Região Nordeste

25/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 38ºC

Baixar áudio

A previsão para esta segunda-feira (26) é de poucas nuvens nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. 

Muitas nuvens com chuva isolada no norte e oeste maranhense e sul baiano. Nas demais regiões do Maranhão, muitas nuvens.

A temperatura mínima para a região Nordeste fica em torno dos 12ºC, e a máxima prevista é de 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 35% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
23/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 17ºC e 37ºC

Baixar áudio

A previsão para este sábado (24) é de poucas nuvens nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. 

Variação entre muitas e poucas nuvens na Bahia e Piauí. Nas regiões do extremo oeste baiano e sudoeste piauiense e no estado do Maranhão, muitas nuvens com pancadas de chuva isolada.

A temperatura mínima para a região Nordeste fica em torno dos 17ºC, e a máxima prevista é de 37ºC. A umidade relativa do ar varia entre 55% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
22/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 16ºC e 39ºC

Baixar áudio

A previsão para esta sexta-feira (23) é de céu nublado com chance de chuva e de trovões no sul do Maranhão, sudoeste do Piauí e extremo oeste, centro-sul e sul da Bahia. Poucas nuvens com névoa seca nos sertões cearenses, centro-sul e sul do Ceará, sertão paraibano e sertão e São Francisco pernambucanos. Muitas nuvens nas demais localidades do Nordeste.

A temperatura mínima fica em torno de 16ºC, e a máxima pode chegar aos 39ºC. A umidade relativa do ar varia bastante, entre 30% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
21/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 38ºC

Nesta quinta-feira (22), dia nublado em toda a Zona da Mata e no norte do Maranhão. Nas demais áreas do Nordeste, o céu fica ensolarado, podendo haver névoa seca nas regiões sudeste piauiense, centro-sul e sul cearenses, sertão pernambucano, sertão e São Francisco pernambucanos, além do Vale São-Franciscano da Bahia.

A temperatura mínima fica em torno de 15ºC, e a máxima pode chegar aos 38ºC. A umidade relativa do ar varia bastante, entre 25% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
20/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 14ºC e 38ºC

Baixar áudio

Nesta quarta-feira (21), o céu fica com muitas nuvens no Maranhão, Zona da Mata, Agreste, além da região metropolitana de Fortaleza e do extremo oeste da Bahia. Há possibilidade de chuva no leste potiguar, mata paraibana e pernambucana e leste alagoano.

A temperatura mínima fica em torno de 14ºC, e a máxima pode chegar aos 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
19/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 38ºC

Baixar áudio

A previsão para esta terça-feira (20) é de céu encoberto com chance de chuva no Maranhão e na Zona da Mata, exceto na parte potiguar e paraibana, onde fica nublado. No agreste nordestino, muitas nuvens. O tempo fica aberto nas outras regiões do Nordeste.

A temperatura mínima fica em torno de 15ºC, e a máxima pode chegar aos 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
18/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 13ºC e 38ºC

Baixar áudio

A previsão para esta segunda-feira (19) é de possibilidade de chuva isolada nas regiões do leste potiguar, mata paraibana, mata pernambucana e nordeste baiano. O mesmo vale para os estados de Alagoas e Sergipe.

Nas regiões norte maranhense, central e agreste potiguar, agreste paraibano, agreste pernambucano e sul baiano, céu com muitas nuvens.

Nas demais cidades do Nordeste, a previsão é de poucas nuvens e sem chuva. 

A temperatura mínima para a região Nordeste fica em torno dos 13ºC, e a máxima prevista é de 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
17/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 15ºC e 37ºC

Baixar áudio

Neste domingo (18), a previsão é de muitas nuvens com chance de chuva em toda Zona da Mata e no norte maranhense. No agreste nordestino, norte do Piauí, norte e noroeste do Ceará, região metropolitana de Fortaleza e demais áreas do Maranhão, o dia fica nublado, mas não chove. Nas outras regiões do Nordeste, o céu fica limpo.

A temperatura mínima fica em torno de 15ºC, e a máxima pode chegar aos 37ºC. A umidade relativa do ar varia entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
16/09/2022 18:00h

A temperatura pode variar entre 13ºC e 38ºC

Baixar áudio

A previsão para este sábado (17) é de possibilidade de chuva isolada nas regiões do  leste potiguar, mata paraibana e mata pernambucana.

Nas regiões central e agreste potiguar, agreste paraibano, agreste pernambucano, nordeste e sul baiano e nos estados de Alagoas e Sergipe, o céu fica com muitas nuvens.

