Foto: Banco de Imagens/Governo Federal
Foto: Banco de Imagens/Governo Federal

Funcionalidades do 5G são demonstradas em Natal (RN)

Evento do Ministério das Comunicações mostrou o que se pode fazer com o sinal de quinta geração. Capital potiguar será uma das primeiras a receber a nova tecnologia de internet móvel


Algumas funcionalidades do 5G, nova geração de internet que está chegando ao Brasil, foram demonstradas na última quinta-feira (16), em Natal (RN). O evento, promovido pelo Ministério das Comunicações, em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), destacou projetos que poderão ser aplicados na capital potiguar, uma das primeiras a receber a nova tecnologia, entre eles luminárias inteligentes para iluminação pública.

A ABDI será responsável pela instalação, em caráter experimental, de luminárias munidas com antenas 5G e câmeras de vídeo nas cidades de Ceará Mirim (RN), Petrolina (PE), Araguaína (TO), Jaraguá do Sul (SC) e Curitiba (PR).

"A chegada do 5G possibilitará a criação de modelos de negócios inovadores, gerando empregos e contribuindo para o desenvolvimento do país", comemorou o ministro das Comunicações, Fábio Faria. Além de ressaltar os benefícios do novo padrão de conectividade, com ganhos para a medicina, comércio, educação, turismo, entre outros, o ministro também lembrou que a chegada das novas operadoras estimula o livre mercado e isso vai refletir em preços mais baratos.

Fábio Faria espera que todas as escolas do Brasil possam ter, em breve, conexão com a internet, e destacou que o Brasil está pronto para uma revolução, mesmo porque a nova tecnologia vai oportunizar uma preparação adequada dos jovens.

“Antigamente a gente tinha de fazer um curso de datilografia para ter emprego. Antigamente era medicina, engenharia, direito. Hoje, não. É robótica, ciência da computação. Aí se a gente tem esse mundo novo chegando e não tem o 5G aqui, como é que nossas crianças vão se preparar? Não tem chance. Então, a gente vai ter a oportunidade de preparar nossas crianças, nossos jovens, para esse futuro novo que está chegando”, disse o ministro.

Mais rápida

A Brisanet, empresa que arrematou os lotes referentes às regiões Nordeste e Centro-Oeste no leilão do 5G, também realizou, durante o evento em Natal, demonstração com a tecnologia para exibir as diferenças entre o sinal de altíssima velocidade e baixa latência da quinta geração em relação à geração anterior. Já as startups de tecnologia mostraram o uso do 5G na prática, em casos como o Robo Educ, ferramenta de ensino para crianças; a impressão 3D para escolas; um robô de acompanhamento para idosos; e um sistema de tradução automática para libras.

Entrave das antenas

O maior leilão de radiofrequências da América Latina ocorreu no início de novembro e arrecadou R$ 47,2 bilhões, dos quais mais de 85% serão revertidos em investimentos, devido ao perfil não arrecadatório do certame. Dessa forma, foi viabilizada a expansão da conectividade no país, com internet de alta velocidade para localidades com pouca ou nenhuma conexão, e a cobertura de 36 mil km de rodovias federais e em escolas públicas. 

Também estão previstas como contrapartidas a serem cumpridas pelas operadoras a implantação da infraestrutura de fibra óptica na região Amazônica e a estruturação da rede privativa de comunicação da Administração Pública Federal.

A chegada da tecnologia, no entanto, tem uma barreira a ser vencida: a burocracia referente à instalação de antenas nos municípios. A solução ainda aguarda análise na Câmara dos Deputados: o PL 8518/2007, que altera a Lei Geral das Antenas e dá maior agilidade ao processo, que atualmente pode demorar mais de um ano e atrapalha a chegada da internet de quinta geração às cidades.

Revolução econômica

A implementação do 5G no país irá gerar impactos em diversos setores da economia, como a indústria, o agronegócio e a saúde. A nova tecnologia vai transformar a rotina dos negócios, a partir da conexão simultânea com mais computadores até o compartilhamento de dados em tempo real. Estas inovações permitem integrar e otimizar a cadeia produtiva ao operar grandes equipamentos de maneira remota. 

Serviços de streaming, videochamadas e transmissões de eventos esportivos, educacionais ou culturais passarão a contar com resolução melhor de imagem e áudio, sem interrupções ou perda de qualidade. Objetos do dia a dia, como eletrodomésticos, roupas e até a própria residência, poderão ser conectados à rede mundial de computadores e acionados remotamente.

A tecnologia do 5G estará disponível em todas as capitais brasileiras até julho de 2022. Em municípios com mais de 500 mil habitantes, o prazo limite para implantar o 5G é julho de 2025. A previsão é que 60% dos municípios com menos de 30 mil habitantes estejam atendidos até dezembro de 2027, meta que sobe para 90% até dezembro de 2028 e 100% até dezembro de 2029.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A revolução que a chegada do 5G vai promover no Brasil teve uma degustação, na última quinta-feira (16), em Natal, no Rio Grande do Norte. Em evento promovido pelo Ministério das Comunicações, em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, foram apresentados projetos que poderão ser aplicados em breve na capital potiguar, uma das primeiras a receber a nova tecnologia. Entre eles, o de luminárias inteligentes para iluminação pública.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, presente no evento, destacou que a nova tecnologia vai trazer avanços para diversos setores, como medicina, comércio e turismo. Ele ressaltou que a internet deve chegar a todas as escolas do país.

TEC. SONORA: ministro das Comunicações, Fábio Faria

“Antigamente a gente tinha de fazer um curso de datilografia para ter emprego. Antigamente era medicina, engenharia, direito. Hoje, não. É robótica, ciência da computação. Aí se a gente tem esse mundo novo chegando e não tem o 5G aqui, como é que nossas crianças vão se preparar? Não tem chance. Então, a gente vai ter a oportunidade de preparar nossas crianças, nossos jovens, para esse futuro novo que está chegando.”

LOC.: A Brisanet, empresa que arrematou os lotes referentes às regiões Nordeste e Centro-Oeste no leilão do 5G, também realizou, durante o evento em Natal, demonstração com a tecnologia para exibir as diferenças entre o sinal de altíssima velocidade e baixa latência da quinta geração em relação à geração anterior. 

Para a chegada da tecnologia, no entanto, há uma barreira a ser vencida: a burocracia referente à instalação de antenas nos municípios. A solução ainda aguarda análise na Câmara dos Deputados: o projeto que altera a Lei Geral das Antenas e dá maior agilidade ao processo de instalação. Atualmente isso pode demorar mais de um ano.

A tecnologia do 5G vai estar disponível em todas as capitais brasileiras até julho de 2022. Os demais municípios receberão a novidade ao longo dos anos. A ideia é que a cobertura alcance todo o país até dezembro de 2029.

Reportagem, Paloma Custódio e Luciano Marques