Comunicação Positiva
07/01/2022 03:30h

Nesta edição, Érica Ferraz te dá dicas de como falar em público

Baixar áudio

Hoje vamos dar dicas para você falar em público. Se você é tímido e não gosta de apresentação, reunião, fica até o fim. 

Quando estamos em alguma situação que não gostamos mas que precisamos realizar, é necessário aprendermos a lidar com os nossos sentimentos em relação ao público ou a situação que nos incomoda. 

A primeira dica é, ao invés de ficar com o pensamento negativo sobre determinada situação, você vai repetir para si mesmo várias vezes que essa situação é uma oportunidade para se mostrar como um profissional competente. Lembre-se, é uma oportunidade! Essa palavra manda sinais positivos para o cérebro e consegue te acalmar. Fale várias vezes. Tudo começa na nossa cabeça. Se você quiser mudar qualquer coisa na sua vida, utilize essa técnica várias vezes.

Para falar em público é preciso estar bem, estado mental, nível de energia. Se você não estiver bem, é necessário buscar ferramentas que podem te ajudar. A segunda dica é, escutar uma música que te deixe animado, com ritmo animado. Faça um esporte antes, uma meditação, respire lentamente e lembre-se da sua postura.

Coloque força e ênfase na sua voz, nas palavras, faça pausas, use gestos e expressões faciais coerentes com o seu assunto. 

É possível melhorar a sua comunicação. Quanto mais você treina, mais você ganha segurança. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
29/12/2021 13:00h

Nesta edição, Érica Ferraz te dá mais seis dicas para fazer um balanço da sua comunicação em 2021

Baixar áudio

No episódio da semana passada falamos sobre importância do controle emocional, do nível de energia, preparação de conteúdo, como atrair a sua audiência e a importância dos efeitos audiovisuais. Se você ainda não escutou, corre lá que o de hoje vai complementar o conteúdo. 

PARTE 1: um balanço da sua comunicação

Vamos continuar a fazer nosso balanço e checklist?

6 dicas para melhorar sua comunicação

  1. Postura corporal: postura ereta, segura. Saiba que mesmo antes de você abrir a boca, a sua postura comunica algo para a sua audiência. 
  2. Voz: você fala muito alto ou rápido? Como está a sua entonação? A nossa voz tem um poder gigantesco e quanto mais ênfases você fizer, mais o seu interlocutor vai ser atraído por você. 
  3. Pausas estratégicas: faça perguntas para a audiência para que ela participe. 
  4. Gestos: o que você faz com a sua mão? Coloca no bolso, esconde atrás do corpo ou sabe usá-la junto com a voz para reforçar sua fala? 
  5. Expressões faciais: você é carrancudo? Nunca comece um diálogo sem dar um sorriso para a outra pessoa e olhe para os olhos da sua plateia. 
  6. Gestão do tempo: como anda a gestão do tempo nas suas reuniões, palestras ou discursos? 

Essas dicas te ajudam a avaliar a sua comunicação em 2021 e começar com o pé direito em 2022. 

E lembra-se sempre dos três verbos do bom comunicador: observar mais, ouvir mais e perguntar mais. Sempre respeitando a opinião do outro por mais diferente que seja. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
Comunicação Positiva
22/12/2021 03:00h

Nesta edição, Érica Ferraz te dá dicas para fazer um balanço da sua comunicação

Baixar áudio

Durante o ano de 2021 conversamos sobre algumas formas de melhorar a sua comunicação. 

Falamos sobre os gatilhos mentais e como nosso cérebro usa esses atalhos quando estamos cansados, confusos, indecisos ou com medo para tomar decisões. Já falamos sobre reciprocidade, aprovação social, autoridade e escassez. 

Faltam apenas duas semanas para acabar o ano. E que ano! Não foi fácil para ninguém. Nunca nossa inteligência emocional foi tão exigida. 

A comunicação é a primeira a dar sinais externos que você não está bem: sua voz, expressão facial, postura, tudo fica mais tenso. Mesmo que você não fale, as pessoas vão sentir que algo não vai bem. 

Neste episódio, vamos te ajudar a fazer um balanço sobre a sua comunicação. Este checklist serve para você se preparar para qualquer situação. 

6 dicas para melhorar sua comunicação

  • Energia: para se comunicar bem você precisa ter energia para cativar sua audiência
  • Controle emocional: energia e emoções andam juntas. Ciclos de respiração profunda. Ter ciência dos seus pensamentos e emoções quando as coisas não vão bem. 
  • Ter conhecimento do conteúdo que deseja abordar. Treinar antes das apresentações. 
  • Estruturar seu conteúdo e criar um roteiro de apresentação; 
  • Atrair e manter a atenção do seu público;
  • Utilizar recursos audiovisuais nas suas apresentações, palestras ou reuniões.  

Mesmo que você tenha respondido não para todos ou quase todos, não tem problema. O importante é você começar a ter noção de quantas coisas estão envolvidas quando nós queremos nos comunicar melhor.

