Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o usuário realize o login no site do Brasil 61 - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Política de privacidade

Nós do Brasil 61 coletamos e usamos alguns dados dos nossos leitores com o intuito de melhorar e adaptar nossas plataformas e nossos produtos. Para isso, agimos conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018) e nos esforçamos para sermos transparentes em todas nossas atividades.

Para podermos oferecer melhores serviços e veicular peças publicitárias de nossos anunciantes, precisamos conhecer certas informações dos nossos usuários.

COMO O BRASIL 61 COLETA SEUS DADOS

– Quando você se cadastra e cria um usuário no Brasil 61

Quando você entra no nosso site, fornece informações (dados) para a criação do usuário. Estes dados são usados para orientar a estratégia do Brasil 61 e o desenvolvimento de novos serviços e/ou produtos. Essas informações são fornecidas voluntariamente por você leitor e não são compartilhadas com nenhum terceiro.

– Quando você acessa o site do Brasil 61 (www.brasil61.com.br) ou abre uma de nossas newsletters enviadas por e-mail

O Brasil 61 usa tecnologias como cookies e pixel tags para entender como é a sua interação com as nossas plataformas. Esses dados permitem saber, por exemplo, de que dispositivo você acessa o site ou em que links você clicou e quanto tempo permaneceu lendo as notícias. 

COMO O BRASIL 61 USA OS SEUS DADOS

Nós, do Brasil 61, usamos seus dados sempre com a principal intenção de melhorar, desenvolver e viabilizar nossos próprios produtos e serviços a você leitor.

Seus dados são sempre analisados de forma não individualizada, mesmo os que são fornecidos vinculados seu nome ou ao seu endereço de e-mail. 

Os dados em conjunto são analisados para criar relatórios estatísticos de audiência sobre as páginas, textos e meios de acesso ao site e às newsletters. 

Esses relatórios são compartilhados com nossos anunciantes e patrocinadores e servem para modelar estratégias e campanhas institucionais.

As informações que você fornece durante a criação do cadastro do seu usuário no Brasil 61 são utilizadas para a formulação de estratégia comercial e desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços.

Essas informações individualizadas podem ser usadas pelo Brasil 61 para o envio de campanhas comerciais e divulgação de serviços e/ou produtos próprios. Não são compartilhadas com nenhum terceiro.

As informações captadas por meio de cookies e pixel tags são usadas em relatórios internos de monitoramento da audiência e também em relatórios para os anunciantes verificarem a efetividade de suas campanhas. Essas informações não estão vinculadas a nome ou e-mail dos leitores e são sempre avaliadas de forma não individualizada.

O Brasil 61 compartilha informações captadas por meio de cookies e pixel tags com terceiros, como anunciantes, plataformas de redes sociais e provedores de serviço – por exemplo, o serviço de envio de e-mails. O Brasil 61 também em seu site cookies de terceiros que captam informações diretamente do usuário, de acordo com suas próprias políticas de privacidade e uso de dados. 

O QUE O BRASIL 61 NÃO FAZ COM SEUS DADOS

– Não monitoramos ou coletamos dados de páginas que não pertencem ao Brasil 61.
– Não compartilhamos ou vendemos para terceiros nenhuma informação identificável.

O QUE VOCÊ PODE FAZER SE NÃO QUISER MAIS QUE SEUS DADOS SEJAM USADOS PELO BRASIL 61

– Caso não queira que o Brasil 61 use nenhum tipo de cookies, altere as configurações do seu navegador. Nesse caso, a exibição de anúncios e mensagens importantes do Brasil 61 e de nossos anunciantes pode ser prejudicada.

– Caso queira deixar de receber algum newsletter ou e-mail de alertas de notícias, basta clicar em “Unsubscribe”, na parte de baixo do e-mail enviado pelo Brasil 61. 

– Caso queira excluir seu usuário e apagar seus dados individuais da base do Brasil 61, basta enviar um e-mail para: privacidade@brasil61.com

 Última atualização: 24 de dezembro de 2020 

27/07/2021 11:30h

Confira nesta edição do Dr. Ajuda quais são os sintomas, fatores de risco e o que deve ser evitado, com as informações do pediatra Julio C. C. L. Filho.

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você conhece alguma criança que tem Bronquiolite? Você sabe o que isso significa? Sabe reconhecer esse problema? 

A Bronquiolite é uma inflamação nos bronquíolos dos pulmões. Na maioria das vezes, o principal causador é um vírus chamado Vírus Sincicial Respiratório. A Bronquiolite geralmente ocorre em crianças de até dois anos de vida.

Descubra mais sobre os sintomas no Dr Ajuda com a Pediatra Dr. Julio Leal Filho.

Os sintomas se parecem muito com os de um resfriado comum, como tosse, nariz entupido, coriza, febre, irritabilidade em bebês pequenos e recusa alimentar.

