Ibovespa

18/04/2024 03:00h

Ibovespa renovou o menor nível desde novembro de 2023

Baixar áudio

O índice da bolsa de valores brasileira (Ibovespa) segue no negativo, pelo sexto fechamento consecutivo. A perspectiva de alta dos juros nos Estados Unidos é um fator de peso para o desempenho ruim do Ibovespa. No último fechamento, o índice caiu 0,17% e está cotado a 124.171 pontos. Este é o menor nível desde novembro de 2023. 

As maiores baixas do dia foram das ações das empresas Marfrig (MRFG3), CVC Brasil (CVCB3) e BRF (BRFS3), que caíram 6,45%, 5,05% e 4,00%. 

Já as altas ficaram com CSN Mineração (CMIN3), LWSA (LWSA3) e Grupo Vamos (VAMO3), as quais subiram 5,50%, 3,70% e 2,55%. 

No último fechamento, foram negociados R$ 47,7 bilhões na bolsa de valores brasileira.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3.

 

Copiar textoCopiar o texto
12/04/2024 00:32h

Ibovespa permanece no negativo após dados da inflação americana

O índice da bolsa de valores brasileira (Ibovespa) segue no negativo, após a divulgação da inflação nos Estados Unidos e a expectativa que os juros sigam altos naquele país. 

Hoje, o Ibovespa está cotado a 127.395 pontos, com baixa de 0,50%. 

As maiores baixas do dia foram da Eletrobras (ELET3; ELET6) que caíram, em média, 4,50%. Além delas, há queda das ações da SLC Agrícola (SLCE3) - menores em 4,20%. 

Já as principais altas observadas foram da 3R Petroleum (RRRP3), Alpargatas (ALPA4) e Lojas Renner, que subiram 2,60%, 2,05% e 1,95%. 

No último fechamento, foram negociados R$ 19,6 bilhões. 

Os dados da bolsa de valores brasileira podem ser consultados no site da B3.
 

Copiar textoCopiar o texto
18/03/2024 03:00h

O índice caiu 0,75% e se encontra a 126,7 mil pontos

Baixar áudio

No último fechamento, o Ibovespa, que é o índice da bolsa de valores brasileira, obteve queda de 0,75%. Trata-se do segundo resultado negativo em sequência. O desempenho foi puxado, principalmente, pelos resultados ruins das ações da Vale (VALE3), que caíram 1,15%. 

Entre as ações mais negociadas, o setor bancário também teve queda com Itaú (ITUB4), em 0,55%. 

Além das mais negociadas, as ações da Cogna (COGN3), da YDUQS (YDUQ3) e, no varejo, das Casas Bahia (BHIA3), tiveram queda de 11,75%, 9,75% e 7,62%, respectivamente. 

Já as altas ficaram com Azul (AZUL4), PetroReconcavo (RECV3) e Hypera (HYPE3), que subiram 6,90%, 4,15% e 4,00%, respectivamente. 

O último fechamento foi movimentado em transações e o volume negociado totalizou R$ 54 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3.


 

Copiar textoCopiar o texto
04/03/2024 03:00h

O índice subiu 0,12% no último fechamento e se encontra no patamar de 129 mil pontos

Baixar áudio

O Ibovespa registrou, no último fechamento, leve alta de 0,12% e se encontra a 129.180 pontos. 

A alta discreta foi puxada pelo desempenho da economia brasileira em 2023, cujos dados foram divulgados na última semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. A economia cresceu 2,9% em 2023, de acordo com a instituição. 

Entre as ações mais negociadas, a maior alta ficou com a Gerdau (GGBR4), que cresceu 4,30%. A Petrobras (PETR4) também teve uma pequena alta, de 0,10%. 

O setor de varejo registrou bons resultados com Casas Bahia (BHIA3), Lojas Renner (LREN3) e Magazine Luiza (MGLU3), cujas ações cresceram entre 4% e 7,50%, respectivamente. Embraer (EMBR3) registra alta de 5,90%. 

Já as maiores baixas são da São Martinho (SMTO3), Carrefour (CRFB3) e Pão de Açúcar (PCAR3). 

O volume total negociado no último fechamento na B3 foi de R$ 21,4 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3

Copiar textoCopiar o texto
19/02/2024 03:40h

O índice se aproximou dos 129 mil pontos no último fechamento

Baixar áudio

O Ibovespa registrou alta de 0,72% e se aproxima dos 129 mil pontos. Atualmente, o índice está cotado a 128.725 pontos. 

O resultado do último pregão foi influenciado pela alta das commodities. 

Entre as ações que registraram alta estão as da Braskem (BRKM5), SLC Agrícola (SLCE3) e PetroReconcavo (RECV3), que subiram 10,30%, 4,20% e 3,60%, respectivamente. 

