30/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 21°C e 42°C

Baixar áudio

Neste sábado (1º), muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas nos estados de Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima. O mesmo vale para as regiões do Baixo Amazonas, sudoeste paraense, Marajó e norte do Amapá.

Variação entre muitas e poucas nuvens nas demais regiões do Pará e Amapá. Em Tocantins, poucas nuvens com névoa seca.

A temperatura mínima para a região Norte fica em torno dos 21ºC, e a máxima pode chegar aos 42ºC. A umidade relativa do ar varia entre 35% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
30/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 38ºC

Baixar áudio

A previsão para este sábado (1º) é de variação entre muitas e poucas nuvens em todos os estados da região Nordeste.

Chuva isolada apenas no nordeste baiano e oeste maranhense.

A temperatura mínima para a região Nordeste fica em torno dos 15ºC, e a máxima prevista é de 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 20% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.
 

Copiar o texto
30/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 9ºC e 26ºC

Baixar áudio

Neste sábado (1º), muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas nas regiões do norte central e sudeste paranaense, metropolitana de Curitiba, oeste catarinense, Vale do Itajaí, Serrana e Grande Florianópolis. O mesmo vale para o nordeste, centro oriental e sudeste rio-grandense e metropolitana de Porto Alegre. 

Nas demais áreas de Curitiba, Santa Catarina e Porto Alegre, variação entre muitas e poucas nuvens.

A temperatura mínima para a região Sul fica em torno dos 9°C, e a máxima prevista é de 26ºC. A umidade relativa do ar varia entre 65% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.
 

Copiar o texto
30/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 10ºC e 35ºC

Baixar áudio

Neste sábado (1º), muitas nuvens nas regiões do norte de Minas e noroeste espírito-santense. 

Nas demais localidades do Espírito Santo, Minas Gerais e nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas.

A temperatura mínima para o Sudeste fica em torno de 10ºC, e a máxima prevista é de 35ºC. A umidade relativa do ar varia entre 50% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.
 

Copiar o texto
30/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 42ºC

Baixar áudio

Neste sábado (1º), muitas nuvens com possibilidade de chuva isolada no Distrito Federal, sul goiano, sudeste mato-grossense, centro-norte e leste do Mato Grosso do Sul.

Pancadas de chuva isoladas no norte mato-grossense.

Nas demais regiões do Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, variação entre muitas e poucas nuvens.

A temperatura mínima para o Centro-Oeste fica em torno dos 15ºC, e a máxima prevista é de 42ºC. A umidade relativa do ar varia entre 35% e 90%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.
 

Copiar o texto
30/09/2022 17:40h

Norma aprovada pelo TSE em 2021 determina horário de Brasília como referência para a votação em todo o Brasil

Baixar áudio

Uma novidade para o primeiro turno das eleições no Brasil, neste domingo (2), é que todas as seções eleitorais fecharão ao mesmo tempo. Em dezembro de 2021, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, que o horário de início de votação será uniformizado pelo horário de Brasília em todos os estados e no Distrito Federal, o que significa que todas as urnas no país vão fechar às 17h do horário de Brasília.

Com essa medida, o período de votação será coincidente em todo o país. Isso permitirá ao TSE divulgar o resultado das eleições a partir das 17h, pelo horário de Brasília. Nos pleitos anteriores, quando não havia padronização pelo fuso da capital federal, o tribunal precisava esperar o fechamento das urnas da Região Norte antes de dar os números. 

A unificação do horário dos resultados também foi estabelecida para lidar com outro problema: a desinformação. “É para acabar com fake news que diziam que o TSE segurava tantas horas para divulgar os resultados porque os resultados estavam sendo manipulados na tal ‘sala secreta’. E, na verdade, seguravam os resultados justamente para não, de alguma maneira, influenciar na votação daqueles lugares onde as urnas ainda estavam abertas”, avalia o advogado especialista em direito eleitoral, Alberto Rollo.

Ao referendar a proposta de iniciativa do então vice-presidente do TSE, ministro Edson Fachin, o presidente da Justiça Eleitoral na época, ministro Luís Roberto Barroso, justificou a alteração durante a sessão que aprovou a nova regra nessa mesma linha de raciocínio. "O Brasil é um país continental que impõe uma uniformização dessas regras para que nós possamos ter um processo eleitoral com a maior tranquilidade possível, evitando especulações que a demora na divulgação do resultado possa trazer".

Fechamento das seções eleitorais nos estados

Nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima, e em alguns municípios do Amazonas, o horário de votação será das 7h às 16h no horário local. No Acre, das 6h às 15h. No arquipélago de Fernando de Noronha, as urnas funcionarão das 9h às 18h. Na hora do encerramento, as seções eleitorais que tiverem eleitores na fila continuarão abertas para que todos possam votar, mas novos eleitores não serão admitidos.