Alguns sintomas mais graves: 

Dificuldade para respirar: bebê fazendo força para respirar

Interromper a ingestão de líquidos: a criança pára de beber água para respirar

  • Sonolência excessiva
  • Cianose (cor roxa nos lábios e/ou dedos)

O que fazer para diminuir os sintomas?

  • Lavar as mãos com água e sabão e uso de álcool gel
  • Evitar contato com a fumaça do cigarro
  • Vacinação para Influenza (Gripe) nas crianças acima de 6 meses de vida

Caso suspeite que o seu filho esteja com Bronquiolite, procure um médico Pediatra.

Para saber mais, assista ao vídeo de bronquiolite no Canal Dr. Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
22/07/2021 11:30h

Nesta edição do Dr. Ajuda, a Infectologista, Dra. Helena Rangel CRM 115186, traz informações importantes sobre essa doença tão frequente no Brasil.

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você conhece alguém que tem ou teve Tuberculose? Sabe quando suspeitar desse problema tão frequente no Brasil? Nem todos sabem, mas ainda existe uma epidemia de tuberculose no Brasil e em muitos países no mundo.

Descubra com o Dr Ajuda outras informações sobre tuberculose. A infectologista Helena Esper dá mais detalhes dessa doença. 

Quando você deve suspeitar que tem tuberculose?

Os principais sintomas são: 

  • tosse prolongada que dura mais de 3 semanas. Essa tosse pode ser seca ou com catarro e, nos casos mais avançados ter pus ou sangue.
  • cansaço excessivo e indisposição
  • rouquidão
  • perda de peso sem o desejo de perder, ou seja, não está fazendo nenhuma dieta e mesmo assim está emagrecendo.

Outro aspecto importante é a exposição, você pode ter pego a doença? Sabe se teve contato com alguém com a doença?

Quando uma pessoa com tuberculose tosse, espirra ou fala em voz alta ele expele essas bactérias junto a gotículas que se espalham no ar. 
Se você inalar essas gotículas pode ter o que chamamos de infecção tuberculosa. Essa transmissão é bem fácil de ocorrer.

Essa doença tem remédio! Tem cura! 

Por isso fique atento aos sintomas, se teve contato com alguém com tosse crônica e se tem os fatores de risco. Na suspeita de tuberculose não deixe de procurar um médico que pode ser um Infectologista, um Pneumologista ou um Clinico Geral. 

Para saber mais, assista ao vídeo sobre Tuberculose do canal do Dr. Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
20/07/2021 04:30h

O transtorno obsessivo compulsivo é um transtorno mental grave, que, quando não tratado, traz diversos prejuízos à qualidade de vida e pode se tornar incapacitante

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você conhece alguém que tem várias manias, é perfeccionista e metódico? Será que essa pessoa tem Transtorno obsessivo compulsivo ou TOC? 

Muitas pessoas gostam de ter os documentos alinhados, os objetos em simetria, tem seus pequenos rituais diários na hora do banho ou para sair de casa. É o que as pessoas popularmente chamam de “manias”. 

Por outro lado, o transtorno obsessivo compulsivo é um transtorno mental grave, que, quando não tratado, traz diversos prejuízos à qualidade de vida e pode se tornar incapacitante. 

Descubra mais sobre os sintomas do TOC com a Psiquiatra Dra. Karina Calderoni.

O TOC tipicamente se caracteriza pela presença de obsessões e/ou compulsões. Obsessões são pensamentos repetitivos e indesejáveis que invadem a consciência contra a vontade da pessoa. 

Alguns exemplos de obsessões:

  • Medos de contaminação e a preocupação com germes e sujeira 
  • Preocupação com que as coisas estejam alinhadas e simétricas ou no lugar “certo” 
  • Dúvidas sobre a possibilidade de falhas e a necessidade de verificar várias vezes para ter certeza. Por exemplo: será que eu tranquei a porta, será que desliguei o gás, será que eu fechei a janela?

Compulsões são comportamentos repetitivos ou atos mentais que a pessoa se sente obrigada a realizar ou sente que algo de terrível pode acontecer. 

Algumas compulsões:

  • Alinhar os objetos para que fiquem na posição “certa” de acordo com critérios
  • Repetições diversas: tocar, bater de leve, estalar os dedos, sentar e levantar um certo número de vezes 

Se você se identificou com os sintomas e acha que pode ter TOC, procure um médico psiquiatra. 

Para saber mais, assista ao vídeo de TOC do Canal Dr. Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
Dr. Ajuda
15/07/2021 17:30h

Descubra com o Dr. Ajuda o que é a hipotermia e como identificar

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você conhece alguém que já morreu de frio? Sabe que isso também acontece no Brasil? Hipotermia é uma condição médica grave, com grande potencial de morte. 

