Universidades

22/06/2022 03:00h

Inscrições começam em 28 de junho e candidatos já podem consultar regras e processos seletivos das instituições de ensino. Rio de Janeiro e Minas Gerais são estados com maior número de vagas pelo Sisu no segundo semestre

Baixar áudio

Pessoas com interesse em começar um curso superior no segundo semestre deste ano já podem acessar o site do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para consultar as quase 66 mil vagas disponíveis pelo programa. A maior parte delas é para instituições no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, estados que reúnem mais de um terço das vagas ofertadas. São 13.249 vagas no estado do Rio e 8.655 em Minas Gerais. O Sisu vai possibilitar o ingresso dos candidatos a mais de 2 mil cursos de graduação oferecidos por 73 universidades públicas em todo o país. 

No site do programa é possível consultar a quantidade de vagas por curso, instituição ou município de interesse. Os candidatos que fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2021 poderão se candidatar a partir do dia 28 de junho e terão até as 23h59 de 1º de julho para concluir a inscrição. 

De acordo com o MEC (Ministério da Educação), são, no total, 65.932 vagas em todo o país. Duas universidades do Rio - a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - estão entre as dez instituições com maior oferta de vagas. A Universidade Tecnológica Federal do Paraná é a que tem mais vagas com início no segundo semestre deste ano. 

Entre os cursos, os mais ofertados pelas instituições públicas neste segundo semestre são pedagogia, administração e matemática. Medicina e direito, cursos geralmente muito concorridos, também estão na lista dos dez mais oferecidos a partir de julho. 

Após as inscrições, os candidatos poderão conferir     o resultado da chamada única no dia 6 de julho e deverão fazer suas matrículas entre os dias 13 e 18 de julho. Para tentar ingresso nas instituições na segunda chamada, pela lista de espera, será necessário manifestar interesse dos dias 6 a 18 de julho. 

Copiar o texto
20/04/2022 00:40h

Para os estudantes que já realizaram o exame, o prazo para confirmar as informações nas intuições que foram aprovados vai até a próxima quarta-feira (20/3)

Baixar áudio

Os pré-selecionados na lista de espera do Prouni 2022 ainda podem confirmar as informações fornecidas no ato da inscrição do processo seletivo até esta quarta-feira (20). Para garantir a bolsa, a confirmação deve ser feita na instituição de ensino superior em que o estudante foi aprovado. Anteriormente, o período de confirmação ia de 8 a 13 de abril, mas foi ampliado até 20 de abril pelo Ministério da Educação (MEC), em publicação no Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira (14/4). 

A não comprovação das informações ou a perda do prazo terá como consequência a reprovação do candidato. 

No mesmo edital, também foi ampliado o prazo para as instituições que participam desta edição do Prouni. O documento de concessão ou não da bolsa pode ser emitido até 22 de abril. 

O Prouni seleciona candidatos aptos para receber bolsas parciais e integrais em universidades particulares.  Para participar do programa, os estudantes precisam obter uma boa média no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A lista de espera é a última etapa de seleção do programa.  Para garantir a bolsa, o candidato precisa possuir renda familiar de 1,5 salário mínimo. Já para a bolsa parcial, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Copiar o texto
14/03/2022 19:25h

Nesta terça-feira (15), os estudantes que não conseguiram se inscrever no programa de financiamento estudantil terão mais uma chance em 2022

Baixar áudio

O Ministério da Educação decidiu reabrir as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) por mais 24 horas nesta terça-feira (15). O calendário original previa encerramento na sexta-feira (11), mas o ministério prolongou o prazo, após muitos candidatos sofrerem com instabilidades no site do programa. O site vai encerrar as inscrições às 23h59 desta terça-feira. 

Faça sua inscrição por aqui. 

É necessário que o estudante tenha login no Portal Único. O candidato deve ter em mãos documentos que contenham as informações do CPF, comprovante de residência e comprovante de rendimento. O estudante insere digitalmente as informações, depois seleciona  a instituição e o curso para o qual deseja o financiamento. É possível colocar até três opções.  O resultado está previsto para ser divulgado no dia 18 de março. Quem for selecionado deve procurar a  Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição que ofereceu a vaga para apresentar os documentos que comprovam as informações prestadas na inscrição. 

Para fazer o cadastro, o candidato tem de ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, ter tirado nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação.  O estudante não pode estar matriculado em cursos de graduação ou pós-graduação à distância.

Tradicionalmente, são elegíveis para o Fies pessoas com renda familiar entre 3 e 5 salários mínimos. Mas neste ano a novidade é para quem tem renda per capita inferior a 3 salários mínimos, o FIES lançou neste ano um contrato com taxa zero de juros. 

Pelo Fies, o estudante tem parte ou integralmente sua mensalidade paga para a faculdade pela instituição bancária. Depois de concluído o curso, o estudante tem um prazo para começar a pagar o empréstimo. 

PROUNI: Último dia para comprovar informações da 1ª chamada

FIES: estudantes inadimplentes podem renegociar suas dívidas a partir desta segunda-feira (7)

Calendário

  • Dia 15 de março - reabertura da inscrição;
  • Dia 18 de março - resultado da chamada única e divulgação de lista de espera (os candidatos automaticamente entram nesta lista);
  • De 21 a 23 de março - prazo para completar as inscrições dos pré-selecionados na chamada regular;
  • De 24 de março a 4 de maio - convocação dos pré-selecionados por meio da lista de espera para as vagas remanescentes.
     
