Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o usuário realize o login no site do Brasil 61 - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Política de privacidade

Nós do Brasil 61 coletamos e usamos alguns dados dos nossos leitores com o intuito de melhorar e adaptar nossas plataformas e nossos produtos. Para isso, agimos conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018) e nos esforçamos para sermos transparentes em todas nossas atividades.

Para podermos oferecer melhores serviços e veicular peças publicitárias de nossos anunciantes, precisamos conhecer certas informações dos nossos usuários.

COMO O BRASIL 61 COLETA SEUS DADOS

– Quando você se cadastra e cria um usuário no Brasil 61

Quando você entra no nosso site, fornece informações (dados) para a criação do usuário. Estes dados são usados para orientar a estratégia do Brasil 61 e o desenvolvimento de novos serviços e/ou produtos. Essas informações são fornecidas voluntariamente por você leitor e não são compartilhadas com nenhum terceiro.

– Quando você acessa o site do Brasil 61 (www.brasil61.com.br) ou abre uma de nossas newsletters enviadas por e-mail

O Brasil 61 usa tecnologias como cookies e pixel tags para entender como é a sua interação com as nossas plataformas. Esses dados permitem saber, por exemplo, de que dispositivo você acessa o site ou em que links você clicou e quanto tempo permaneceu lendo as notícias. 

COMO O BRASIL 61 USA OS SEUS DADOS

Nós, do Brasil 61, usamos seus dados sempre com a principal intenção de melhorar, desenvolver e viabilizar nossos próprios produtos e serviços a você leitor.

Seus dados são sempre analisados de forma não individualizada, mesmo os que são fornecidos vinculados seu nome ou ao seu endereço de e-mail. 

Os dados em conjunto são analisados para criar relatórios estatísticos de audiência sobre as páginas, textos e meios de acesso ao site e às newsletters. 

Esses relatórios são compartilhados com nossos anunciantes e patrocinadores e servem para modelar estratégias e campanhas institucionais.

As informações que você fornece durante a criação do cadastro do seu usuário no Brasil 61 são utilizadas para a formulação de estratégia comercial e desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços.

Essas informações individualizadas podem ser usadas pelo Brasil 61 para o envio de campanhas comerciais e divulgação de serviços e/ou produtos próprios. Não são compartilhadas com nenhum terceiro.

As informações captadas por meio de cookies e pixel tags são usadas em relatórios internos de monitoramento da audiência e também em relatórios para os anunciantes verificarem a efetividade de suas campanhas. Essas informações não estão vinculadas a nome ou e-mail dos leitores e são sempre avaliadas de forma não individualizada.

O Brasil 61 compartilha informações captadas por meio de cookies e pixel tags com terceiros, como anunciantes, plataformas de redes sociais e provedores de serviço – por exemplo, o serviço de envio de e-mails. O Brasil 61 também em seu site cookies de terceiros que captam informações diretamente do usuário, de acordo com suas próprias políticas de privacidade e uso de dados. 

O QUE O BRASIL 61 NÃO FAZ COM SEUS DADOS

– Não monitoramos ou coletamos dados de páginas que não pertencem ao Brasil 61.
– Não compartilhamos ou vendemos para terceiros nenhuma informação identificável.

O QUE VOCÊ PODE FAZER SE NÃO QUISER MAIS QUE SEUS DADOS SEJAM USADOS PELO BRASIL 61

– Caso não queira que o Brasil 61 use nenhum tipo de cookies, altere as configurações do seu navegador. Nesse caso, a exibição de anúncios e mensagens importantes do Brasil 61 e de nossos anunciantes pode ser prejudicada.

– Caso queira deixar de receber algum newsletter ou e-mail de alertas de notícias, basta clicar em “Unsubscribe”, na parte de baixo do e-mail enviado pelo Brasil 61. 

– Caso queira excluir seu usuário e apagar seus dados individuais da base do Brasil 61, basta enviar um e-mail para: privacidade@brasil61.com

 Última atualização: 24 de dezembro de 2020 

21/07/2021 10:57h

Qualquer líder vai precisar da comunicação para fortalecer a sua liderança.

Baixar áudio

O tema deste episódio é "Liderança". Tem tudo a ver com comunicação - as duas coisas andam juntas.

Qualquer líder vai precisar da comunicação para fortalecer a sua liderança.

A jornalista e especialista em Comunicação Não Violenta Érica Ferraz vai explica mais!

Vamos lá?

Copiar o texto
15/07/2021 13:30h

Senado aprovou projeto de lei que libera os partidos para comprar espaços de divulgação nas grades das emissoras

Baixar áudio

Emissoras de rádio e TV podem ser remuneradas por exibição de propagandas políticas partidárias na programação. As propagandas políticas gratuitas e pagas foram suspensas em 2018 e os partidos ficaram sem espaços nas mídias para publicação de informações. Nesta quarta-feira (14), o Senado aprovou projeto de lei que libera os partidos para comprar espaços de divulgação nas grades das emissoras de rádio e TV.

