Feriado

09/02/2024 19:50h

Expectativa da Infraero é de 118 mil passageiros nos dias de folia, já pelas estradas devem circular 3 milhões de foliões para os mais variados destinos

Baixar áudio

Dizem que o ano só começa depois do carnaval. A máxima popular pode até nem ser verdadeira, mas fato é que ele é um dos feriados mais esperados por grande parte dos brasileiros, em vários sentidos. Seja pelos que buscam diversão, ou por quem espera a data para ganhar mais dinheiro.

O economista e professor da FAAP de São Paulo Sillas Sousa diz que feriados, em geral, acabam atrapalhando a economia — principalmente o setor de serviços — que depende do comércio aberto para gerar riquezas. Mas no caso do feriado de carnaval, o resultado é sempre positivo, pois movimenta uma grande quantidade de setores — como turismo, bares, restaurantes, hotéis, por exemplo.

“Quando a gente analisa o todo da economia, ainda que um ou outro setor não tenha seu potencial atingido, porque ficou um ou outro dia parado, o que gerou de riqueza transações, comércio, prestação de serviços, ao longo e por causa do carnaval, com volume maior de turistas e de gente na rua, esse volume de dinheiro mais do que compensa — em termos macroeconômicos — a perda de um ou de outro setor.” 

Crescimento em terra e no ar

Nas estradas a expectativa é de que 3 milhões de passageiros circulem de ônibus durante o carnaval. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati), houve um aumento de 45% em relação a 2023. 

Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostram crescimento de 25% nas viagens rodoviárias — de carro ou ônibus — em 2023 com relação a 2022. Segundo Letícia Pineschi, conselheira da Abrati, a expectativa deste ano é de uma ampliação ainda maior. 

“Não só de viagens e passageiros embarcados, mas no leque de diversificação de serviço. hoje o que se sabe é que 17% da venda de assentos é feita para veículos com algum serviço premium — como o leito, cama, cabines individuais, Essa categoria de viagens vem crescendo muito.” 

Já quem escolhe o avião como meio de transporte nos dias de folia, precisa se preparar para o movimento extra. Segundo a Infraero, nos 14 principais aeroportos do país, são esperados 118 mil passageiros até a quarta-feira de cinzas nos 1.134 voos previstos.

Confira os destinos mais procurados:

  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Florianópolis (SC)
  • São Paulo (SP)
  • Recife (PE)
  • Salvador (BA)
  • Belo Horizonte (MG)

Dicas para garantir uma viagem tranquila

Para evitar problemas e garantir uma viagem tranquila, a Infraero recomenda que os passageiros cheguem aos aeroportos com pelo menos 1h30 de antecedência. Já para as viagens de ônibus a orientação é de 1h de antecipação. Os passageiros também devem verificar a documentação necessária para cada tipo de viagem.

Copiar o texto
06/02/2024 22:00h

Segundo especialistas, trabalhadores devem ficar atentos com o que diz a legislação local para não terem problemas com o emprego na hora de correr pra folia, Golpe do atestado médico falso também é muito perigoso

Baixar áudio

Entre blocos de rua, desfiles na avenida, confete, serpentina e a escolha de uma fantasia criativa o compromisso do folião com o seu  trabalho, na empresa, não pode ficar de fora do planejamento para o carnaval. Segundo especialistas, muitas pessoas se preocupam com os festejos e esquecem de um fator importante: carnaval não é feriado. “Nesse período é dispensado o trabalho apenas quando a legislação local determinar que o carnaval é feriado. Nos demais dias, o trabalho deve acontecer normalmente”, explica a advogada trabalhista Alice Lacerda.

Alice Lacerda acrescenta que, em casos mais graves, pode até acontecer uma demissão por justa causa. “A falta nesse período pode culminar numa justa causa se isso for uma conduta repetitiva do empregado. Então, se ele sempre falta sem justificativa, faltar no carnaval também por muitos dias pode sim culminar nessa penalidade que acaba sendo a mais severa de todas”, alerta.

