Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site do Brasil 61 - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

INSS

23/10/2020 19:00h

Os beneficiários do INSS que ficarem impossibilitados de participar do Programa de Reabilitação Profissional não terão seus pagamentos suspensos nos meses de novembro e dezembro

Baixar áudio

Os beneficiários do INSS que ficarem impossibilitados de participar do Programa de Reabilitação Profissional não terão seus pagamentos suspensos nos meses de novembro e dezembro. A decisão publicada em portaria no Diário Oficial da União visa as medidas de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Mobilização pelo Emprego e Produtividade promete facilitar a vida de empreendedores

Comprovação de vida para o INSS está suspensa até novembro

A reabilitação profissional é obrigatória e visa proporcionar meios indicados para reingresso no mercado de trabalho ao beneficiário incapacitado, parcial ou totalmente, para trabalhar.

Copiar o texto
18/10/2020 00:00h

Uma portaria publicada no Diário Oficial da União prorrogou a medida que bloqueia a necessidade de comprovação de vida para receber o benefício

Baixar áudio

A suspensão da prova de vida de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está prorrogada até o dia 31 de outubro, de acordo com uma portaria publicada no Diário Oficial da União. Com isso, quem não fizer o procedimento poderá continuar recebendo seu benefício. 

Segundo o item, a prorrogação vale, a princípio, por mais uma competência (outubro de 2020). Assim sendo, só a partir de novembro o beneficiário correrá risco de perder o benefício, caso a medida não seja novamente prorrogada ou caso ele não faça a comprovação de vida.

O INSS esclarece que essa suspensão não prejudicará a rotina e as obrigações contratuais estabelecidas entre o instituto e a rede bancária pagadora dos benefícios. Com isso, a comprovação de vida junto aos bancos deve ser feita normalmente.

Residentes no exterior devem fazer as comprovações de vida junto a representações diplomáticas ou consulares brasileiras no exterior ou por intermédio do preenchimento do Formulário Específico de Atestado de Vida para comprovação perante o INSS. Esse formulário precisa ser assinado na presença de um notário público local e devidamente apostilado pelos órgãos designados em cada país. 

Copiar o texto
05/10/2020 11:30h

Segurados podem comprometer até 40% do valor da aposentadoria com empréstimos consignados

Baixar áudio

A Presidência da República editou Medida Provisória (1006/2020) que amplia a margem de empréstimo consignado para aposentados e pensionistas, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O novo limite passa de 30% para 40% do valor do benefício, sendo que 5% devem ser destinados para saque o pagamento da fatura do cartão de crédito. 

Estados e municípios terão até dezembro para adequarem alíquotas de contribuição previdenciária

Governo determina que peritos de 150 agências do INSS devem voltar ao trabalho imediatamente

O governo espera aumentar a oferta de crédito na economia em meio à crise econômica causada pela pandemia da Covid-19 e, assim, estimular o consumo no final do ano. 

Copiar o texto
Brasil
24/09/2020 10:30h

Atendimentos presenciais foram retomados na última semana, mas perícias tiveram que ser suspensas após médicos se negarem a trabalhar, alegando falta de segurança

Baixar áudio

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai permitir a remarcação de perícia médica por meio da central 135. A nova regra vale para os casos em que o usuário não comparecer na data agendada ou quando não for possível atendê-lo pela agência da Previdência. 

A medida ocorre em meio ao retorno gradual do atendimento presencial nas unidades do INSS, como forma de combater a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a portaria, a perícia médica será remarcada para o local onde o atendimento foi agendado inicialmente. A medida não se aplica às agências que permanecem fechadas ou que não ofertam o serviço. 

Governo determina que peritos de 150 agências do INSS devem voltar ao trabalho imediatamente

“Drive Thru” do INSS é expandido para 803 municípios

Desde a semana passada, o INSS retomou o atendimento presencial, mas exclusivamente para pessoas com agendamento prévio.  No entanto, os médicos peritos decidiram não voltar ao trabalho alegando insegurança. Na última terça-feira, o INSS informou que, após adequações, 149 peritos médicos federais retomaram os atendimentos em 57 agências da Previdência Social.

Copiar o texto
20/09/2020 00:00h

De acordo com o governo, quem não voltar a trabalhar vai sofrer descontos no salário

Baixar áudio

Depois que peritos médicos do INSS se recusaram a voltar ao trabalho na última segunda-feira (14), o governo federal publicou um edital de convocação para que os servidores de 150 agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltem a atender o público presencialmente. A determinação é destinada a peritos médicos federais e supervisores médico-periciais e foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta sexta-feira (18).

A medida engloba todas as agências da previdência social que foram inspecionadas e consideradas adequadas para a prestação do atendimento presencial pela Perícia Médica Federal. O documento indica que, na medida que mais unidades forem inspecionadas, novas convocações serão feitas.

INSS inicia inspeção em agências e agiliza retorno do serviço de perícia médica

INSS inicia projeto-piloto de prova de vida por biometria facial

De acordo com o governo, quem não voltar ao trabalho presencial vai ter desconto no salário.