Covid-19: Queiroga estima que metade da população brasileira vai receber as duas doses da vacina até setembro

Os custos serão pagos pelo Fundo Partidário e os preços serão limitados aos praticados pelas emissoras nos seis meses anteriores à veiculação partidária. O PL prevê limite de 10 inserções, de 30 segundos, por dia de veiculação. As inserções deverão ser divididas proporcionalmente em 3 horas diárias de veiculação. As cadeias nacionais e estaduais continuam gratuitas.

Projeto de Lei busca aperfeiçoar benefícios tributários para melhores impactos econômico-sociais

As mensagens veiculadas na propaganda paga devem ser voltadas para informar o eleitor sobre as atividades do partido político, posições políticas em questões relevantes para a comunidade local e de mobilização da população para o engajamento político.

Antes de passar a valer, o PL precisa ser aprovado na Câmara dos Deputados.

Copiar o texto
Comunicação Positiva
14/07/2021 16:00h

Cuidar do seu estado mental é o primeiro passo para você ter uma comunicação positiva

Baixar áudio

Olá pessoal, espero que todos vocês estejam bem de saúde. 

Hoje vamos falar de um tema muito poderoso para a comunicação: seu estado mental. 

Já pensou que se seu estado mental não está legal sua comunicação será a primeira a refletir isso? 

Cuidar do seu estado mental é o primeiro passo para você ter uma comunicação positiva. Se você tem dor, cansaço, tristeza, sua comunicação será um espelho desses estados. 

A programação neurolinguística depois de inúmeras pesquisas com líderes que conseguiam mudar seu estado mental para melhor verificaram o poder desta pirâmide: 

Tony Robbins, um dos papas da PNL afirma que se você conseguir mudar pelo menos dois lados deste triângulo, você consegue mudar seu estado mental e dos outros. 

Maravilha não é mesmo?! 

Fisiologia: postura, sorriso, alimentação, música, cor. Antes de falar em público ou de uma reunião importante, ouça uma música que te anime, vista algo que você se sinta bem e passe uma informação de acordo com o lugar, cuide da sua alimentação e faça um esporte para mexer com os seus hormônios da felicidade (endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina). Pergunte sempre: Eu gostaria de conviver com alguém com o meu grau de energia? Se você responder não. Comece a mudar agora ;)

Foco:  você foca no mais ou no menos? Foco é poder. Onde está seu foco é onde a energia está fluindo. Quando estiver fazendo algo, foque nisso, esteja presente e veja a diferença. Lembra do copo meio cheio ou meio vazio? Você tem a escolha de ressignificar qualquer coisa. 

Palavras: você tem escolhas. Palavras acolhem e palavras ferem. O que sai de mim é criativo, positivo ou agregador? Se não for? Não fale. 

Comunicação também é mudança de mentalidade. E você pode mudar. 

Espero que curtam o podcast! Sua opinião é muito importante para nós. Deem sugestões! O mundo precisa de mais comunicação positiva. 

Na semana que vem vamos falar de liderança e comunicação. Não percam!

Beijos no coração! 

Copiar o texto
Comunicação Positiva
05/07/2021 14:00h

Uma comunicação mais positiva só existe se houver empatia. E a empatia só funciona se houver escuta ativa.

Baixar áudio

Olá pessoal, espero que todos vocês estejam bem de saúde. 

Neste momento de coronavírus,  uma das palavras mais usadas foi a empatia. “Como todos precisam ser mais empáticos uns com os outros”. Será que conseguimos? 

Uma comunicação mais positiva só existe se houver empatia. E a empatia só funciona se houver escuta ativa. A empatia é a escuta pura sem julgamentos. É você deixar que o outro se esvazie de sua dor e sofrimento. Você só interrompe o outro para perguntar se entendeu seus sentimentos e necessidades e reforçar a conexão. 

Uma dica para praticar a empatia é sempre fazer perguntas para entender o que a outra pessoa está sentindo. Fique lá, ouvindo e verificando com perguntas até que você sinta no semblante o alívio ou a pessoa se silencie. É preciso ter paciência. É preciso ter presença.

E o que não é empatia?

  • aconselhar
  • consolar
  • compartilhar experiências
  • educar
  • cortar a pessoa para ela parar de falar... “Isso vai passar
  • justificar
  • interrogar
  • corrigir
  • solucionar
  • sobrepor-se.  “Isso não é nada... comigo foi pior...“

Isto tudo pode ser útil depois que você for empático com o outro. Primeiro escute.

Para entender melhor, escute o 5° episódio do Comunicação Positiva

Espero que curtam o podcast! Na semana que vem vamos falar de liderança e comunicação.

Não percam! 
 

Copiar o texto
Comunicação Positiva
28/06/2021 02:00h

Depois de aprendermos a base da comunicação positiva na semana passada, chegou a vez de falarmos sobre os 4 componentes da comunicação não violenta

Baixar áudio

Olá pessoal, espero que todos vocês estejam bem de saúde. 

Depois de aprendermos a base da comunicação positiva na semana passada (expressão honesta e escuta empática) chegou a vez de falarmos sobre os 4 componentes da comunicação não violenta. 

Lembrando que tudo começa com a intenção de um diálogo positivo onde todos os lados saiam ganhando. 