A advogada Cristina Buchignani, que também atua com direito do trabalho, ainda é mais específica. “A segunda e a terça-feira de carnaval, tal qual a quarta-feira de cinzas, não são consideradas feriado por lei federal. Em alguns estados do Brasil, em pouquíssimos, na verdade, existe legislação específica sobre o tema, como, por exemplo, no Rio de Janeiro. Além disso, alguns instrumentos coletivos de trabalho prevêm que, nestes dias, não haverá expediente ou estipulam uma forma de compensação”, explica.

De acordo com advogado especializado na área trabalhista, Eduardo Felype Moraes, antes de se planejar para a festa, é preciso se assegurar que vai ter direito à folga para não sofrer qualquer tipo de consequência. “Quando o empregado falta o trabalho sem justificativa, ele está sujeito a um desconto da sua jornada de trabalho. Além disso, ele pode sofrer uma advertência ou suspensão”, pontua. 

Foliões que não perdem o carnaval

O publicitário Paulo Henrique Freitas, de 30 anos, mora no Rio de Janeiro, e conta que o carnaval é o momento mais esperado do ano. Para ele, vale negociar uma folga na empresa para não perder as comemorações.

“Muitas vezes eu tive que fazer malabarismo com as minhas demandas para aproveitar o máximo na melhor época do ano, que é o carnaval. E trabalhar com comunicação não permite isso, né? A gente consegue programar uma semana inteira para aproveitar sem pensar no trabalho e curtir a folia de melhor jeito possível”, relata.

E não é só o Paulo que faz “malabarismos”. O analista de relações governamentais Woolley Ribeiro (28), morador de Brasília, revela que usou alguns “truques” para pular carnaval durante o trabalho.

“Tinha conseguido um atestado falso e coloquei esse atestado. Quando eu chego lá no bloco, quem eu encontro? Meu chefe! Não fui demitido dessa vez, mas aprendi a lição que falar a verdade é sempre mais tranquilo — e, desde então, sempre preferi me organizar pra tirar férias ou conseguir negociar uma folga”, relata.

Para Wooley Ribeiro a situação terminou bem. Mas a advogada trabalhista Alice Lacerda, diz que nem sempre é assim e o final pode não ser tão bom em alguns casos.

“É comum, embora não seja moral nem ético, que o empregado apresente atestado médico nesse período de carnaval para justificar ausência. E aí ele aproveita para poder viajar, pular o carnaval e tudo mais. Nesses casos, a gente tem ali configurada a hipótese de uma demissão por justa causa, porque ele está mentindo num documento para poder aproveitar de alguma forma esse período que não é feriado. Isso pode gerar uma justa causa— e infelizmente é mais comum do que deveria ser”, lamenta.
 

Copiar o texto
26/12/2023 14:40h

Dia da Consciência Negra se torna feriado nacional

Baixar áudio

O ano de 2024 no Brasil conta com um dia de folga a mais no calendário. O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, em 20 de novembro, tornou-se feriado nacional na última quinta-feira (20), após a Lei 14.759 ser sancionada pelo presidente Lula. 

A data já era feriado estadual e municipal em diferentes lugares do país —  como em Brasília —   e faz referência ao dia da morte de Zumbi, o líder do Quilombo dos Palmares, reconhecendo a importância da luta contra o racismo, nos dias atuais, inclusive.

O calendário de 2024 contará três feriadões  —  os feriados prolongados. Começa pelo Dia da Confraternização Universal (1º de janeiro), que cairá em uma segunda-feira. O segundo é o da Sexta-Feira Santa, em 29 de março, quando se comemora a Páscoa, no domingo seguinte. 

E o último só em novembro, na data da Proclamação da República, dia 15, que cairá em uma sexta-feira. 

Para muitos o período do Carnaval também é de folga, mas a data é considerada ponto facultativo. Neste ano a comemoração será no meio do mês de fevereiro e varia de acordo com cada cidade, mas os dias 12 e 13, segunda e terça-feira, são pontos facultativos. 

