Foto: Dylan Ferreira/Unsplash
Foto: Dylan Ferreira/Unsplash

Plataforma Aprenda Mais oferece cursos on-line e gratuitos para estudantes

Iniciativa do Ministério da Educação visa capacitar mais de 820 mil estudantes até 2025 em 12 áreas distintas do conhecimento


Pela plataforma Aprenda Mais, os estudantes brasileiros podem ter acesso a 90 cursos autoinstrucionais em 12 áreas distintas do conhecimento, de forma on-line e gratuita. O ambiente virtual é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e visa capacitar mais de 820 mil estudantes até 2025.

Um dos diferenciais da plataforma é o formato Massive Open Online Course (MOOC). Segundo Emerson Corazza, gerente de projeto da Diretoria de Desenvolvimento da Rede Federal da Educação Profissional, Científica e Tecnológica do MEC, isso permite que os cursos tenham uma quantidade ilimitada de vagas. E ainda é possível emitir certificados aos concluintes.

“Essa é a vantagem do curso MOOC, o limite do curso é a quantidade de acessos simultâneos que a plataforma tem. Hoje, ela está configurada para 10 mil acessos simultâneos, então isso é praticamente ilimitado pelo número de estatísticas que a gente tem. São cursos gratuitos e autoinstrucionais”, destaca.

Para o especialista em educação Afonso Celso Galvão, a internet representa uma grande revolução para o conhecimento.

“Os cursos on-line e abertos são fundamentais para democratizar o acesso das pessoas para a qualificação, seja profissional ou pessoal, de todo tipo que se possa imaginar. E isso é um caminho que não tem volta e que possui muitos benefícios”, diz.

Ferramenta de Avaliações Formativas pode diagnosticar aprendizado de estudantes

Jogo educativo estimula discussão sobre saneamento entre adolescentes e adultos

Porém, Afonso ainda aponta a exclusão que muitos brasileiros passam pela falta de acesso à internet: “Se você está excluído da internet e desse acesso ao conhecimento, você está excluído do mundo. Essa inclusão tem que começar pelas escolas públicas e no oferecimento de internet gratuita para toda a população.”, avalia.

Aprenda Mais

Os cursos da plataforma Aprenda Mais possuem em média 40 horas de duração e são ofertados por áreas de conhecimento, entre elas: ciências exatas; ciências humanas; gestão e negócios; idiomas, línguas e literatura; informação e comunicação; produção cultural e design; segurança e turismo, hospitalidade e lazer.

Para cada área, os cursos possuem níveis que vão do básico ao avançado. Dependendo dos requisitos e especificidades de cada um, estudantes do ensino médio, técnico e superior e até mesmo o público em geral podem se inscrever.

Para fazer a inscrição, acesse a plataforma.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Os estudantes brasileiros podem ter acesso a 90 cursos autoinstrucionais em 12 áreas do conhecimento pela plataforma Aprenda Mais. As aulas são on-line e de graça. O ambiente virtual é uma iniciativa do Ministério da Educação com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul. A ideia é capacitar mais de 820 mil estudantes até 2025.

Segundo Emerson Corazza, gerente de projeto da Diretoria de Desenvolvimento da Rede Federal da Educação Profissional, Científica e Tecnológica do MEC, um dos diferenciais da plataforma é o formato Massive Open Online Course, ou MOOC. Isso permite que os cursos tenham uma quantidade ilimitada de vagas.

TEC./SONORA: Emerson Corazza, gerente de projeto da Diretoria de Desenvolvimento da Rede Federal da Educação Profissional, Científica e Tecnológica do MEC

“Essa é a vantagem do curso MOOC, o limite do curso é a quantidade de acessos simultâneos que a plataforma tem. Hoje, ela está configurada para 10 mil acessos simultâneos, então isso é praticamente ilimitado pelo número de estatísticas que a gente tem. São cursos gratuitos e autoinstrucionais.”

LOC.: Para o especialista em educação Afonso Celso Galvão, a internet representa uma grande revolução para o conhecimento.

TEC./SONORA: Afonso Celso Galvão, especialista em educação 

“Os cursos on-line e abertos são fundamentais para democratizar o acesso das pessoas para a qualificação, seja profissional ou pessoal, de todo tipo que se possa imaginar. E isso é um caminho que não tem volta e que possui muitos benefícios.”

LOC.: Os cursos possuem uma média de quarenta horas de duração. Entre as áreas de conhecimento ofertadas estão: ciências exatas, gestão e negócios, segurança e turismo, entre outras. Para se inscrever, acesse o site www.aprendamais.mec.gov.br 

Reportagem, Poliana Fontenele