistas para atendimento a emergências é autorizada

Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em Manaus por conta das inundações

Os parques ocupam cerca de 15% do bioma amazônico, totalizando 63,6 milhões de hectares. A meta do Ministério é expandir o programa futuramente para parques nacionais em outros biomas do Brasil.

Copiar o texto
Economia
07/05/2021 03:00h

A deputada federal Joenia Wapichana entende que, apesar de a ideia ser válida, a proposta precisa evoluir para garantir, realmente, o equilíbrio financeiro dos empresários dessas regiões

Baixar áudioBaixar áudio

O Senado Federal passou a analisar a Medida Provisória 1017/20, que prevê a renegociação das dívidas contraídas com a implantação de empreendimentos produtivos nas regiões Norte e Nordeste. O texto já passou pelo aval da Câmara dos Deputados.

Caso ele seja aprovado no Senado, empresas do estado de Roraima poderão manter as portas abertas e os empregos com a medida que estabelece índices de até 15% e até 10% para renegociações de débitos perante os fundos de investimento do Nordeste (Finor), assim como da Amazônia (Finam). No entanto, a deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR) entende que, apesar de a ideia ser válida, a proposta precisa evoluir para garantir, realmente, o equilíbrio financeiro dos empresários dessas regiões.

“Somos a favor de resolver essa situação, dessa crise, da pandemia, mas não é isso que está sendo colocado. O Fundo de Investimento da Amazônia e o Fundo de Investimento do Nordeste são necessários e, realmente, precisamos de investimento de recursos públicos em ações positivas. A Amazônia precisa de uma fiscalização, de monitoramento e temos que ser responsáveis com recursos públicos”, pontua

A MP extingue a possibilidade de as companhias excluírem o ganho com a redução do saldo devedor da dívida da base de cálculo de tributos como o Imposto de Renda, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e o PIS/Cofins.

Mapa lança Programa de Fomento à Agricultura Irrigada no Nordeste

“O 5G não é um ‘G’ a mais. É uma nova tecnologia que vem para revolucionar”, diz presidente da ABDI

Câmara aprova projeto que dispensa licitação na compra de medicamentos contra Covid-19

Na avaliação do presidente da Comissão Especial de Recuperação de Empresas e Falência da OAB/GO, Filipe Denki, ao abrir alternativas de renegociação, a medida permite que os empreendimentos continuem em produção, ampliem os novos investimentos e gerem mais emprego e renda.

“Essa Medida Provisória vai reabilitar o mercado de crédito e possibilitar o fortalecimento da indústria local. Através dessa medida as empresas vão poder manter postos de trabalho, vão poder manter a sua atividade empresarial, e todos nós sabemos dos benefícios econômicos que a empresa traz para a região” considera.

Inadimplência

A taxa de inadimplência das carteiras de debêntures do Finam e Finor atinge 99%. Isso se dá pela burocracia do sistema, da alta carga moratória de juros e da insegurança jurídica ocasionada por diversas mudanças legais, sobretudo entre 1991 e 2000. A dívida de empreendedores com os dois fundos chega a R$ 49,3 bilhões.

As empresas interessadas em participar devem ter recebido o Certificado de Empreendimento Implantado (CEI). Além disso, é necessário que estejam com projetos em implantação regular ou ainda terem tido incentivos financeiros cancelados por fatores externos.

A renegociação de dívidas permite ao devedor limpar o nome perante as instituições bancárias. Com a medida também é possível retirar restrições para a tomada de crédito perante outras modalidades oferecidas.

Finam e Finor

O Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam) foi criado com o objetivo de assegurar os recursos essenciais à implantação de projetos considerados pelo Ministério da Integração Nacional, como de interesse para o desenvolvimento da Amazônia Legal. A região é compreendida pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão.

Já o Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor) é um benefício fiscal concedido pelo Governo Federal, constituído de recursos aplicados em ações e debêntures. O Finor tem o intuito de apoiar financeiramente empresas instaladas na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE).

O objetivo é contribuir para o desenvolvimento econômico do Nordeste brasileiro e parte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, além de ser um investimento atrativo para as companhias contribuintes do imposto de renda de todo o País.