Confira a lista:

Feriados nacionais em 2024:

  • 1° de janeiro: Confraternização Universal (segunda-feira);
  • 29 de março: Sexta-Feira Santa/Paixão de Cristo (sexta-feira);
  • 21 de abril: Tiradentes (domingo);
  • 1º de maio: Dia Mundial do Trabalho (quarta-feira);
  • 7 de setembro: Independência do Brasil (sábado);
  • 12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (sábado);
  • 2 de novembro: Finados (sábado);
  • 15 de novembro: Proclamação da República (sexta-feira);
  • 20 de Novembro: Consciência Negra (quarta-feira)
  • 25 de dezembro: Natal (quarta-feira).

Pontos facultativos em 2024:

  • 12 de fevereiro: Carnaval (segunda-feira);
  • 13 de fevereiro: Carnaval (terça-feira);
  • 14 de fevereiro: Quarta-Feira de Cinzas (quarta-feira);
  • 30 de maio: Corpus Christi (quinta-feira);
  • 28 de outubro: Dia do Servidor Público (segunda-feira).

Além dos feriados nacionais, as cidades também contam com feriados específicos. Confira  o caso de algumas capitais:

Brasília

  • 21 de abril (domingo) - Aniversário da cidade
  • 30 de novembro (sábado) - Dia do Evangélico

São Paulo

  • 25 de janeiro (quinta-feira) - aniversário da cidade
  • 9 de julho (terça-feira) - Dia da Revolução Constitucionalista 

Rio de Janeiro

  • 23 de abril (terça-feira) - Dia de São Jorge

Salvador 

  • 24 de junho (segunda-feira) - Dia de São João
  • 2 de julho (terça-feira) - Independência do estado da Bahia

Rio Branco

  • 20 de janeiro (sábado) - Dia do Católico
  • 25 de janeiro (quinta-feira) - Dia do Evangélico
  • 15 de junho (sábado) - Aniversário do estado do Acre
  • 5 de setembro (quinta-feira) - Dia da Amazônia
  • 17 de novembro (domingo) - Tratado de Petrópolis

Belo Horizonte

  • 15 de agosto (quinta-feira) - Dia de Nossa Senhora da Boa Viagem cairá 
  • 8 de dezembro (quinta-feira) - Dia de Nossa Senhora da Conceição

Porto Alegre

  • 2 de fevereiro (sexta-feira) - Dia da Nossa Senhora dos Navegantes

Manaus 

  • 5 de setembro (quinta-feira) - Aniversário do estado do Amazonas
  • 24 de outubro (quinta-feira) - Aniversário de Manaus 
Copiar o texto
23/12/2023 20:00h

Embriaguez ao volante é uma das principais preocupações para os feriados

Baixar áudio

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alerta para a importância da utilização de itens de segurança para quem pretende viajar nos feriados de Natal e Ano Novo. Com as festividades, o número de viagens por rodovias tende a aumentar e os acidentes também. A operação da PRF para garantir mais segurança nas vias federais no Natal começou na última sexta-feira (22). Para o Ano Novo, a operação vai começar no dia 29, com intensificação da fiscalização e atividades preventivas nas rodovias.

O chefe da comunicação da PRF no estado de Goiás, Newton Morais, afirma que um dos principais problemas em períodos de festividade é a embriaguez ao volante. 

“A preocupação da polícia é fazer com que os viajantes estejam na estrada livre da embriaguez e, acima de tudo, evitando acidentes. O caso da embriaguez alcoólica preocupa porque praticamente todo mundo viaja. Infelizmente a gente tem números preocupantes. As pessoas alcoolizadas têm um comportamento diferenciado e a preocupação é exatamente essa: evitar acidentes e mortes”, pontua.

De acordo com a PRF, os policiais envolvidos nas operações de fim de ano vão orientar os motoristas a utilizarem cinto de segurança, capacete e que crianças sejam transportadas com segurança — nas cadeirinhas.  A PRF também destaca que o não uso dos itens são infrações graves e gravíssimas. Newton Morais recomenda algumas outras medidas de segurança.

“Para quem está na estrada, a orientação é: esteja com o carro em perfeitas condições — principalmente pneus, suspensão, parte elétrica.  Lembrando que as viagens noturnas devem ser evitadas. Para as viagens longas, parar a cada duas horas, descer todo mundo do carro, descansar. E sempre lembrando: respeitar o que a legislação cobra”, orienta. 