Entre as mais negociadas, a Vale (VALE3) e a Petrobras (PETR4) também subiram. Os saltos foram de 3,80% e 0,90%, respectivamente.

Já as baixas ficaram com as ações das empresas Tim (TIMS3), Telefônica Brasil (VIVT3) e Grupo CCR (CCRO3), que apresentaram respectivas quedas de 3,80%, 2,55% e 2,35%.

O volume total negociado no último fechamento na B3 foi de R$ 39,9 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3
 

 

Copiar textoCopiar o texto
29/01/2024 03:00h

Com o resultado, o índice se aproxima de 129 mil pontos

Baixar áudio

O Ibovespa subiu levemente a 0,62% e se aproxima do patamar de 129 mil pontos. Atualmente, o índice está cotado a 128.965 pontos. 

A alta do dia é influenciada pelo bom desempenho das empresas mais importantes da bolsa de valores brasileira - as chamadas blue chips. Além disso, o mercado está otimista com a perspectiva de baixa inflação no Brasil e nos Estados Unidos. 

As ações da Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Itaú (ITUB4) subiram 1,75%, 1,67% e 1,50%, respectivamente. 

Além destas, Usiminas (USIM5), CSN Mineração (CMIN3) e Suzano (SUZB3) apresentaram respectivas altas de 5,20%, 2,40% e 2,05%. 

Porém, o volume total negociado no último fechamento registrou leve baixa e chegou a R$ 17,8 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3
 

Copiar textoCopiar o texto
19/01/2024 03:40h

O índice da bolsa de valores retornou a 127,5 mil pontos

Baixar áudio

O Ibovespa abre esta sexta-feira (19) cotado em baixa de 0,77% e se encontra a 127,5 mil pontos. Atualmente, o índice é cotado a 127.530 pontos. 

O índice da bolsa de valores acumula baixas consecutivas em vista da revisão do corte de juros nos Estados Unidos, que ocorrerá de forma mais lenta que o antecipado pelos agentes econômicos.

As maiores baixas do dia ocorreram com as ações da Hapvida (HAPV3), Magazine Luiza (MGLU3) e Vamos (VAMO3), que caíram 7,00%, 6,98% e 6,47%, respectivamente. 

Entre as mais negociadas, apenas as ações da 3R Petroleum subiram, a 7,62%, recuperando as perdas do dia anterior. 

As demais altas ocorreram com PetroReconcavo (RECV3) e CVC Brasil (CVCB3), que subiram 11,70% e 2,20%, respectivamente. 

O volume total negociado na B3 é de R$ 22,8 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3
 

Copiar textoCopiar o texto
26/12/2023 03:40h

Em relação ao último fechamento, houve alta de 0,43%

Baixar áudio

O Ibovespa começa nesta terça-feira (26) cotado a 132.752 pontos, um recorde histórico. Em relação ao último fechamento, houve alta de 0,43%. 

As maiores altas acontecem com as ações das empresas Casas Bahia, Raizen e Alpargatas

A Vale, a Petrobras e o Itaú se mantêm como as ações mais negociadas da bolsa de valores.

Já as baixas do dia ocorrem com IRB Brasil e YDUQS. 

No último pregão, o volume negociado na B3 foi de R$ 20,9 bilhões. 

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3.
 

Copiar textoCopiar o texto
22/12/2023 03:40h

Em relação ao último fechamento, houve alta de 1,05%

Baixar áudio

O Ibovespa começa nesta sexta-feira (22) cotado a 132.182 pontos. Em relação ao último fechamento, houve alta de 1,05%. 

As maiores altas do dia acontecem com as ações das empresas Braskem, Grupo Soma e Gol.

A Vale, a Petrobras e o Itaú se mantêm como as ações mais negociadas da bolsa de valores.

Já as baixas do dia ocorrem com a Casas Bahia e Alpargatas. 

No último pregão, o volume negociado na B3 foi de R$ 19,8 bilhões. 

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3.

Copiar textoCopiar o texto
21/12/2023 03:40h

O índice da bolsa de valores se encontra a 130.804 mil pontos

Baixar áudio

O Ibovespa começa nesta quinta-feira (21) cotado a 130.804 mil pontos. Em relação ao último fechamento, houve queda de 0,79%. 

As maiores altas do dia acontecem com as ações das empresas Casas Bahia, Petz e Carrefour.

Entre as ações mais negociadas da bolsa de valores, estão a Petrobras, a Vale e o Itaú.

Já as baixas do dia ocorrem com a TOTVS e Magazine Luíza. 

No último pregão, o volume negociado na B3 foi de R$ 21,8 bilhões. 

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3.
 

Copiar textoCopiar o texto