UNICEF

26/07/2022 11:26h

Lançada pelo UNICEF e pelo Instituto Peabiru, a #TeSaiCovid promove entre adolescentes a adoção de comportamentos de prevenção. Encontros resultaram em campanha de comunicação para rádios. Confira o quarto spot

Baixar áudio

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Peabiru, lançou, em maio deste ano, a segunda edição do projeto #TeSaiCovid. A estratégia de mobilização promoveu entre adolescentes do Amazonas, do Pará e de Mato Grosso, diálogos sobre vivências no contexto da pandemia. 

E um dos resultados do #TeSaiCovid foi a produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Os jovens produziram quatro spots, gerados em oficinas de educomunicação. Esses áudios tratam sobre desinformação, medidas de prevenção e incentivo à vacinação. 

Comunicador

Neste conteúdo, você pode baixar o quarto spot, com incentivo à lavagem das mãos para a prevenção da Covid-19.

A reprodução gratuita. Utilize na sua programação, nas suas redes ou no seu site.

Acesse os outros spots: spot 1, spot 2 e spot 3.

#TeSaiCovid

A segunda edição da estratégia tem o objetivo de relembrar as práticas de prevenção da Covid-19 e promover medidas de controle. 

"Nessa oportunidade, estão os adolescentes participantes dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes (Nuca), uma rede plural, diversa e representativa de meninos e meninas que integram o Selo UNICEF. São espaços que também funcionam como mobilização e participação de, pelo menos, 16 adolescentes, entre 12 a 17 anos, em cada município participante da iniciativa, que a partir das metodologias propostas discutem questões indispensáveis sobre seus direitos, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal. E para nós é essencial incluí-los nesse processo”, explica Ida Pietricovsky, especialista em Comunicação do UNICEF Brasil.

O #TeSaiCovid promoveu oficinas de educomunicação para os adolescentes e jovens que participam dos encontros, para incentivar a criatividade e capacitar os adolescentes. “O Instituto Peabiru, com apoio da Visão Mundial pelo Amazonas, é responsável por implementar a estratégia elaborada pelo UNICEF Brasil para promover, entre os adolescentes, a adoção de comportamentos de prevenção e controle da Covid-19, bem como motivar e reforçar seu papel como agentes de mudança para a promoção desses comportamentos com seus pares, familiares e comunidades”, afirma Cláudio Melo, gerente técnico de projetos do Instituto Peabiru.

Ida ressalta que o nome da campanha #TeSaiCovid é uma expressão típica da Região Norte, quando se quer que alguma coisa deixe de existir ou que saia de perto de quem a utiliza. “Te sai é uma expressão muito comum nos estados do Norte do Brasil e a campanha para prevenção e controle do coronavírus quer trabalhar aspectos locais importantes, em diálogo com adolescentes e suas comunidades”, explica.

Copiar o texto
20/07/2022 10:29h

Lançada pelo UNICEF e pelo Instituto Peabiru, nova edição do #TeSaiCovid promove entre adolescentes a adoção de comportamentos de prevenção e controle da doença. Encontros resultaram na produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Confira e baixe o terceiro spot

Baixar áudio

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Peabiru, lançou, em maio deste ano, a segunda edição do projeto #TeSaiCovid. A estratégia de mobilização promoveu entre adolescentes do Amazonas, do Pará e de Mato Grosso, diálogos sobre vivências no contexto da pandemia. 

E um dos resultados do #TeSaiCovid foi a produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Os jovens produziram quatro spots, gerados em oficinas de educomunicação. Esses áudios tratam sobre desinformação, medidas de prevenção e incentivo à vacinação. 

Comunicador


Neste conteúdo, você pode baixar o terceiro spot, sobre a importância em manter as medidas de prevenção contra a Covid-19.

A reprodução gratuita. Utilize na sua programação, nas suas redes ou no seu site.

Aqui, você encontra o primeiro spot, com orientações sobre como identificar notícias falsas e como procurar fontes confiáveis de informações. O segundo spot, que traz incentivo à vacinação, pode ser acessado aqui

#TeSaiCovid

A segunda edição da estratégia tem o objetivo de relembrar as práticas de prevenção da Covid-19 e promover medidas de controle. 

"Nessa oportunidade, estão os adolescentes participantes dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes (Nuca), uma rede plural, diversa e representativa de meninos e meninas que integram o Selo UNICEF. São espaços que também funcionam como mobilização e participação de, pelo menos, 16 adolescentes, entre 12 a 17 anos, em cada município participante da iniciativa, que a partir das metodologias propostas discutem questões indispensáveis sobre seus direitos, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal. E para nós é essencial incluí-los nesse processo”, explica Ida Pietricovsky, especialista em Comunicação do UNICEF Brasil.