Nas demais cidades do Nordeste, a previsão é de poucas nuvens e sem chuva. 

A temperatura mínima para a região Nordeste fica em torno dos 13ºC, e a máxima prevista é de 38ºC. A umidade relativa do ar varia entre 25% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Copiar o texto
16/09/2022 04:15h

Desconto para renegociação das dívidas com FCO, FNE e FNO até 31 de dezembro pode chegar a 90%. Medida deve ajudar empresas a se tornarem viáveis e produtivas

Baixar áudio

A regulamentação da Lei 14.166, que autorizou a renegociação extraordinária de dívidas rurais e não-rurais com os Fundos Constitucionais (FCO, FNE e FNO), deve ajudar o setor produtivo e o desenvolvimento regional no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Mas os descontos mais vantajosos da regra extraordinária, que podem chegar a 90%, são válidos apenas até o dia 31 de dezembro de 2022.

Os Fundos Constitucionais são um importante instrumento para promover o desenvolvimento das três regiões, que possuem disparidades econômicas em relação às demais regiões brasileiras. As melhorias introduzidas ao longo da tramitação da Medida Provisória 1016, que culminou na Lei 14.166 e, por fim, na regulamentação da mesma, permitirão um grande alcance da renegociação, em especial com empresas de pequeno porte e produtores rurais. 

Quem aderir ao refinanciamento até o fim deste ano, liquidando ou parcelando os contratos que não foram pagos, terá direito a descontos no saldo devedor, incluindo multas, juros e encargos, que variam de 50% a 90%, dependendo do tamanho do empreendimento.

William Baghdassarian, economista do Ibmec, explica que empresários e agricultores, principalmente os de pequeno e médio porte, têm boa chance de renegociarem dívidas que provavelmente não seriam quitadas. E que as condições, principalmente as aplicadas até o fim do ano, foram ficando ainda mais favoráveis durante toda a tramitação na Câmara e no Senado. 
 
“Essa mudança que aconteceu com a 1016, com a tramitação dessa MP no Congresso, e a consequência disso é essa regulamentação, foi que se ampliou muito o escopo do projeto original, principalmente no que se refere às condições de desconto. Até então, o desconto era uma coisa localizada e tecnicamente mais simples e o projeto que foi aprovado pelo Congresso foi com um desconto gigantesco, superforte, e que vai beneficiar várias pessoas de fato”, destaca o economista.

FNE tem alta de mais de 47% nas contratações em 2022

FNO tem alta de mais de 41% nas contratações em 2022

Créditos rurais devem movimentar R$ 15 bi em operações do Plano Safra 2021/2022

Nas três regiões atendidas a base da economia é formada por empreendedores de pequeno e médio porte, além do agricultor familiar. No Banco da Amazônia, por exemplo, instituição que gere os recursos do FNO, foram aplicados R$ 9,6 bilhões de janeiro a agosto de 2022, dos quais R$ 5,8 bilhões foram destinados a este público alvo.

William Baghdassarian aponta que grandes empresas acabam se beneficiando com o processo, mas que o maior diferencial será notado entre os pequenos e médios, que poderão devolver aos Fundos passivos que já eram considerados praticamente perdidos, retirar o nome de cadastros de inadimplência e abrir espaço para novos empréstimos e financiamentos fundamentais para o empreendimento.

“O fato é o seguinte, as empresas que porventura decidiram entrar nesse programa de refinanciamento, principalmente agora em 2022, elas vão se beneficiar bastante por conta das condições de rebate, por conta de uma série de benefícios que na regra permanente, que também foi aprovada, isso não está valendo. A sugestão que eu dou é que as empresas que tenham esse tipo de dívida corram, porque já estamos em setembro e o prazo é 31 de dezembro”, alerta o economista.

O programa surgiu com o objetivo de sanar o passivo do setor produtivo junto aos Fundos Constitucionais e é destinado apenas a operações firmadas com recurso do FCO, FNE e FNO administrados pelas instituições autorizadas, ou seja, Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Banco da Amazônia (BASA) e Banco do Brasil (BB). A modalidade de renegociação exige que a operação original tenha sido contratada há, pelo menos, sete anos e que tenham se tornado inadimplentes até 2018.

As empresas poderão renegociar as dívidas com os Fundos Constitucionais em qualquer momento, mas graças à regra extraordinária, aqueles que o fizerem até o fim do ano se beneficiam com condições mais vantajosas. Até 31 de dezembro, o desconto mínimo para liquidação é de 65% e vai até 90%. Para o parcelamento, cujo menor rebate é de 15%, fica em 25%.

Copiar o texto
Brasil 61