Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Dólar hoje: moeda abre a terça-feira (4) em baixa, cotada a R$ 4,78

O Ibovespa teve alta de 1,34% e se encontra novamente próximo dos 120 mil pontos


O dólar americano começou esta terça-feira (4) cotado a R$ 4,78 para compra e venda. Houve queda da moeda em relação ao último fechamento, em 0,65%.

Apesar da alta registrada nos últimos dias, em função da preferência do investidor pelos títulos dos Estados Unidos, as projeções apontam que o dólar pode chegar a R$ 4,60 até o final deste ano, de acordo com estimativas feitas pelo próprio mercado.

Mesmo assim, as moedas latino-americanas devem passar por um período de teste frente ao dólar, com o início da queda das taxas de juros que deve ocorrer no segundo semestre. 

O período será um teste de resiliência para as moedas latinas. Menores juros tendem a favorecer positivamente as bolsas de valores, mas não necessariamente a valorização do real frente a outras moedas. 

O euro também teve queda. O recuo foi de 0,65% e a moeda é cotada a R$ 5,22 para compra e para venda. 

O Ibovespa abriu em alta de 1,34% e volta a se aproximar do patamar de 120 mil pontos. O índice se encontra a 119.672 pontos. Este movimento positivo da Bolsa de Valores e da cotação das moedas reflete as quedas de expectativa de inflação, conforme divulgado nessa segunda-feira (3) pelo Boletim Focus. A queda de inflação deve ser seguida por menores juros, tornando a Bolsa de Valores mais atrativa. 

As ações da Vale (VALE3) e da Petrobras (PETR4 e PETR3) influenciaram a alta do índice e subiram 3,22% e 1,89%, respectivamente. As ações da Vale se encontram cotadas a R$ 66,29. Já da Petrobras, a R$ 30,09. 
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O dólar americano começou esta terça-feira (4) cotado a R$ 4,78 para compra e venda. Houve queda da moeda em relação ao último fechamento, em 0,65%.

Apesar da alta registrada nos últimos dias, em função da preferência do investidor pelos títulos dos Estados Unidos, as projeções apontam que o dólar pode chegar a R$ 4,60 até o final deste ano, de acordo com estimativas feitas pelo próprio mercado.

Mesmo assim, as moedas latino-americanas devem passar por um período de teste frente ao dólar, com o início da queda das taxas de juros que deve ocorrer no segundo semestre. 

O período será um teste de resiliência para as moedas latinas. Menores juros tendem a favorecer as bolsas de valores, mas não necessariamente a valorização do real frente a outras moedas. 

O euro também teve queda. O recuo foi de 0,65% e a moeda é cotada a R$ 5,22 para compra e para venda. 

O Ibovespa abriu em alta de 1,34% e volta a se aproximar do patamar de 120 mil pontos. Este movimento positivo da Bolsa de Valores e da cotação das moedas reflete as quedas de expectativa de inflação, conforme divulgado nessa segunda-feira (3) pelo Boletim Focus. A queda de inflação deve ser seguida por menores juros, tornando a Bolsa de Valores mais atrativa. 

As ações da Vale e da Petrobras influenciaram a alta do índice e subiram 3,22% e 1,89%, respectivamente. As ações da Vale se encontram cotadas a R$ 66,29. Já da Petrobras, a R$ 30,09. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Lívia Azevedo