Copiar o texto
05/05/2021 14:10h

Quem não conseguiu realizar a vacinação dentro do prazo deve procurar a Aderr

Baixar áudio

Com mais de 90% de cobertura nacional, a primeira etapa da 41ª campanha contra a febre aftosa acabou no dia 30 de abril. Agora, o produtor roraimense tem até o dia 15 de maio para notificar a imunização de todo o seu rebanho.

Quem não conseguiu realizar a vacinação dentro do prazo determinado pela Agência de Defesa Agropecuária de Roraima (Aderr), deve procurar o órgão para pegar a autorização de venda ao produtor. Somente com esse documento será possível comprar a vacina nas lojas agropecuárias do Estado, de acordo com a diretora de Defesa Animal, Erika Paracat.

Os que já vacinaram têm até o dia 15 de maio para procurar a Aderr, presencialmente em seus escritórios, ou por telefone, Whatsapp e e-mail, para fazerem a notificação da vacina. 

Copiar o texto
26/01/2021 14:30h

Para as medidas, o governo estadual levou em conta o agravamento da pandemia causada pela Covid-19 no estado do Amazonas

Baixar áudio

O Governo de Roraima publicou um decreto para suspender, por 15 dias, o transporte coletivo rodoviário intermunicipal e interestadual de passageiros, no âmbito do estado. A decisão foi tomada como medida de prevenção contra a pandemia do novo coronavírus.

O decreto, no entanto, não suspende o transporte de cargas e produtos essenciais. Além disso, ficou mantida a circulação de veículos de transporte coletivo, que forem destinados à interiorização de imigrantes realizada pela Operação Acolhida.

Campanha com vacina da Oxford começa nessa semana

MPF emite nota pública defendendo vacinação de grupos em vulnerabilidade

Para as medidas, o governo estadual levou em conta o agravamento da pandemia causada pela Covid-19 no estado do Amazonas. Também foram consideradas as recomendações feitas pela Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde e acatadas durante reunião do Comitê de Crise para Enfrentamento da Emergência em Saúde Pública.

 

Copiar o texto
26/01/2021 00:00h

Os valores das bolsas variam de R$ 450 a R$ 1.125

Baixar áudio

O IEL Roraima está com oito vagas de estágio abertas para estudantes dos cursos de Administração, Secretariado Executivo, Contabilidade, Enfermagem, Fisioterapia, Biomedicina, Estética e Técnico em Enfermagem. Todas as vagas são para a capital Boa Vista. Os valores das bolsas variam de R$ 450 a R$ 1.125. 
 
Para o professor do curso de administração do Centro Universitário IESB, Marco Lucinda, o estágio é uma oportunidade de o aluno conhecer melhor sua futura atividade e escolher uma área de atuação, além de criar contatos profissionais importantes para o futuro. 

PE: IEL oferece 34 vagas de estágio

MT: IEL tem 51 vagas de estágio abertas

“Sabemos que muitos dos alunos que fazem estágio acabam sendo contratados e se não são contratados eles recebem indicação do responsável pelo estágio para outros empregos. Então é uma ótima, é uma excelente oportunidade, de fazer o networking dele”, afirmou.
 
No site do IEL Roraima é possível ver as informações detalhadas sobre as vagas disponíveis e fazer as inscrições. Por meio do programa nacional de estágio, o IEL oferece 914 vagas de estágio abertas em 9 estados, com bolsas que podem chegar a até R$ 2.000.
 

Copiar o texto
20/01/2021 12:30h

Já foi iniciada a distribuição das doses para o município de Boa Vista e os Distritos Leste e Yanomami

Baixar áudio

O Governo do Estado de Roraima lançou ontem seu Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19. Na primeira etapa serão aplicadas 87.720 doses da Coronavac, recebidas pelo Ministério da Saúde. Nessa primeira etapa a proposta é imunizar a população indígena aldeada, idosos institucionalizados e os profissionais de saúde.

O trabalho de vacinação será coordenado pelo Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização (NEPNI). Já foi iniciada a distribuição das doses para o município de Boa Vista e os Distritos Leste e Yanomami. Hoje será feita a entrega simultânea para os demais municípios por meio do deslocamento de seis equipes.

SP faz novo pedido de uso emergencial para 4,8 milhões de doses da CoronaVac

Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela Covid-19

A expectativa é concluir até a próxima sexta-feira (22) a vacinação de todos os profissionais de saúde. Nas áreas indígenas a logística seguirá a entrega por via terrestre, aérea e fluvial, de acordo com a necessidade de cada comunidade. A primeira etapa consiste na aplicação da vacina e após 14 dias poderá ser iniciada a segunda etapa.