Outras dicas para viajar em segurança, segundo a PRF

  • Descanse antes de viajar
  • Faça revisão no veículo
  • Verifique as condições meteorológicas no trajeto
  • Não ultrapasse em local proibido
  • Respeite os limites de velocidade
  • Não consuma bebida alcoólica antes de dirigir
  • Não fale ao celular enquanto dirige
  • Respeite as normas de trânsito

Volume de vendas do Natal deve somar cerca de R$ 69 bilhões em 2023; estima CNC
 

Copiar o texto
29/10/2023 18:00h

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, as chuvas devem ocorrer principalmente nas regiões Centro-oeste, Sudeste e sSul

Baixar áudio

O Dia de Finados (2) será marcado por chuvas em boa parte do país. Segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), na semana do feriado há probabilidade de precipitações nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, podendo ultrapassar 60 milímetros. Já para a região Nordeste e parte da região Norte, a tendência é de tempo quente, com temperaturas que podem chegar a 40°C no Maranhão, Piauí e Bahia. Em parte do Amazonas, Roraima e Pará são previstas chuvas em forma de pancadas, acima de 60 milímetros.

“A semana deve ser bastante instável. O tempo com bastante nebulosidade e condições novamente para temporais que se espalham nos estados do Sul do Brasil. Então na semana a preocupação deve ser esta: condição para a chuva que persiste inclusive na quinta-feira, feriado de Finados. Também teremos chuvas em forma de pancadas tanto na região central quanto na região sudeste do Brasil. Em áreas do Mato do Grosso do Sul, São Paulo, centro-sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro. No Dia de Finados, as chuvas estão mais localizadas entre Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso e em áreas do norte do Brasil”, explica o meteorologista do instituto, Olivio Bahia.

Conforme o meteorologista, a intensidade das chuvas pode provocar impactos nas áreas que forem atingidas.

“As chuvas podem vir acompanhadas de raios e rajadas de vento que podem superar 60 km/h, até 80 km/h. Então, há risco de queda de galhos, risco de interrupção de fornecimento de energia elétrica. Em função disso, parte do território brasileiro está sob a condição para aviso de tempo severo. No sul do Brasil, principalmente porque já choveu bastante por lá, então o risco de deslizamento e transbordamento de córregos e rios é maior”, destaca.

Olívio Bahia ainda alerta para os cuidados que a população deve tomar em caso de tempestades.

“Primeiramente, sempre ficar atento aos novos boletins de previsão de tempo, especialmente aos comunicados das defesas civis das suas cidades. Não tendo isso no momento da chuva, se abrigar num local seguro: dentro de uma casa ou mesmo um prédio, evitar se abrigar embaixo de árvores, estruturas metálicas, já que há risco de queda de galhos de árvores em função do vento e risco também de queda de raios. Evitar também atender o telefone ou usar o telefone conectado ao cabo de energia”, alerta.

Segundo o Inmet, a partir de novembro, o volume de chuvas no país deve se intensificar e se estender até o final de abril. O padrão de chuvas desse período está associado ao fator calor. Com a combinação da temperatura elevada e a alta umidade do ar, nuvens associadas aos raios, granizo e vendavais se formam, causando as precipitações.
 

Copiar o texto
11/10/2023 21:30h

Bancos, INSS e Detran não funcionam no feriado. Shoppings e comércio de rua mudam os horários de funcionamento

Baixar áudio

O Dia de Nossa Senhora Aparecida — padroeira do Brasil — celebrado nesta quinta-feira (12)  é feriado nacional e impacta o funcionamento de serviços no Distrito Federal. Os bancos e as lotéricas, por exemplo, não abrem, já o transporte público e o comércio tem horário diferenciado.

Confira o que abre e fecha

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) as agências bancárias não estarão abertas para atendimento presencial ao público no feriado. Como alternativa, a instituição indica aos clientes o uso de “canais digitais e remotos dos bancos, como sites e aplicativo, para a realização de transferências e pagamento de contas nos dias em que não houver expediente nas agências”. Na sexta-feira (13) o atendimento ao público nas agências ocorre normalmente.