No próximo episódio, teremos mais seis dicas para completar o checklist da sua comunicação. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
Comunicação Positiva
17/12/2021 02:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica alguns tipos de gatilhos

Baixar áudio

Hoje vamos falar sobre gatilhos de afeição, compromisso e coerência. 

A base do compromisso e coerência é que as pessoas têm o desejo de parecerem coerentes com suas palavras, crenças, atitudes e ações. A coerência facilita a tomada de decisão e é valorizada pela sociedade. Desta forma, este atalho faz com que as pessoas tentem induzir você a tomar uma posição inicial que seja condizente com uma conduta que mais tarde pedirão de volta. Quanto mais público for o compromisso, mais difícil recuar porque você quer ser coerente. 

Com relação a afeição, as pessoas preferem dizer “sim” a indivíduos que conhecem e que gostam. A atratividade física é um atalho para a afeição. Porém, se você não for um galã de novela ou a última gata do pedaço como a maioria dos mortais, você tem outra forma de usar esse atalho: se parecer com a outra pessoa, por exemplo, nos gestos, na respiração, no estilo de roupa. Não é imitar. Esta é uma técnica da programação neurolinguística muito usada em vendas, por exemplo. Quanto mais você for parecido com o outro, a pessoa terá mais afeição por você e estará apta a falar sim para o seu pedido. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!  

Copiar o texto
Comunicação Positiva
09/12/2021 02:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica como identificar os gatilhos mentais de escassez e de autoridade

Baixar áudio

Hoje, vamos falar de dois gatilhos mentais: o da escassez e o de autoridade. 

Sabe quando você vê aquela promoção que diz “Só Hoje”, “apenas 5 vagas” ou “última oportunidade do ano”? Pois é, são frases do atalho de escassez. O ser humano atribui mais valor a oportunidades quando estão menos disponíveis. Este gatilho é ligado tanto pela quantidade como pelo tempo. A base deste gatilho é que coisas mais difíceis de conseguir são mais valiosas. Isto não vale só para objetos. Vale também para informações.  

Para se proteger do gatilho da escassez, pergunte-se sempre se determinado objeto ou informação é realmente necessário ou importante para você. Isto vai ajudar a fazer uma análise mais racional da situação.

Já o gatilho da autoridade nós conhecemos desde criança quando lidamos com nossos pais. Há uma tendência de agirmos automaticamente a alguns símbolos de autoridade: títulos, roupas e automóveis. Interessante, não é mesmo? 

É como se você visse alguém bem vestido em um carrão e se dizendo Ph.D. em algo e você já desse crédito antes mesmo de saber sobre o conteúdo desta pessoa. 

Vamos prestar atenção nas nossas reações em situações de escassez e autoridade?

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva! 

Copiar o texto
Comunicação Positiva
03/12/2021 16:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica como identificar os gatilhos mentais

Baixar áudio

Hoje vamos falar como o cérebro economiza energia usando atalhos para tomar decisões.

Gatilhos mentais ou atalhos podem ser usados tanto para o bem como para o mal.

Vamos falar de dois gatilhos mentais: o da reciprocidade e o da aprovação social.

A reciprocidade é quando você dá algo com o intuito de receber algo em troca. O ser humano pode fazer isto de forma natural. Se você me ajudar hoje, lembrarei disso no futuro. E se você precisar de ajuda, farei o mesmo por você. Isto é inerente ao ser humano.

Com relação à aprovação social é quando você acredita em algo porque várias pessoas estão acreditando ou fazendo. Lembra do efeito manada? Quando vemos uma pessoa com vários depoimentos elogiando seu serviço, você tende a acreditar que é verdade porque outras pessoas já experimentaram. Neste caso, a quantidade importa. Ou seja, quanto mais depoimentos ou exemplos de pessoas falando bem de você ou do seu serviço, mais aprovação social você terá.

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva! 

Copiar o texto
24/11/2021 02:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica o poder do convencimento e da persuasão na comunicação

Baixar áudio

Qual a diferença entre convencer e persuadir? Hoje vamos falar sobre o poder do convencimento e da persuasão na nossa comunicação.

Convencer mexe com a razão. Persuadir e influenciar mexe com a emoção das pessoas.

São habilidades de comunicação muito buscadas hoje em dia em todas áreas. Os líderes, os políticos e a publicidade usam muita persuasão e influência. E é muito importante lembrar de ser sincero, honesto e transparente. 

Quando você não tem esses pressupostos você tem manipulação, que é você agir deliberadamente para  tirar vantagens de outra pessoa ou coagir o outro a fazer o que você quer.

Tem um livro muito interessante do Álvaro Fernando que é Comunicação e Persuasão: o poder do diálogo. Ele afirma que há quatro capacidades básicas para persuadir: compartilhar nossas histórias e experiências, estar presente, saber brincar e mochila de opiniões, ou seja nossas opiniões não somos nós e podemos tirar e recarregar novas opiniões. 