Vem comigo que eu te conto no EP. 04 do podcast Comunicação Positiva

Copiar o texto
Comunicação Positiva
21/06/2021 04:00h

Com tanta coisa acontecendo no mundo, o que mais vemos são crises por causa da falta de comunicação ou devido a uma comunicação violenta. Mas pode ser diferente

Baixar áudio

Olá pessoal, espero que todos vocês estejam bem de saúde.
 
Com tanta coisa acontecendo no mundo, o que mais vemos são crises por causa da falta de comunicação ou devido a uma comunicação violenta. Mas pode ser diferente.
 
Dr. Marshall Rosenberg é o criador da Comunicação Não Violenta como técnica, linguagem ou melhor, como uma filosofia de vida. Ele cresceu em um bairro violento de Detroit e se interessou por novas formas de comunicação para criar alternativas de diálogo. A Comunicação não violenta surgiu depois que ele se especializou em psicologia social e estudos de religião. Em 1984, foi criado na Califórnia o Centro de Comunicação Não Violenta, uma instituição sem fins lucrativos que treina pessoas em mais de trinta países para resolverem todos os tipos de conflitos: sociais, empresariais, de guerra, das áreas educacionais, de saúde e todos os tipos de conflito que vocês imaginarem.

Nós preferimos chamar a Comunicação Não Violenta de Comunicação Positiva. Para não deixar nosso cérebro confuso. Outro dia falei sobre o efeito da palavra não na nossa comunicação.

Dr. Marshall ressalta que os pilares da comunicação positiva são: a expressão honesta e a escuta empática. 

Vem entender tudo no 3° episódio do podcast Comunicação Positiva! 

A escuta empática é saber receber do outro. É saber ouvir. Estar presente. Olhar no olho do outro. Você consegue?
 
Lembrando que temos dois ouvidos e uma boca. Ou seja, devemos ouvir mais e falar menos para nos comunicar melhor.
 
Espero que curtam o podcast!
 
Na semana que vem vamos falar dos 4 componentes para uma comunicação positiva. Não percam! 

Copiar o texto
Comunicação Positiva
16/06/2021 04:30h

Hoje nós vamos analisar o que tá acontecendo aqui em Brasília na CPI da pandemia, porque tem tudo a ver com comunicação

Baixar áudio

Olá pessoal, sejam muito bem-vindos ao programa de comunicação do Brasil 61, o Comunicação Positiva. Para que a gente tenha uma comunicação mais leve, mais assertiva e mais positiva. 

Hoje nós vamos analisar o que tá acontecendo aqui em Brasília na CPI da pandemia, porque tem tudo a ver com comunicação. Para que a gente faça essa análise, eu quero que vocês prestem atenção quando vocês veem alguém mentindo na televisão, já é uma sensação ruim, uma sensação de desconfiança, falta de coerência e é isso que nós vimos em alguns depoimentos na CPI. Então, a primeira dica para qualquer gestor público, como ministro, secretário, alguém que tem um cargo público, é que a mentira tem perna curta. Com a tecnologia nós vimos que a mentira simplesmente desmascara a pessoa e é isso que a acompanhamos em alguns casos na CPI.

Quer saber mais? Aperte o play e escute o segundo episódio do podcast Comunicação Positiva.

Continuem acompanhando o podcast. Na semana que vem, vamos falar da comunicação positiva ou comunicação não violenta. 

Beijo no coração de todos vocês, fiquem bem! 

Copiar o texto
Comunicação Positiva
03/06/2021 18:20h

Toda semana teremos um podcast sobre como melhorar sua comunicação e dicas para o seu dia a dia

Baixar áudio

Olá pessoal!

É muito bom estar aqui com vocês no Brasil 61 no nosso blog sobre Comunicação Positiva. Seja muito bem-vinda e seja muito bem-vindo.

Toda semana teremos um Podcast sobre como melhorar sua comunicação e dicas para o seu dia a dia. A ideia é ajudar você a estar cada vez mais consciente de como você se comunica para se tornar mais claro, assertivo e não violento.

Para você que é gestor, a comunicação é uma das ferramentas mais importantes para realizar transformações na sociedade. A comunicação – boa ou não -  está em tudo: nos serviços, políticas públicas, reuniões, votações. Precisamos da comunicação para evoluir. 

O diálogo sadio e positivo auxilia as pessoas na resolução de conflitos. O contrário aumenta o confronto e a violência. O que queremos para nossa cidade, local de trabalho, escolas ou para nossos filhos? Tenho certeza que um ambiente conciliador em que a comunicação seja objetiva e generosa ao mesmo tempo. 

Neste primeiro podcast desafio você a fazer um "raio x" na sua comunicação. Qual é o impacto que a sua fala tem nas pessoas? 

Você já pensou na autorresponsabilidade do que você transmite? 

Para qualquer gestor público esta autoanálise deve ser constante porque se alguém não te entende, a responsabilidade é sua. Você tem que se adequar ao seu público e não o contrário. 

Espero que vocês gostem do podcast! E façam perguntas e sugestões! A sua participação é muito importante para mim. 

Vamos juntos nesta jornada?

 

Copiar o texto
Brasil 61