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também estarão fechadas. A orientação para os cidadãos que precisam buscar informações ou agendar serviços o façam pelo site ou aplicativo “Meu INSS”, ou por meio da Central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h, horário de Brasília.

Na quinta-feira, as linhas de ônibus vão seguir os horários de domingo. Na sexta a operação será normal. Já o metrô na Estação Central, haverá embarque e desembarque das 7h às 21h; e nas demais estações, o embarque e desembarque será das 7h às 19h. Já das 19h às 21h, funcionarão apenas para desembarque.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), as forças de segurança e Defesa Civil nos dias 12 e 13 funcionarão em regime de plantão. O Corpo de Bombeiros funcionará em regime de escala de 24 horas, sem interrupção, atendendo a emergências. Não haverá atendimento ao público nas unidades do Detran-DF. Já os serviços online, disponíveis por meio do aplicativo Detran Digital e do Portal de Serviços do Detran-DF, funcionarão normalmente.

Conforme a Secretaria de Saúde (SES-DF), haverá alteração de serviços apenas no dia 12. As emergências dos hospitais regionais, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e a Casa de Parto de São Sebastião atendem de forma ininterrupta. O Samu também atende 24 horas, pelo telefone 192. Também não haverá vacinação na quinta-feira.

A Fecomércio-DF informou que no feriado o comércio varejista ligado às bases do Sindigêneros-DF, do Sindióptica-DF e do Sindipel-DF estão autorizados a funcionar. Os supermercados estão autorizados a abrir e o funcionamento vai depender de cada estabelecimento. As farmácias, os bares e restaurantes da cidade estarão abertos.

Já o Sindivarejista-DF informou que o comércio de rua e de shoppings ligados à sua base estão autorizados a funcionar normalmente. Shoppings funcionam em horário especial na quinta-feira. A indicação é que os clientes acessem os sites e dos shoppings e lojas para checar o horário de funcionamento específico de cada um. Na sexta-feira (13) o funcionamento será normal.

Impacto do Feriado no Comércio

Com o feriado prolongado, as pessoas podem aproveitam a oportunidade para emendar uma viagem sem precisar tirar férias. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) os feriados de 2023 devem movimentar R$ 74,3 bilhões no turismo. Por outro lado, o comércio pode ter queda de rentabilidade anual de até 1,29%. O que pode gerar um prejuízo de R$ 2,46 bilhões de reais no setor neste ano, como explica o economista da CNC responsável pelo estudo, Fabio Bentes.

“Os feriados nacionais, especialmente os feriados prolongados, não costumam provocar efeitos positivos para a maioria dos setores econômicos. A indústria, principalmente até mesmo os setores do comércio costumam ter um nível de atividade mais fraco durante dias de feriados, mas para o setor de turismo, que foi o setor que mais sofreu com a pandemia, o efeito costuma ser positivo”, destaca.

Segundo o economista, cada feriado com ponto facultativo tende a injetar no setor de turismo 2,1%. “Isso significa, por exemplo, uma injeção de R$ 48 bilhões no setor. Isso equivale a aproximadamente a 40 dias de faturamento. Ou seja, se a gente pegar os 3 feriados nacionais deste fim de 2023, cada feriado vai injetar mais de R$ 10 bilhões de reais no setor de turismo. Os setores que mais se beneficiam costumam ser o segmento de alimentação e de transportes. Também o segmento de hospedagem”, ressalta.

Bentes ainda destaca que o aquecimento do setor de turismo deve gerar um volume significativo de empregos temporários. “Só o setor de hospedagem em restaurantes deve gerar entre setembro e novembro deste ano 63 mil vagas. O setor de transportes também faz parte do grupo de atividades características do turismo com mais 17 mil vagas e atividades culturais com 5,3 mil vagas. Então, é um período de oportunidades para quem está empregado no setor ou para quem está querendo trabalhar no setor”, afirma.