O #TeSaiCovid promoveu oficinas de educomunicação para os adolescentes e jovens que participam dos encontros, para incentivar a criatividade e capacitar os adolescentes. “O Instituto Peabiru, com apoio da Visão Mundial pelo Amazonas, é responsável por implementar a estratégia elaborada pelo UNICEF Brasil para promover, entre os adolescentes, a adoção de comportamentos de prevenção e controle da Covid-19, bem como motivar e reforçar seu papel como agentes de mudança para a promoção desses comportamentos com seus pares, familiares e comunidades”, afirma Cláudio Melo, gerente técnico de projetos do Instituto Peabiru.

Ida ressalta que o nome da campanha #TeSaiCovid é uma expressão típica da Região Norte, quando se quer que alguma coisa deixe de existir ou que saia de perto de quem a utiliza. “Te sai é uma expressão muito comum nos estados do Norte do Brasil e a campanha para prevenção e controle do coronavírus quer trabalhar aspectos locais importantes, em diálogo com adolescentes e suas comunidades”, explica.

Copiar o texto
13/07/2022 14:31h

Lançada pelo UNICEF e pelo Instituto Peabiru, nova edição do #TeSaiCovid promove entre adolescentes a adoção de comportamentos de prevenção e controle da doença. Encontros resultaram na produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Confira e baixe o segundo spot

Baixar áudio

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Peabiru, lançou, em maio deste ano, a segunda edição do projeto #TeSaiCovid. A estratégia de mobilização promoveu entre adolescentes do Amazonas, do Pará e de Mato Grosso, diálogos sobre vivências no contexto da pandemia. 

E um dos resultados do #TeSaiCovid foi a produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Os jovens produziram quatro spots, gerados em oficinas de educomunicação. Esses áudios tratam sobre desinformação, medidas de prevenção e incentivo à vacinação. 

Comunicador

Neste conteúdo, você pode baixar o segundo spot, com uma mensagem de incentivo à vacinação entre os jovens. A reprodução gratuita. Utilize na sua programação, nas suas redes ou no seu site.

Aqui, você encontra o primeiro spot, com orientações sobre como identificar notícias falsas e como procurar fontes confiáveis de informações.

#TeSaiCovid

A segunda edição da estratégia tem o objetivo de relembrar as práticas de prevenção da Covid-19 e promover medidas de controle. 

"Nessa oportunidade, estão os adolescentes participantes dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes (Nuca), uma rede plural, diversa e representativa de meninos e meninas que integram o Selo UNICEF. São espaços que também funcionam como mobilização e participação de, pelo menos, 16 adolescentes, entre 12 a 17 anos, em cada município participante da iniciativa, que a partir das metodologias propostas discutem questões indispensáveis sobre seus direitos, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal. E para nós é essencial incluí-los nesse processo”, explica Ida Pietricovsky, especialista em Comunicação do UNICEF Brasil.

O #TeSaiCovid promoveu oficinas de educomunicação para os adolescentes e jovens que participam dos encontros, para incentivar a criatividade e capacitar os adolescentes. “O Instituto Peabiru, com apoio da Visão Mundial pelo Amazonas, é responsável por implementar a estratégia elaborada pelo UNICEF Brasil para promover, entre os adolescentes, a adoção de comportamentos de prevenção e controle da Covid-19, bem como motivar e reforçar seu papel como agentes de mudança para a promoção desses comportamentos com seus pares, familiares e comunidades”, afirma Cláudio Melo, gerente técnico de projetos do Instituto Peabiru.

Ida ressalta que o nome da campanha #TeSaiCovid é uma expressão típica da Região Norte, quando se quer que alguma coisa deixe de existir ou que saia de perto de quem a utiliza. “Te sai é uma expressão muito comum nos estados do Norte do Brasil e a campanha para prevenção e controle do coronavírus quer trabalhar aspectos locais importantes, em diálogo com adolescentes e suas comunidades”, explica.

Copiar o texto
05/07/2022 18:14h

Lançada pelo UNICEF e pelo Instituto Peabiru, segunda edição do #TeSaiCovid promoveu entre adolescentes a adoção de comportamentos de prevenção e controle da doença. Encontros resultaram na produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Confira primeiro spot

Baixar áudio

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Peabiru, lançou, em maio deste ano, a segunda edição do projeto #TeSaiCovid. A estratégia de mobilização promoveu entre adolescentes do Amazonas, do Pará e de Mato Grosso, diálogos sobre vivências no contexto da pandemia. 

