30/09/2021 14:50h

A nova orientação já vale a partir desta quinta-feira (30)

Baixar áudio

O Ministério da Saúde publicou na última quarta-feira (29) nova orientação referente às vacinas da gripe e da covid-19, que agora podem ser aplicadas no mesmo dia. Postos de vacinação no País já podem seguir a nova determinação do ministério, pois a medida já vale a partir desta quinta-feira (30).

O documento do ministério explica que a recomendação inicial de 14 dias de intervalo entre os imunizantes foi fundamentada “principalmente na necessidade de monitoramento mais aprofundado do perfil de segurança das vacinas covid-19 com o início do seu uso em larga escala na população, bem como na ausência de estudos específicos.”

Ministério da Saúde aumenta vacinação de reforço para idosos acima de 60 anos.

Covid-19: pesquisa em escola mapeia incidência do coronavírus entre estudantes da Paraíba.

Ministério da Saúde anuncia dose de reforço contra a Covid-19 para profissionais da saúde.

Porém, segundo a pasta, até o momento já foi possível acumular um grande volume de dados de segurança em relação às vacinas em cenário de vida real, não sendo mais necessário o intervalo entre as aplicações. A decisão também tem como objetivo ampliar a cobertura da principal campanha de vacinas no País e incentivar a população a se proteger contra as duas doenças. 

A nota técnica do Ministério da Saúde enfatiza que ao realizar a administração simultânea de diferentes vacinas o profissional de saúde deve estabelecer estratégias para minimizar o risco de erros. “Idealmente, cada vacina deve ser administrada em um grupo muscular diferente, no entanto, caso seja necessário, é possível a administração de mais de uma vacina em um mesmo grupo muscular, respeitando-se a distância de 2,5 cm entre uma vacina e outra, para permitir diferenciar eventuais eventos adversos locais”. 

O Brasil possui 64.274.451 doses aplicadas da vacina contra a gripe, segundo o Painel Influenza, do Ministério da Saúde. Os totalmente imunizados contra a covid-19, com segunda dose ou dose única, são 88.983.740, o que representa 42,19% da população. A dose de reforço já foi aplicada em 804.433 pessoas.
 

Copiar o texto
27/09/2021 18:00h

A temperatura na região pode variar entre 15 e 36 graus

Baixar áudio

Nesta terça-feira (28), chove fraco sobre o centro-sul de Minas Gerais, norte do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. Nas demais áreas paulistas, o tempo firme predomina e as temperaturas seguem altas

A temperatura na região varia entre 15 e 36 graus. Já a umidade relativa do ar fica entre 20% e 96%.

As informações são do Somar Meteorologia.

Copiar o texto
25/09/2021 18:00h

A temperatura na região pode variar entre 12 e 36 graus

Baixar áudio

O domingo (26), será marcado novamente por tempo instável no Sudeste. Atenção para o risco de temporais isolados em São Paulo, Rio de Janeiro, centro-sul e triângulo mineiro. Destaque para o sul de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira, onde a chuva ocorre com forte intensidade e há risco de granizo.

A temperatura na região varia entre 12 e 36 graus. Já a umidade relativa do ar fica entre 20% e 96%.

As informações são do Somar Meteorologia.

Copiar o texto
23/09/2021 17:55h

A temperatura na região pode variar entre 9 e 36 graus

Baixar áudio

Na sexta-feira (24), o sol volta a predominar entre poucas nuvens sobre a Região Sudeste e o tempo fica firme. No litoral de São Paulo, a nebulosidade aumenta ao longo do dia, mas não chove. Já na região sul paulista chove de forma isolada à tarde.

A temperatura na região varia entre 9 e 36 graus. Já a umidade relativa do ar fica entre 20% e 93%.

As informações são do Somar Meteorologia.

Copiar o texto
Saúde
16/04/2020 21:23h

A coleta de informações já começou, com o objetivo de monitorar a taxa de ocupação dos leitos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com a Covid-19

Baixar áudio

As internações de casos suspeitos e confirmados do coronavírus terão que ser registradas por todos os hospitais, públicos e privados, nos 26 estados e no Distrito Federal. A coleta de informações já começou, com o objetivo de monitorar a taxa de ocupação dos leitos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com a Covid-19, avaliar a ocupação da rede assistencial e a média de permanência dos pacientes.

Serão coletadas informações sobre internação de pacientes em clínicas/enfermaria e/ou leitos intensivos com suspeita ou confirmação da doença. O Censo Hospitalar também vai registrar a alta de pacientes suspeitos e confirmados, bem como a disponibilidade de leitos nas unidades de tratamento intensivo.

As informações serão dadas pelos gestores dos estabelecimentos de saúde e monitoradas pelo gestor de saúde local. O não cumprimento da medida será considerado infração sanitária grave ou gravíssima, sujeito às penalidades previstas em lei.

O Ministério da Saúde pretende divulgar o primeiro balanço do Censo Hospitalar a partir do dia 20 de abril.

Reportagem, Marquezan Araújo

Copiar o texto
Agronegócios
17/12/2019 10:34h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial saltou 1,91% e o produto é negociado a R$ 9,62

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (17) com aumento de 1,94% no preço e o produto é negociado a R$ 220,85 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 185. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

Créditos: ítalo Novais - Agência do Rádio Mais

O preço do quilo do frango congelado teve queda de 1,83% no valor e o produto é vendido a R$ 5,37. O preço do frango resfriado recuou 1,10% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,40.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial saltou 1,91% e o produto é negociado a R$ 9,62. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,35. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,80. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Brasil 61