Copiar o texto
14/03/2022 04:00h

Os selecionados têm até esta segunda-feira (14) para apresentar informações como a renda familiar per capita e o certificado de conclusão de curso em escola pública, por exemplo.

Baixar áudio

Os pré-aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até esta segunda-feira (14) para confirmar informações como a renda familiar e certificado de conclusão do ensino médio em escola pública. O programa oferece bolsas integrais ou parciais em faculdades particulares para estudantes de baixa renda. A documentação deve ser entregue junto à instituição de ensino na qual o aluno foi selecionado.

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante selecionado deve ter renda mensal de até 1,5 salário mínimo. Já para a bolsa parcial, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Foi graças ao programa que o Wallyson Romualdo, de 26 anos, conseguiu se formar no curso de Serviços Sociais. Morador de Caruaru, interior de Pernambuco,  o assistente social recém formado vem de família de baixa renda e conheceu o programa no final de 2012, no ensino médio. “ Ele [Prouni] é muito importante para a vida da gente porque nos dá oportunidade. É algo que aos poucos vai se consolidando e muda a realidade social e, consequentemente, econômica, tanto minha quanto das pessoas que vivem à minha volta.”

Segundo a educadora Carla Soares, o programa é essencial para um país como o Brasil. “É uma oportunidade de crescimento de um país onde a gente trabalha a educação com um pouco de igualdade  para que todo mundo tenha as mesmas oportunidades.”

A grande novidade em 2022 é um decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro no final de fevereiro, estabelecendo que a pré-seleção dos estudantes levem em conta as duas últimas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No exame, o candidato deve ter alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não pode ter tirado 0 na redação.

Veja mais 

FIES: estudantes inadimplentes podem renegociar suas dívidas a partir desta segunda-feira (7)
Crianças devem ser testadas sempre que estiverem com suspeita de Covid-19
Pais e responsáveis recebem auxílio para compra de material escolar

Segunda Chamada

Os estudantes que não foram contemplados nessa primeira chamada ainda terão uma outra oportunidade, assim como os casos nos quais a turma não foi formada com a segunda chamada, no dia 21 de março. Os não aprovados na primeira etapa concorrem a vagas automaticamente. 
Mesmo assim, se o estudante não conseguir a “aprovação”, ele pode entrar na lista de espera, nos dias 4 e 5 de abril. 

Mais oportunidade

A medida provisória 1.075/2021 editada pelo presidente Jair Bolsonaro em dezembro pode ampliar o acesso aos estudantes de escolas privadas não bolsistas no segundo semestre. Porém, a regra precisa ser convertida em lei pelo Congresso até o dia 17 de março, quando perderá efeito.  O texto tramita na Câmara em regime de urgência e, se aprovado, segue para o Senado.
 

Copiar o texto
10/03/2022 17:35h

E quem foi selecionado para o Prouni precisa entregar a documentação até segunda-feira (14)

Baixar áudio

O programa de Financiamento Estudantil (Fies) recebe inscrições até esta sexta-feira (11). Quem foi selecionado para o Prouni - programa de bolsas estudantis que contempla estudantes de baixa renda - precisa entregar a documentação comprovando as informações prestadas na inscrição até o dia 14 de março, segunda-feira. 

Para o especialista em educação Afonso Galvão, a possibilidade de financiar o curso superior é muito importante para garantir o acesso ao ensino superior. "Porque com o Fies os alunos têm condições de cursar, por exemplo, a faculdade particular, não é? Aqueles com renda precária que não conseguem pagar pela educação superior", comenta.

Cerca de 24% dos brasileiros têm acesso à educação de nível superior. Um número que pode ser maior na opinião de Galvão. Ele compara a países vizinhos, como a Argentina, que consegue que 34% de sua população curse uma faculdade. 

Para o especialista, a chave para a melhoria da educação superior é melhorar a educação básica. “É fazer com que os alunos fiquem melhores em termos de qualidade já na largada, já iniciam o curso superior”, pondera. 

Para ele, programas como as cotas para alunos vindos das escolas públicas, o Prouni e o Fies são estratégias que ampliaram o acesso. 

FIES: estudantes inadimplentes podem renegociar suas dívidas a partir desta segunda-feira (7)

Síndrome da Gaiola: como isolamento pode afetar as crianças na volta às aulas presenciais

Segunda chamada Sisu

Desde essa quinta-feira (10), as universidades começaram a convocar candidatos que fizeram a inscrição pelo Sisu e estavam esperando as vagas remanescentes. As convocações devem ser conferidas nos sites das próprias instituições de ensino. 

A estudante Bárbara Almeida, de 19 anos, foi uma das contempladas na primeira chamada do processo de 2022 do Sisu. Contudo, como já está fazendo outro curso na UnB, optou por não efetivar a matrícula no Instituto Federal de Brasília. "Não quis trocar uma graduação completa pelo tecnólogo", disse. A vaga dela ficou, portanto, disponível para quem esperava por uma oportunidade para design de produto. 

Por meio do Sisu, foram oferecidas 221.790 vagas em mais de 6 mil cursos de 125 em universidades e instituições federais de todo o país. 

Copiar o texto
Brasil 61