E um dos resultados do #TeSaiCovid foi a produção de campanha de comunicação voltada para emissoras de rádio. Os jovens produziram quatro spots, gerados em oficinas de educomunicação. Esses áudios tratam sobre desinformação, medidas de prevenção e incentivo à vacinação. 

Neste conteúdo, você pode baixar o primeiro spot, com orientações sobre como identificar notícias falsas e como procurar fontes confiáveis de informações. A reprodução gratuita. Utilize na sua programação, nas suas redes ou no seu site.

#TeSaiCovid

A segunda edição da estratégia tem o objetivo de relembrar as práticas de prevenção da Covid-19 e promover medidas de controle. 

"Nessa oportunidade, estão os adolescentes participantes dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes (Nuca), uma rede plural, diversa e representativa de meninos e meninas que integram o Selo UNICEF. São espaços que também funcionam como mobilização e participação de, pelo menos, 16 adolescentes, entre 12 a 17 anos, em cada município participante da iniciativa, que a partir das metodologias propostas discutem questões indispensáveis sobre seus direitos, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal. E para nós é essencial incluí-los nesse processo”, explica Ida Pietricovsky, especialista em Comunicação do UNICEF Brasil.

O #TeSaiCovid promoveu oficinas de educomunicação para os adolescentes e jovens que participam dos encontros, para incentivar a criatividade e capacitar os adolescentes. “O Instituto Peabiru, com apoio da Visão Mundial pelo Amazonas, é responsável por implementar a estratégia elaborada pelo UNICEF Brasil para promover, entre os adolescentes, a adoção de comportamentos de prevenção e controle da Covid-19, bem como motivar e reforçar seu papel como agentes de mudança para a promoção desses comportamentos com seus pares, familiares e comunidades”, afirma Cláudio Melo, gerente técnico de projetos do Instituto Peabiru.

Ida ressalta que o nome da campanha #TeSaiCovid é uma expressão típica da Região Norte, quando se quer que alguma coisa deixe de existir ou que saia de perto de quem a utiliza. “Te sai é uma expressão muito comum nos estados do Norte do Brasil e a campanha para prevenção e controle do coronavírus quer trabalhar aspectos locais importantes, em diálogo com adolescentes e suas comunidades”, explica.

Copiar o texto
27/03/2022 19:10h

O UNICEF disponibiliza duas ferramentas para você avaliar se a sua escola está preparada para fazer o retorno seguro às salas de aula

Baixar áudio

Para envolver comunidades e gestores municipais na retomada segura de crianças e adolescentes às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da Unicef, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação.

Neste conteúdo, você pode baixar o terceiro spot, voltado para gestores de escola e comunidade escolar. 

O UNICEF disponibiliza duas ferramentas para você avaliar se a sua escola está preparada para fazer o retorno seguro às salas de aula. 

A primeira ferramenta é o formulário de autoavaliação. Você vai responder questões sobre as condições de acesso à água, higiene das mãos,  higiene menstrual, esgotamento sanitário, prevenção e controle de infecções. A segunda ferramenta é o checklist sobre a implementação de protocolos seguros nas escolas.

As duas ferramentas estão disponíveis AQUI.

Ajude a sua escola a voltar com segurança! A educação não vai parar. Escolas de portas abertas já!

Respostas à evasão escolar

O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou disponibilizados.

Instituto Peabiru

O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).

Copiar o texto
18/03/2022 13:15h

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Mato Grosso, mais de 70 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Baixar áudio

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Mato Grosso, mais de 70 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Para envolver comunidades e gestores municipais na retomada segura de crianças e adolescentes às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da Unicef, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação.

Neste conteúdo, você pode baixar o segundo spot, voltado para pais, mães e/ou responsáveis.

Mato Grosso

 


No Mato Grosso, mais de 70 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020. O número representa 10% desta população.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios durante a pandemia (PNAD covid).


Respostas à evasão escolar 

 


O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF, com 78 municípios mato-grossenses participantes, e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou disponibilizados.

Instituto Peabiru

 


O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).

Copiar o texto
18/03/2022 12:10h

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Pará, mais de 600 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Baixar áudio

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Pará, mais de 600 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Para envolver comunidades e gestores municipais na retomada segura de crianças e adolescentes às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da Unicef, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação.

Neste conteúdo, você pode baixar o segundo spot, voltado para pais, mães e/ou responsáveis.

Pará


No Pará, mais de 600 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020. O número representa 32% desta população. 

