Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Agronegócios

15/07/2020 17:30h

Novo prazo para que produtores gaúchos entreguem formulário preenchido é 31 de outubro

Baixar áudio

Os produtores gaúchos ganharam mais tempo para entregar a declaração anual de rebanho. Isso porque a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural publicou uma instrução normativa que amplia o prazo até 31 de outubro.

De acordo com o órgão, a prorrogação foi necessária devido à pandemia da Covid-19. As inspetorias de defesa agropecuária trabalham para restringir o contato pessoal, escalonando servidores e atendendo aos produtores por e-mail ou Whatsapp.

Covid-19 avança sobre estados da Região Sul

Projeto prevê construção de banheiros a famílias de baixa renda no RS

A orientação é de que os produtores entreguem as declarações de rebanho às inspetorias locais por meios eletrônicos. Para mais informações sobre o formulário, quais rebanhos de animais devem ser declarados e os contatos das inspetorias, acesse: agricultura.rs.gov.br.

Copiar o texto
Agronegócios
15/07/2020 08:17h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial subiu 3,44%

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (15) com alta de 1,81% no preço e o produto é negociado a R$ 221,90 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 202. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 214,50. 

O preço do quilo do frango congelado teve variação positiva de 0,41% e o produto é vendido a R$ 4,90. O preço do frango resfriado também teve variação positiva de 0,21% e a mercadoria é comercializada a R$ 4,83.
 
No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial subiu 3,44% e o produto é negociado a R$ 8,42. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,09. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,09. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
15/07/2020 08:14h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho subiu 0,10%

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quarta-feira (15) com queda de 1,59% no preço e é vendida a R$ 488,80 na cidade de São Paulo. Já o café robusta teve alta de 0,65% no valor e a saca é comercializada a R$ 350,76 para retirada no Espírito Santo.
 
O açúcar cristal registrou baixa de 0,09% e o produto é vendido a R$ 77,46 em São Paulo. Em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, subiu 0,34% e a mercadoria é comercializada a R$ 77,77.
 
No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho subiu 0,10% e é negociada a R$ 49,83. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 45,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o milho é vendido a R$ 36. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 38. Os valores são do Canal Rural e Cepea. 
 

Copiar o texto
Agronegócios
14/07/2020 08:24h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial subiu 6,13%

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (14) com baixa de 0,30% no preço e o produto é negociado a R$ 217,95 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 202. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 214,50. 

O preço do quilo do frango congelado teve variação negativa de 0,41% e o produto é vendido a R$ 4,88. O preço do frango resfriado também teve variação negativa de 1,23% e a mercadoria é comercializada a R$ 4,82.
 
No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial subiu 6,13% e o produto é negociado a R$ 8,14. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 5,92. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,04. Os valores são do Canal Rural e Cepea.
 

Copiar o texto
Agronegócios
14/07/2020 08:20h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,90%

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (14) com alta de 1,59% no preço e é vendida a R$ 496,71 na cidade de São Paulo. O café robusta também teve alta de 0,39% no valor e a saca é comercializada a R$ 348,48 para retirada no Espírito Santo.
 
O açúcar cristal registrou alta de 0,35% e o produto é vendido a R$ 77,53 em São Paulo. Em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, caiu 0,58% e a mercadoria é comercializada a R$ 77,51.
 
No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,90% e é negociada a R$ 49,78. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 46. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o milho é vendido a R$ 36. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 37,50. Os valores são do Canal Rural e Cepea. 

Copiar o texto
Agronegócios
13/07/2020 08:08h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não teve alteração

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a semana (13) sem alteração no preço e o produto é negociado a R$ 218,60 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 202. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 214,50. 

O preço do quilo do frango congelado não teve variação e o produto é vendido a R$ 4,90. O preço do frango resfriado também não teve variação e a mercadoria é comercializada a R$ 4,88.
 
No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial se manteve estável e o produto é negociado a R$ 7,67. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 5,62. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 4,61. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
13/07/2020 08:04h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,16%

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a semana (13) com queda de 0,69% no preço e é vendida a R$ 488,95 na cidade de São Paulo. O café robusta também teve queda de 0,30% no valor e a saca é comercializada a R$ 347,12 para retirada no Espírito Santo.
 
O açúcar cristal registrou alta de 0,21% e o produto é vendido a R$ 77,26 em São Paulo. Em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, subiu 0,03% e a mercadoria é comercializada a R$ 77,96.
 
No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,16% e é negociada a R$ 50,23. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 46,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o milho é vendido a R$ 36. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 37,50. Os valores são do Canal Rural e Cepea. 
 

Copiar o texto
Agronegócios
10/07/2020 10:45h

Seca, geada, granizo e chuva excessiva foram os eventos que mais provocaram pagamentos para os agricultores

Baixar áudio

Os produtores rurais receberam cerca de R$ 341 milhões em indenizações pagas pelas seguradoras por meio do PSR (Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural) em 2019. Os dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apontam que das 95 mil apólices que os agricultores contrataram com o apoio do governo no ano passado, cerca de 9 mil foram acionadas. 

Protocolo de Nagoya une ruralistas e ambientalistas e abre mercado de bioeconomia para o Brasil

Setor agro tem 10 mil empregos a menos

Governo cria financiamento para ajudar setor sucroalcooleiro durante pandemia

A seca foi o fator que mais gerou indenizações aos agricultores, num total de R$ 168,2 milhões. Em seguida, vêm a geada (R$ 73,6 milhões), o granizo (R$ 59,7 milhões) e a chuva excessiva (R$ 23,4 milhões). As lavouras mais atingidas pelos fenômenos climáticos foram a segunda safra do milho, a soja, o trigo, a uva e maçã, diz o Mapa. 

O PSR transfere o risco da atividade no campo para as seguradoras. Em caso de a safra se perder por algum motivo coberto na apólice, o produtor é indenizado e consegue pagar os compromissos assumidos na safra. 

        

Copiar o texto
Agronegócios
10/07/2020 08:13h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não teve alteração

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo termina a semana (10) com queda de 0,07% e o produto é negociado a R$ 218,60 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 202. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 214,50. 

O preço do quilo do frango congelado não teve variação e o produto é vendido a R$ 4,90. O preço do frango resfriado também não teve variação e a mercadoria é comercializada a R$ 4,88.
 
No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial se manteve estável e o produto é negociado a R$ 7,67. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 5,49. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 4,50. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
10/07/2020 08:06h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,12%

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica termina a semana (10) com queda de 0,13% no preço e é vendida a R$ 492,33 na cidade de São Paulo. O café robusta também teve queda de 0,19% no valor e a saca é comercializada a R$ 348,18 para retirada no Espírito Santo.
 
O açúcar cristal registrou alta de 0,21% e o produto é vendido a R$ 77,10 em São Paulo. Em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, subiu 1,21% e a mercadoria é comercializada a R$ 77,94.
 
No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho caiu 0,12% e é negociada a R$ 50,31. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 46,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o milho é vendido a R$ 36. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 37,50. Os valores são do Canal Rural e Cepea. 
 

Copiar o texto

Acesse nossos conteúdos de rádio