Ainda segundo levantamento da CNC, na reta final de 2023, o setor de alimentação deve ter um acréscimo de receitas de R$ 21,9 bilhões. Logo em seguida vem o setor de transporte, com R$ 7,9 bilhões e o setor de hospedagem, com R$ 5,8 bilhões.
 

Copiar o texto
07/09/2023 01:10h

Tempo seco e abafado, com altas temperaturas, é a condição prevista na maior parte do país nos próximos dias. Frente fria no Sul pode provocar chuvas e até temporais no Rio Grande do Sul

Baixar áudio

Boa parte do país terá tempo seco e abafado no feriado da Independência do  Brasil. No Nordeste e Norte os termômetros podem registrar 38º no Piauí e em Roraima; já no Sul o avanço de uma frente fria —  em especial no Rio Grande do Sul e em parte de Santa Catarina —  pode provocar chuvas fortes, com a possibilidade de temporais. As informações são do Instituto Nacional  de Meteorologia.

Curitiba registra a maior diferença entre máxima e mínima no sul do país nesta quinta-feira (7), podendo variar entre 12º e 27º. O meteorologista Cleber Souza, do Inmet, ressalta a condição da Região Sul. “No Paraná e em Santa Catarina mais chuvas isoladas; principalmente o Rio Grande do Sul tem previsão de temporal”, alertou. 

Em alerta publicado no site, o Instituto de Meteorologia lista dezenas de municípios que podem ser afetados na região metropolitana de Porto Alegre e também nas regiões sudoeste, noroeste, sudeste e central do Rio Grande do Sul, entre eles Pelotas, Santo Antônio das Missões, Cachoeira do Sul e Chuí. O Inmet orienta a população das regiões afetadas pelas tempestades a não se abrigar debaixo de árvores por causa do risco de queda e descargas elétricas. E também recomenda que veículos não sejam estacionados próximos às torres de transmissão e placas de propaganda. 

No Sudeste uma massa  de ar seco ganha força, e as temperaturas estarão elevadas no feriado. A mínima da região nos próximos dias acontece em Belo Horizonte, que pode registrar 13º na sexta-feira (8), e a máxima prevista deve ocorrer na capital do Rio de Janeiro, com previsão de 33º, no sábado. Podem acontecer chuvas fracas e passageiras na faixa litorânea de São Paulo e Rio de Janeiro.

Quem mora no Centro-Oeste também enfrenta uma massa de ar seco. E não há previsão  de chuvas significativas na região. Apenas áreas do Mato Grosso e Mato Grosso do  Sul podem registrar pancadas isoladas, causadas pela associação entre calor e alta umidade. Cuiabá registra a maior máxima entre as capitais da região para os próximos dias, podendo atingir 41º no domingo (10). A mínima esperada na região pelos próximos dias é 16°, em Brasília, também no domingo (10).

Chuvas no litoral nordestino

Massa de ar seco também no Nordeste. Não há previsão de chuvas significativas no interior, mas a alta temperatura e a umidade do litoral podem provocar pancadas de chuva na faixa litorânea —  desde a Bahia, na região de Salvador, até o Rio Grande do Norte. Dentre as  capitais do estado, Teresina enfrenta a maior temperatura, com previsão de 38º sexta (8), sábado (9) e domingo (10). A mínima, 21º, é esperada em Maceió na sexta-feira (8) e também  no domingo (10).

No interior, a baixa umidade deve afetar alguns estados do Norte e Nordeste, como detalha o meteorologista Cleber Souza. “A baixa umidade fica mais restrita a áreas do Tocantins e sudoeste do Pará. Na região Nordeste fica praticamente ali no Maranhão, Piauí, interior da Bahia e Pernambuco, que a umidade fica baixa”, alerta.

Calor e tempo abafado é o que o norte do país deve registrar nos próximos dias, segundo o Inmet. Pode chover no norte do Amazonas e em Roraima, por causa da junção das altas temperaturas e da alta umidade. Entre as capitais, a  mínima esperada na região é de 21º em Porto Velho, na sexta-feira (8) e no sábado (9). E  a máxima é aguardada em Boa Vista, onde na quinta-feira (7) os termômetros podem registrar 38 graus.