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios durante a pandemia (PNAD covid).

Respostas à evasão escolar 


O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF, com 124 municípios paraenses participantes, e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou disponibilizados.

Instituto Peabiru


O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).
 

Copiar o texto
18/03/2022 11:04h

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Amapá, mais de 70 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Baixar áudio

Para envolver comunidades e gestores municipais na retomada segura de crianças e adolescentes às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da Unicef, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação.

Neste conteúdo, você pode baixar o segundo spot, voltado para pais, mães e/ou responsáveis.

Amapá

 


No mês em que as escolas estão reabrindo suas portas para as atividades presenciais, a evasão e o abandono escolar ainda são fontes de preocupação para a gestão pública e sociedade civil. 

No Amapá, mais de 70 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020. O número representa 36% desta população e colocou o Amapá como o segundo estado brasileiro com o maior percentual de exclusão escolar naquele período. 

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios durante a pandemia (PNAD covid). 

Respostas à evasão escolar 


O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF, com 16 municípios amapaenses participantes, e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou disponibilizados.

Instituto Peabiru


O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).

Copiar o texto
18/03/2022 09:56h

Baixe e utilize o segundo spot da campanha para mobilizar gestores e comunidades para o retorno seguro de jovens às escolas. No Tocantins, 41 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Baixar áudio

Para envolver comunidades e gestores municipais na retomada segura de crianças e adolescentes às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da Unicef, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação.

Neste conteúdo, você pode baixar o segundo spot, voltado para pais, mães e/ou responsáveis.

Tocantins


No mês em que as escolas estão reabrindo suas portas para as atividades presenciais, a evasão e o abandono escolar ainda são fontes de preocupação para a gestão pública e sociedade civil. 

No Tocantins, 41 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios durante a pandemia (PNAD covid). 

Respostas à evasão escolar 


O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF, com  99 municípios tocantinenses participantes, e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou disponibilizados.

Instituto Peabiru


O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).
 

Copiar o texto
11/03/2022 11:30h

Baixe e utilize spot voltado para mobilização dos gestores e comunidades do seu municipio para o retorno seguro de jovens às escolas. No Tocantins, 41 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020

Baixar áudio

No mês em que as escolas estão reabrindo suas portas para as atividades presenciais, a evasão e o abandono escolar ainda são fontes de preocupação para a gestão pública e sociedade civil. 

No Tocantins, 41 mil crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, não frequentaram a escola em 2020.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios durante a pandemia (PNAD covid). 

Rádios

 


Para envolver gestores municipais e comunidades na retomada segura às aulas, o Instituto Peabiru, com o apoio da UNICEF, preparou três spots para emissoras de rádio. Esses áudios estão finalizados e prontos para divulgação. 

Comunicador, incentive o retorno seguro dos jovens às aulas e utilize esses spots na sua programação! Neste conteúdo, você pode baixar o primeiro spot, voltado aos pais, mães e/ou responsáveis pelas crianças.  

Respostas à evasão escolar 

 


O UNICEF mobiliza gestores municipais e comunidades para adoção de medidas necessárias que garantam o direito á educação para todos através de uma campanha de comunicação iniciada pelas redes sociais agora por outro veículo de comunicação, as rádios.   

Desde o início da pandemia, tem contribuído na resposta à covid-19. Neste momento em que muitas escolas reabrem suas portas para um novo ano letivo, as ações do UNICEF e parceiros continuam, a fim de assegurar a manutenção de atividades essenciais de forma segura para crianças e adolescentes. 

Entre as iniciativas estão estratégias como o Selo UNICEF, com  99 municípios tocantinenses
participantes, e a Busca Ativa Escolar, que atuam como ferramentas para fortalecimento das ações realizadas pelos gestores e técnicos municipais. Além desse aparato tecnológico, doações de insumos que vão desde materiais de higiene a estações de lavagens das mãos, cursos e ferramentas de autoavaliação das condições de água, higiene e saneamento nas
escolas e o incentivo à vacinação de funcionários e estudantes são distribuídos ou
disponibilizados.

Instituto Peabiru

 


O Instituto Peabiru é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, brasileira, fundada em 1998, que tem por missão fomentar o protagonismo de grupos sociais da Amazônia para a promoção do pleno acesso aos seus direitos fundamentais. Com sede em Belém, Estado do Pará, atua nacionalmente, especialmente no bioma Amazônia, com ênfase no Marajó, Nordeste Paraense e na Região Metropolitana de Belém (PA).

Copiar o texto
Brasil 61