Descubra com o Dr. Ajuda o que é a hipotermia, como identificar e o que fazer. O clínico geral Dr. José Atta dá mais informações sobre o assunto. 

Definimos hipotermia como temperatura central abaixo de 35ºC. Ela acontece quando os mecanismos que nós temos para vencer a perda de calor não são suficientes, resultado: a pessoa passa a esfriar!

Quem são as pessoas sujeitas a hipotermia?

Em países como o Brasil, as vítimas de hipotermia são geralmente pessoas expostas ao frio externo, ou seja, pessoas em situação de rua, alcoolistas, usuários de drogas, além de pessoas idosas que não conseguem se proteger adequadamente. 

E quais são os sintomas da hipotermia? 

Os sintomas iniciais são tremores e que depois podem evoluir para confusão mental quando a temperatura já está em torno de 28 a 32 graus até a perda da consciência. Se nada for feito a pessoa pode morrer pelo frio. 

Caso apresente algum desses sintomas é importante procurar um pronto socorro. Para saber mais, assista ao vídeo de Hipotermia do canal Dr. Ajuda no YouTube. 

Copiar o texto
Dr. Ajuda
13/07/2021 13:30h

Nos meses de outono e inverno cerca de 5% a 15% da população é infectada pelo vírus da gripe

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você já teve ou conhece alguém que teve infecção pelo vírus da Gripe (Influenza)? Sabe quando suspeitar desse problema e diferenciá-lo dos outros vírus respiratórios e da COVID-19? 

Nos meses de outono e inverno cerca de 5% a 15% da população é infectada, desses infectados, 3 a 5 milhões de casos ficam graves por ano, com 250 a 500 mil mortes no mundo, principalmente entre idosos e portadores de doenças crônicas.

Entenda com o Dr.Ajuda o que é a gripe, como identificar e diferenciá-la dos outros vírus respiratórios, quem são os grupos de risco e como se prevenir. A infectologista Dra. Maria Daniela Bergamasco dá mais informações sobre o assunto. 

Quando você deve suspeitar que tem Gripe?

  • febre geralmente acima de 38oC 
  • calafrios
  • em crianças febre de início súbito
  • dor no corpo todo 
  • cansaço
  • indisposição
  • tosse
  • dor de garganta
  • nariz entupido e coriza

E quais são os sintomas de gravidade, que indicam que essa gripe pode ter complicado para uma pneumonia? 

  • persistência da febre por mais de 3 dias ou retorno da febre após 2 dias afebril
  • alteração do nível de consciência com sonolência, fraqueza importante ou desmaios.
  • falta de ar com sensação de dificuldade para respirar ou mesmo com cianose que é a boca e extremidades mais arroxeadas
  • desidratação
  • queda de pressão
  • sintomas gastrointestinais como diarreia importante em crianças;

Caso apresente algum sinal de gravidade, é importante procurar um pronto socorro imediatamente.
 
Para saber mais, assista ao vídeo sobre Gripe do canal Dr Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
01/07/2021 09:00h

Nunca é fácil mudar hábitos e quando esse hábito está associado a uma substância que causa muita dependência, como a nicotina, fica mais difícil ainda

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Parar de fumar não é uma tarefa simples. Nunca é fácil mudar hábitos e quando esse hábito está associado a uma substância que causa muita dependência, como a nicotina, fica mais difícil ainda. Mais da metade dos fumantes têm o desejo de largar o cigarro e muitos já tentaram e não conseguiram ou conseguiram por um tempo e depois voltaram.

Se esse for o seu caso, não desanime. Não existe fórmula mágica para parar de fumar, mas é importante você perceber quais estratégias funcionam melhor e caso precise de ajuda, procure ajuda profissional.  

Ouça o podcast Dr. Ajuda e veja dicas para parar de fumar.

Copiar o texto
Dr. Ajuda
29/06/2021 14:00h

O primeiro passo para uma pessoa para de beber é ela entender que está passando por um processo de adoecimento por causa do álcool

Baixar áudioBaixar áudio

Como parar de beber? O primeiro passo para uma pessoa para de beber é ela entender que está passando por um processo de adoecimento por causa do álcool.