Copiar o texto
06/09/2023 02:36h

Expectativa da Infraero é receber 682,5 mil passageiros entre quarta (6) e segunda-feira (11) e os orienta a chegarem com antecedência. PRF espera aumento de fluxo nas rodovias federais e recomenda que motoristas revisem os veículos

Baixar áudio

Aeroportos e rodovias esperam um aumento de fluxo de passageiros no feriado desta quinta-feira, dia 7 de setembro, Dia da Independência. A Infraero informou que os 20 aeroportos de sua rede com voos comerciais regulares  devem receber,  entre quarta (6) e segunda-feira (11), 682,5 mil passageiros. Estão previstos 5.449 voos no período, entre pousos e decolagens.

A expectativa é que a maior movimentação ocorra na quarta-feira, com 140,5 mil passageiros, e na segunda-feira, com 139,7 mil passageiros. Em cada um dos dias a previsão é 1.121 voos nos aeroportos da Rede Infraero. Para quem vai pegar voos nacionais, a recomendação é chegar com 1h30 de antecedência, já para voos internacionais a orientação é chegar 3h antes do horário do voo.

O agente de viagens Fábio Oliveira, da Diversos Destinos, no Distrito Federal, contou que a expectativa do setor era aumentar em cerca de 25% as vendas para a data, mas que isso não se concretizou —  e a procura de pacotes para o feriado não foi tão relevante quanto esperado. O agente de viagens orienta os passageiros que se dirijam ao aeroporto com antecedência para  evitar imprevistos, como o atraso que pode levar à perda do voo. “Todos nós sabemos que nos  feriados os aeroportos ficam cheios. Entãos temos que nos precaver para não perder voo, porque a perda do voo em feriados é um processo bem difícil para depois você reaver um outro voo, em cima da hora”, advertiu.

Cuidados nas estradas

Em todo o país, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza a Operação Independência do Brasil 2023, que irá intensificar a fiscalização em rodovias federais, especialmente nos trechos com maior índice de acidentes. A PRF espera um  aumento significativo no fluxo de veículos nas rodovias por causa do feriado prolongado.

O coordenador de Prevenção e Atendimento de Acidentes da  PRF, Paulo Guedes, explica que o ideal é fazer uma revisão completa no veículo antes de pegar a estrada. Ele enumera quais os principais itens que devem ser observados. 

“Verificar principalmente os freios desse veículo, os equipamentos obrigatórios, ver se estão todos funcionando as setas, o farol. Verificar o nível de combustível, se você tem combustível suficiente para sua viagem, verificar a correia dentada do veículo, para que não tenha problema mecânico no meio do caminho. As condições do pneu são importantes demais, o pneu em bom estado de conservação —  principalmente se o lugar para onde for viajar tiver chuva”, destaca. 

A PRF ainda orienta os motoristas que planejem a rota. E façam paradas durante o percurso, evitem deslocamento noturno, respeitem a sinalização. Alerta também sobre o cuidado  necessário ao ultrapassar e respeitem os limites de velocidade. 
 

Copiar o texto
29/04/2023 17:45h

Feriados prolongados e pontos facultativos devem injetar R$ 74,3 bilhões no Turismo brasileiro este ano. Por outro lado, cada feriado reduz a rentabilidade anual média do setor comercial como um todo em 1,29%

Baixar áudio

Entre o último dia 28 de abril e o dia 2 de maio, a Rede Infraero espera receber 662,5 mil passageiros em voos comerciais regulares em seus 21 aeroportos, devido ao feriado prolongado do Dia do Trabalhador. A estimativa é de que a terça-feira (2) seja um dos dias mais movimentados, com 157,9 mil passageiros e 1.196 voos.

Segundo o economista Aurélio Trancoso, essa projeção é uma indicação de que setores como turismo e transporte estão entre os que mais se beneficiam com os feriados prolongados. “Cidades turísticas também se favorecem com esse feriado prolongado. Tem pacotes que são feitos para cidades turísticas, então o setor de transporte, que seria a área de aviação, também ganha com isso. Então, a economia não para”, pontua.