A lista completa de agências pode ser conferida no edital de convocação imediata publicado no site do Ministério da Economia. (https://www.gov.br/economia/pt-br)

Copiar o texto
Economia
16/09/2020 11:00h

No total, mais de 100 agências serão inspecionadas no Brasil até esta quarta-feira (16)

Baixar áudio

Começou nesta semana as inspeções do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nas salas de atendimento de perícia médica. O objetivo é atender os pedidos de adequações feitos pela Perícia Médica Federal. Com isso, o INSS visa dar celeridade ao retorno do trabalho da categoria. 

No total, mais de 100 agências serão inspecionadas no Brasil até esta quarta-feira (16).  Durante a inspeção, os relatórios de adequação e cumprimento de itens serão devidamente preenchidos pelas equipes. Isso, segundo o instituto, vai permitir que haja segurança e seriedade do trabalho feito pelo INSS, além de possibilitar o retorno da prestação desse serviço. 

INSS estende antecipação do auxílio-doença para 60 dias

INSS inicia projeto-piloto de prova de vida por biometria facial

As agências do INSS retornaram o atendimento presencial gradual nesta segunda-feira (14). A única exceção foi para o estado de São Paulo, por decisão judicial. Na Unidade da Federação, enquanto o serviço de perícia médica estiver suspenso, serão concedidas antecipações no valor de um salário mínimo aos segurados que tiverem direito aos benefícios por incapacidade.

 

Copiar o texto
Brasil
12/09/2020 05:00h

Para ser atendido, o segurado deverá fazer agendamento. Como o objetivo é evitar aglomerações, os segurados que não fizerem agendamento não serão atendidos.

Baixar áudio

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) infirmou que os segurados que precisarem de atendimento presencial em uma agência, deverão realizar agendamento. O retorno gradual do atendimento presencial está previsto para o dia 14 de setembro. O dia e horário devem ser marcados pelo aplicativo Meu INSS, pelo site ou pelo telefone 135.

De acordo com o instituto, estarão disponíveis para atendimento presencial os serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. Como o objetivo é evitar aglomerações, os segurados que não fizerem agendamento não serão atendidos. 

INSS inicia projeto-piloto de prova de vida por biometria facial

INSS estende antecipação do auxílio-doença para 60 dias

Inicialmente, a reabertura estava prevista para 13 de julho. A primeira prorrogação estabelecia retomada gradual a partir de 3 de agosto. Posteriormente, o governo passou para 24 de agosto. Agora, está previsto para a próxima segunda-feira (14).


 

Copiar o texto
10/09/2020 11:30h

Objetivo do órgão é evitar aglomerações dentro e fora das agências

Baixar áudio

Os cidadãos que quiserem ser atendidos presencialmente nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão ter que agendar o serviço pelo site ou aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135. Essa é a recomendação do órgão, que pretende retomar as atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira (14). 

De acordo com o INSS, vão estar disponíveis para atendimento presencial os serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. Os segurados sem agendamento não vão ser atendidos. O objetivo é evitar aglomerações dentro e fora das agências, seguindo recomendações do Ministério da Saúde. 

TCU faz análise do impacto da pandemia sobre os direitos previdenciários

INSS amplia serviços que segurados podem acessar de casa durante pandemia

“Drive Thru” do INSS é expandido para 803 municípios

Copiar o texto
25/08/2020 10:30h

Portaria com o tema foi publicada nesta segunda-feira (24)

Baixar áudio

O atendimento exclusivamente remoto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi prorrogado para o dia 11 de setembro. Com isso, os serviços presenciais nas agências da instituição devem retomar em 14 de setembro. O governo federal publicou portaria com as novas datas na última segunda- feira (24).

Os serviços da entidade são feitos pela internet ou por telefone, por meio do número 135. A suspensão do atendimento presencial foi aplicada em março em razão da pandemia da Covid-19. Portaria publicada em julho previa a volta dos serviços presenciais já nesta semana, o que não ocorreu. 

De acordo com o INSS, mesmo com  a reabertura, o atendimento remoto vai continuar sendo oferecido, já que a retomada será gradual e algumas agências ainda poderão permanecer fechadas, caso não apresentem condições sanitárias para o retorno presencial. 
 

Copiar o texto
18/08/2020 23:00h

Cerca de 500 mil pessoas vão poder fazer o procedimento a partir de 20 de agosto

Baixar áudio

A partir do dia 20 de agosto, o INSS inicia o projeto-piloto de prova de vida por biometria facial. O trabalho é feito em parceria com a Secretaria de Governo Digital, do Ministério da Economia, e a Dataprev, e a expectativa do instituto é de que 500 mil pessoas participem nessa primeira etapa. Segundo o INSS, ainda deve haver ajustes para que o procedimento possa ser implementado, posteriormente, para todos os beneficiários. 

Identificação e atendimento precoce são medidas eficazes para controlar avanço da Covid-19, defende especialista

Estados e municípios vão receber R$ 331 milhões para assistência social

Para realizar a prova de vida digital, o instituto vai usar a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral. Os primeiros contatos com os segurados vão começar a ser feitos nos próximos dias pelo INSS por meio de mensagens enviadas por SMS, Central 135 e e-mail. A prova de vida será feita por reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular do beneficiário, por meio do aplicativo do Meu INSS e do aplicativo do Governo Digital.

Copiar o texto

Use dados tenha mais votos nas eleições 2020