  • Assumir que tem um problema e reconhecer os prejuízos que o álcool causa à sua vida e a de outras pessoas é fundamental para a mudança
  • Faça um comparativo das vantagens e desvantagens de parar de beber e do outro lado as vantagens continuar bebendo 
  • Elimine toda bebida alcoólica da sua casa
  • Evite locais em que as pessoas estejam bebendo
  • Experimente alternativas que vem trazer locais e companhias que fazem bem e que não estejam relacionados com o uso de álcool 
  • Procure ajuda especializada de um médico psiquiatra e um psicólogo, você também pode buscar tratamento gratuito pelo SUS nos Caps
  • Reveja sempre os aspectos positivos que você está tendo por ter parado de beber 

Caso você sinta que tem problemas com o álcool, é importante que você procure um médico psiquiatra. Para saber mais, assista ao vídeo como ajudar alguém a parar de beber no canal do Dr. Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
Dr. Ajuda
24/06/2021 13:00h

A síndrome do pânico é um transtorno em que acontece uma crise de ansiedade repentina e intensa, associada a sintomas físicos e uma forte sensação de medo ou desespero, mesmo que a pessoa esteja diante de nenhum perigo ou ameaça

Baixar áudioBaixar áudio

O que é a síndrome do pânico? A síndrome do pânico é um transtorno em que acontece uma crise de ansiedade repentina e intensa, associada a sintomas físicos e uma forte sensação de medo ou desespero, mesmo que a pessoa esteja diante de nenhum perigo ou ameaça. Quando essas crises são frequentes e sem um fator desencadeante, estamos diante de uma síndrome ou transtorno do pânico. 

Descubra no podcast Dr. Ajuda como lidar com a síndrome do pânico. A psiquiatra Karina Calderoni dá mais detalhes sobre este transtorno. 

Quais os sintomas da síndrome do pânico?

  • Aceleração dos batimentos cardíacos e da respiração;
  • Falta de ar;
  • Pressão ou dor no peito;
  • Palidez;
  • Suor frio;
  • Tontura;
  • Náusea;
  • Pernas bambas;
  • Formigamento;
  • Tremores;
  • Calafrios ou ondas de calor;
  • Sensação de estar “fora do corpo”;
  • Medo de morrer ou de “perder o controle”;
  • Desmaio ou vômito no pico da crise.

Caso apresente algum sintoma, é importante que você procure um médico psiquiatra. Para saber mais, assista ao vídeo sobre síndrome do pânico no canal do Dr. Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
Dr. Ajuda
22/06/2021 12:00h

A ansiedade é comum em todos nós. Diante de algumas situações sentimos graus maiores ou menores, mas apesar de ser normal em alguns casos ela pode se tornar um problema

Baixar áudioBaixar áudio

Você tem ansiedade? A ansiedade é comum em todos nós. Diante de algumas situações sentimos graus maiores ou menores, mas apesar de ser normal em alguns casos ela pode se tornar um problema. 

Descubra com o Dr. Ajuda se o que está sentindo pode estar relacionado a sintomas de ansiedade. A psiquiatra Karina Calderoni dá mais detalhes sobre esta doença. 

Quais os sintomas físicos?

  • Taquicardia
  • Suor nas mãos 
  • Tremores

Quais os sintomas psíquicos?

  • Medo
  • Confusão mental
  • Desorientação

O que fazer para lidar com a ansiedade?

  • Meditação
  • Coloque o problema sob perspectiva 
  • Separe o problema em etapas
  • Ouça música
  • Abandone o carro
  • Faça atividade física

Caso apresente algum desses sintomas, é importante que você procure um médico psiquiatra. Para saber mais, assista aos vídeos no canal do Dr. Ajuda sobre sintomas e tipos de transtorno de ansiedade.

Copiar o texto
Dr. Ajuda
17/06/2021 04:00h

Depressão é diferente de tristeza, é uma doença, um transtorno mental. Você deve suspeitar de depressão quando a tristeza não melhora e permanece presente na maior parte do seu tempo ou quando a tristeza é desproporcional ao fato ou à situação que você esta vivendo

Baixar áudioBaixar áudioBaixar áudio

Você tem depressão? Depressão é diferente de tristeza, é uma doença, um transtorno mental. Você deve suspeitar de depressão quando a tristeza não melhora e permanece presente na maior parte do seu tempo ou a quando a tristeza é desproporcional ao fato ou à situação que você esta vivendo.
Descubra no podcast Dr. Ajuda se o que está sentindo pode estar relacionado a sintomas de depressão. O psiquiatra Douglas Calderoni dá mais detalhes sobre esta doença. 

Quais os principais sintomas da depressão?

  • Falta de ânimo e prazer
  • Ganho ou perda de peso
  • Alteração do sono como insônia ou sono excessivo
  • Dificuldade de concentração
  • Cansaço
  • Diminuição do desejo sexual
  • Sentimento de culpa, pessimismo ou de desvalorização

E quais são os sinais de alerta para risco de suicídio?

  • Uso de drogas e álcool
  • Pensamentos de morte
  • Nesses casos, procure um médico o quanto antes. Não subestime esse problema!

Caso apresente algum desses sintomas, é importante que você procure um médico psiquiatra. Para saber mais, assista ao vídeo sobre depressão e conheça o canal Doutor Ajuda no Youtube.

Copiar o texto
Brasil 61