Convencer tem a ver com dados, informações. Capriche nos seus argumentos. 

Persuadir e influenciar tem a ver com a emoção. Então olhe no olho da pessoa, esteja presente, conte histórias. Uma das melhores formas de você persuadir alguém é você contar suas próprias histórias para que o outro se identifique com você. 

O ideal é você, em uma palestra, discurso, reunião, saber dosar esses elementos. Não fique só no emocional, porque pode parecer manipulação e não fique só nos dados porque acaba ficando chato. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
17/11/2021 15:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica dá dicas de como ser mais simpático

Baixar áudio

Hoje vamos dar algumas dicas de como podemos, com uma comunicação positiva, nos tornarmos mais simpáticos, mais leves e mais amigáveis com as pessoas. 

Lembrando sempre daqueles três verbos de todo bom comunicador: observar, ouvir e perguntar.

Seguindo estes verbos, o segundo passo é a autorresponsabilidade. Se o outro não me entende, eu sou o responsável. Eu devo mudar a minha linguagem, a minha estratégia para chegar até o outro e não o contrário. 

Dicas de como ser mais simpático:

  1. Sorria. Comece qualquer conversa, reunião, encontro com um sorriso. Neurologicamente, há estudos que mostram que o sorriso aproxima as pessoas e o gelo começa a derreter. Sorria mais sempre.
  2. Pergunte o nome da pessoa, fale em alguns momentos durante a conversa e lembre-se dele. Em outros momentos, o fato de você lembrar o nome vai demonstrar uma consideração e a pessoa vai se lembrar disso.
  3. Deixe as pessoas falarem mais. Comunicação é mais sobre o outro que sobre você. 
  4. Mostre interesse pelas pessoas aprendendo a ouvir mais.
  5. Mexa a cabeça, faça sinais de concordância e interesse. Com a linguagem corporal e seu sorriso você consegue mostrar que está realmente interessado na outra pessoa.
  6. Veja o assunto que está sendo abordado e converse sobre o assunto que interessa ao outro. 

Todos nós gostamos de atenção e de nos sentirmos importantes para alguém. Estas são algumas dicas para te ajudar a se aproximar mais das pessoas.

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!    

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
Comunicação Positiva
09/11/2021 23:00h

Nesta edição, Érica Ferraz explica como se comunicar melhor e fazer amigos

Baixar áudio

O primeiro ponto para melhorar a sua relação com as pessoas é não criticar, condenar e se queixar do outro. Quando fazemos isso, a pessoa fica na defensiva. Criamos o modo sobrevivência. E ela pode atacar de volta. E aí temos uma comunicação violenta, e não positiva.

O outro ponto é apreciar o outro de forma honesta. Se mostrar interessado sobre o ponto de vista da outra pessoa. Ouvir com atenção. 

Ao invés de apontar só os erros, procure um ponto positivo no outro e elogie. Elogie um pouco a cada dia e veja se as coisas vão melhorar. 

O terceiro ponto é criar o desejo no outro. Ao invés de pensar em você, pense no que a outra pessoa está interessada. Tente se colocar no lugar dela. Mostrar o que ela quer e como pode conseguir isso é o caminho. E você só consegue isso observando o outro e fazendo perguntas. Se tornando empático. 

A partir do momento que você desperta uma curiosidade na outra pessoa, ela fica interessada no que você tem a dizer. 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!   

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva!

Copiar o texto
Comunicação Positiva
03/11/2021 18:15h

Nesta edição, Érica Ferraz explica como aprender a se comunicar melhor com o outro

Baixar áudio

Você sabe como ter uma melhor relação com o outro? 

Para nos comunicarmos bem precisamos prestar atenção nos sinais que o outro dá.

Não critique, não condene e não se queixe. Não quer dizer que você não deva se posicionar contrariamente. É a forma como você coloca seu ponto de vista que faz toda a diferença. Não bata de frente. Tenha curiosidade pelo ponto de vista do outro. Escute, observe, pergunte. 

Quando criticamos muito ou nos queixamos, o outro fica na defensiva. Toda pessoa criticada vai tentar se justificar e vai ficar ressentida. Dificilmente a situação vai mudar.

A melhor saída quando você vê algo de errado ou que você discorda é entender porque a outra pessoa está fazendo ou falando o que você não concorda. Talvez tenha uma lógica que você desconheça e faça sentido. Você só vai conseguir isso se tiver uma comunicação positiva. 

E o que estamos vendo na nossa sociedade atualmente? Todo mundo batendo de frente. Criticando, condenando. Vamos fazer diferente nas nossas relações? 

Quer saber mais? Aperte o play e escute o podcast Comunicação Positiva! 

EMISSORAS DE RÁDIO: Comunicador, disponibilizamos o áudio deste podcast para download. Utilize e diversifique sua programação!  

Copiar o texto
Brasil 61