Copiar o texto
28/12/2020 18:00h

A temperatura mínima na região pode ser de 21ºC e a máxima de 33ºC

Baixar áudio

Nesta terça-feira (29), a região Norte do País segue com expectativa de chuva para boa parte dos estados, com maiores volumes no Amazonas e Roraima, inclusive nas capitais. Deve chover forte em Manaus desde o início da tarde, os acumulados previstos são elevados com potencial para alagamentos e inundações. 

Essa chuva vem acompanhada por temporais, especialmente no estado de Rondônia, e está associada a instabilidades tropicais. Por outro lado, não há previsão de chuva no leste do Tocantins. A temperatura pode variar entre 21 e 33 graus e a umidade relativa do ar segue acima dos 70% em quase toda a região.

As informações são do Somar Meteorologia.
 

Copiar o texto
22/12/2020 14:30h

Previsão para a volta dos serviços era para o dia 24 de dezembro, porém, com a intensificação dos trabalhos, a expectativa é que o transporte volte a funcionar um dia antes

Baixar áudio

Em Roraima, a balsa Trombetas, mais conhecida como balsa do Passarão, tem previsão para voltar a funcionar no dia 23 de dezembro. A expectativa era a retomada dos serviços prestados em 24 de dezembro, porém, com a intensificação dos trabalhos, o governo local espera que o transporte volte a funcionar um dia antes.

Novos prefeitos podem se capacitar gratuitamente em curso inédito da Enap

Veto sobre linha de crédito para profissionais liberais será analisado em 2021

O motor passa por manutenção e está sendo totalmente renovado, para dar mais segurança ao realizar o trânsito de veículos e pessoas entre a Vila do Passarão, na zona rural de Boa Vista, e as comunidades indígenas do Baixo São Marcos.

A operação da embarcação é de responsabilidade da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Segundo o governo do estado, além de proporcionar mais segurança, o reparo no motor também vai garantir mais economia aos cofres públicos. 

Copiar o texto
17/12/2020 15:50h

Batizada de Cesta da Família, iniciativa do governo local visa beneficiar pessoas de baixa renda; entrega da cesta já começa nesta sexta (18)

Baixar áudio

Dez mil famílias de baixa renda vão receber R$ 200 para a compra de alimentos em Roraima.  Batizada de Cesta da Família, trata-se de uma iniciativa emergencial do governo local, que vai durar quatro meses. Durante esse período, essas famílias vão receber a quantia no cartão de alimentação da bandeira Alelo.

Na primeira etapa, 6,5 mil famílias da capital Boa Vista vão ser beneficiadas. A entrega dos cartões começa nesta sexta-feira (18). Já 3,5 mil moradores que moram nos municípios do interior também vão receber o cartão ainda em dezembro, de acordo com cronograma divulgado pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social). 

Os beneficiários do programa foram escolhidos por meio do CadÚnico do governo federal, em parceria com os municípios através dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), além do apoio de organizações que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade. A partir de amanhã, as famílias que têm direito ao benefício vão receber um SMS da Setrabes que indica o local de entrega da cesta. 

Copiar o texto
07/12/2020 10:50h

Período controlado será entre 3 e 23 de dezembro deste ano; pedidos devem ser feitos na Femarh

Baixar áudio

A Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Roraima (Femarh) publicou, na última semana (4), uma portaria que institui o sétimo ciclo de autorizações de queimadas controladas do estado. A portaria engloba a concessão de autorização às atividades agrícolas, pecuárias e agrosilvopastorais licenciadas. 

O período, segundo a Fundação, será do dia 3 a 23 de dezembro de 2020, mediante apresentação de requerimento dos interessados, produtores rurais, pecuaristas e agricultores familiares junto ao órgão. Os pedidos podem ser feitos de segunda a sexta, das 7h30 às 13h30, na Avenida Princesa Isabel, com entrada pela Rua Reinaldo Neves, 1388, no bairro Jardim Floresta. 

Em janeiro, considerado um dos períodos mais secos do ano, os brigadistas aprovados no último processo seletivo ajudarão no trabalho de prevenção e combate a incêndios florestais.  

Copiar o texto
Brasil 61