Apesar de entender que, para o sistema de votação, não há uma grande mudança, o especialista Alberto Rollo reconhece que a medida vai demandar um maior esforço de parte dos brasileiros. “Não muda nada, né, no processo eleitoral. Agora, provoca uma dedicação maior, uma exigência maior dos brasileiros que moram com uma ou duas horas de diferença do fuso horário de Brasília”.

Para a acreana Ana Cristina Silveira, de 49 anos, a preocupação vai além do horário de votação. “Eu sempre votei no mesmo horário: 9 horas da manhã. A minha seção eleitoral ela praticamente não tem fila. Antigamente, 9 horas eu chegava e votava, agora vamos ver se vai ser da mesma forma”, revela a administradora. A eleitora também demonstra preocupação com o não comparecimento devido a fatores climáticos. “Aqui no Acre tem outro agravante: outubro começa a estação da chuva. Aí, se tiver chovendo no dia da eleição eu acredito que a abstenção vai ser gigantesca", especula.

Copiar o texto
29/09/2022 18:50h

A ferramenta foi criada para agilizar o atendimento das ocorrências

Baixar áudio

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou, na última segunda-feira (26), o aplicativo “PRF Brasil”, para auxiliar na garantia da segurança nas rodovias federais. A nova ferramenta é gratuita e já está disponível nas versões IOS e Android. Para ter acesso aos serviços digitais disponíveis, o usuário deve cadastrar conta no Portal do Governo Federal, o gov.br.

O policial rodoviário federal Guilherme Carvalho explica que um dos maiores destaques do aplicativo é o botão de emergência. “O usuário, diante de uma situação de risco à vida em rodovias federais, poderá acionar o botão que emitirá um alerta imediato à unidade da PRF mais próxima, tendo por base a localização georreferenciada do acionador. Desta forma, a PRF terá maior agilidade para o deslocamento de uma viatura para o atendimento da ocorrência em estradas ou rodovias federais”, informa. 

A ferramenta traz uma série de outras funções pensadas para a segurança dos usuários das rodovias federais:

Sistema Nacional de Alarmes (Sinal): para informar ocorrências criminais relativas ao veículo, o que aciona um alarme para policiais próximos ao local do incidente. Não dispensa o registro de ocorrência na Polícia Judiciária.

Sinal Agro: para avisar sobre o furto de animais, maquinários e defensivos agrícolas, para uma maior possibilidade de recuperação dos bens. Não substitui o boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Sinais Desaparecidos: para comunicar desaparecimentos de pessoas. O sinal aciona os policiais próximos aos locais. Não dispensa o registro de ocorrência na Polícia Judiciária.

Suporte BR: levantamento para informar motoristas sobre a quantidade de restaurantes, lojas de conveniência, postos de combustíveis, oficinas e borracharias abertos em todos os 70 mil quilômetros de rodovias federais pelo país.

Ouvidoria: para enviar denúncias, reclamações, sugestões, elogios ou solicitações aos órgãos da Administração Pública Federal.

Multas: para identificar multas aplicadas ao veículo do usuário.

Declaração de Acidente de Trânsito (DAT): para registrar acidente de trânsito em rodovia federal, desde que não haja pessoas feridas, produtos perigosos ou incêndio de, pelo menos, um terço de algum dos veículos envolvidos.

Copiar o texto
29/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 19°C e 40°C

Baixar áudio

A previsão do tempo para esta sexta-feira (30) é de céu encoberto com chance de chuva isolada em Amapá, Roraima, Rondônia, Amazonas e Pará, exceto no sudeste paraense. Muitas nuvens com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no Acre. Nas demais áreas da região, o dia fica ensolarado com possibilidade de névoa seca em Tocantins.

Temperatura mínima em torno de 19ºC, e a máxima pode chegar aos 40ºC, em Tocantins. A umidade relativa do ar varia bastante, entre 15% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
29/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 38ºC

Baixar áudio

Nesta sexta-feira (30), há possibilidade de chuva no norte do Maranhão e no sul da Bahia. Nas demais regiões do nordeste, a previsão é de poucas nuvens, podendo haver névoa seca no sul maranhense e no Piauí, com exceção do norte do estado.

A temperatura mínima fica em torno de 15ºC, e a máxima pode chegar aos 38ºC, no Piauí. A umidade relativa do ar varia bastante, entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
29/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 7ºC e 24ºC

Baixar áudio

A previsão do tempo para esta sexta-feira (30) é de muitas nuvens com chance de chuva isolada em todo o Sul do país, podendo trovejar no Rio Grande do Sul.

A temperatura mínima para o Sul fica em torno de 7ºC, e a máxima pode chegar a 24°C. A umidade relativa do ar varia entre 55% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
Brasil 61