Confira abaixo as estimativas de movimentação nos aeroportos

Em 2023, dos nove feriados nacionais, quatro caem em segundas ou sextas-feiras e, portanto, emendam com o final de semana. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), os feriados prolongados e pontos facultativos devem injetar R$ 74,3 bilhões no Turismo brasileiro este ano.

Bom para uns e não tão bom para outros. As entidades ligadas ao comércio apontam queda nas vendas por conta dos feriados. Pelas contas da CNC, cada feriado reduz a rentabilidade anual média do setor comercial como um todo em 1,29%. Cada feriado em dias comerciais gera um prejuízo de R$ 2,46 bilhões ao varejo.

Para Trancoso, nos feriados que acontecem em dias de semana e nos prolongados, o que ocorre é o deslocamento de consumo para determinados setores ou nichos da economia.

“O varejo realmente é afetado, mas não necessariamente como um todo. Como você tem os shoppings abertos normalmente, as lojas de shoppings funcionam. Então, parte do varejo tem alguns problemas que você acaba perdendo venda. E quando é prolongado, você tem o sábado, domingo e segunda-feira, você está perdendo um dia normalmente. Em contrapartida, tem a área turística que ganha muito com isso. Os bares, restaurantes, a parte de alimentos e bebidas são muito procurados nesse momento. Você perde de um lado, mas ganha de outro”, explica.
 

Copiar o texto
23/04/2023 16:05h

Para quem ainda deseja esticar o descanso nas regiões litorâneas, o tempo permanece estável e sem chuvas

Baixar áudio

Quem viajou e vai aproveitar este domingo (23) para retornar para casa, pelas estradas do país, após o feriadão de Tiradentes, deve tomar alguns cuidados. A cautela ao volante se justifica principalmente em virtude do  tempo chuvoso, instável, que deve predominar em alguns estados do Brasil.

Além disso, o feriado da última sexta-feira (21)  apresentou  uma grande movimentação nas principais estradas e rodovias. As autoridades de trânsito recomendam agora aos motoristas trafegarem com velocidade moderada e com redobrada atençã, sobretudo  quando estiverem sob chuvas, enfrentando estradas sinuosas ou bem movimentadas. 

Confira como ficará o tempo neste  domingo, final do feriadão 

Região Norte: 

A previsão para o Brasil neste domingo para a região Norte é de céu com muitas nuvens em todos os estados da região. Podem ocorrer  chuvas significativas principalmente no Amazonas,  Pará e em Roraima. Essas pancadas de chuva podem ser localmente fortes e acompanhadas de trovoadas e rajadas de ventos. 

Região Nordeste: 

Para a região Nordeste, uma massa de ar seco atua em grande parte da região e as chuvas só ocorrem  praticamente no norte do Maranhão e na faixa sul da Bahia, em virtude de uma frente fria que está próxima ao litoral do sul baiano, com chuvas significativas no local.

Região Sudeste: 

Já na região Sudeste, as chuvas ocorrem principalmente no Espírito Santo e em parte de Minas Gerais. Nas demais áreas da região Sudeste o tempo fica estável e não há previsão de chuvas. 

Região Sul: 

No sul, uma massa de ar seco atua em parte da região mantendo o tempo estável, mas uma frente fria já se aproxima do Rio Grande do Sul e deve provocar chuvas significativas ao longo deste domingo. 

Região Centro-Oeste: 

Na região Centro-oeste, as pancadas de chuva  ocorrem principalmente em Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal. As pancadas  de chuva podem ser localmente fortes. No Mato Grosso do Sul o tempo fica estável e seco.

Mas quem está aproveitando as regiões litorâneas do país podem ficar mais  tranquilos. Segundo o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) Mamede Melo, o clima em grande parte do litoral brasileiro ficará estável durante o domingo.  

“A previsão para este domingo em boa parte do litoral brasileiro é de tempo estável.As chuvas devem ocorrer com menor frequência. A exceção fica no Espírito Santo e na Bahia que podem ter chuvas volumosas ao longo desse domingo”, afirmou o meteorologista. 


 

Copiar o texto