Municípios foram atingidos por incêndios florestais. Foto: Ylvers/Pixabay
Municípios foram atingidos por incêndios florestais. Foto: Ylvers/Pixabay

Desastres naturais atingem três cidades do país

Comercinho (MG) sofre com os efeitos da estiagem, Dom Aquino (MT) e Morro Agudo (SP) foram atingidos por incêndios florestais


Por conta dos desastres naturais nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), decretou situação de emergência em três municípios. Em Minas Gerais, a cidade de Comercinho, passa pelo período de estiagem - que é uma seca mais prolongada, enquanto Dom Aquino, no Mato Grosso; e Morro Agudo, em São Paulo, foram atingidos por incêndios florestais. As informações constam na publicação desta terça-feira (28), do Diário Oficial da União (DOU).
 
Por todo o Brasil, estados e municípios podem solicitar recursos do MDR, para ações de resposta a desastres naturais e de reconstrução de infraestrutura pública danificada. Com a situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal, os gestores locais estão aptos a solicitar recursos da Defesa Civil Nacional para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados. É o que explica o coronel Alexandre Lucas, secretário nacional de Proteção e Defesa Civil.
 
“O que o reconhecimento permite é que o Governo Federal, com todos os seus órgãos do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, atue em apoio ao estado. Essa é a primeira consequência. Mudando, inclusive, os seus processos administrativos para acelerar essa ajuda”, explicou.  

FPM: recursos podem ser investidos em infraestrutura municipal com ampliação de empregos, mais saúde e escolaridade para a população

Cerca de 38% das famílias brasileiras se recusaram a doar órgãos em 2021

Como solicitar recursos federais

Para fazer a solicitação, os estados e municípios afetados por desastres naturais devem ter decretado situação de emergência ou estado de calamidade pública. Em seguida, é preciso solicitar o reconhecimento federal ao MDR, por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). O pedido deve atender aos critérios da Instrução Normativa n. 36/2020.
 
Depois da publicação do reconhecimento federal por meio de portaria no DOU, o ente federado pode solicitar repasses para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública danificada pelo desastre.
 
Com base nas informações enviadas por meio do S2iD, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do valor a ser liberado.

Alertas

A Defesa Civil Nacional possui um sistema de alerta de desastres naturais gratuito. Qualquer cidadão pode se cadastrar, enviando um SMS com o CEP de sua residência para: 40199. Os alertas são emitidos por meio da Interface de Divulgação de Alertas Públicos (Idap). Para saber mais, acesse este aqui.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

 
LOC.: O Governo Federal reconheceu a situação de emergência em três cidades nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste do País atingidas por desastres naturais. 
 
Em Minas Gerais, o município de Comercinho sofre com os efeitos da estiagem. Já as cidades de Morro Agudo, em São Paulo, e Dom Aquino, em Mato Grosso, foram atingidas por incêndios florestais. 
 
Com o reconhecimento federal, os gestores municipais podem pedir auxílio financeiro ao Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, para atender a população afetada. É o que explica o coronel Alexandre Lucas, secretário nacional de Proteção e Defesa Civil.
 
 

TEC./SONORA:  Cel. Alexandre Lucas, secretário nacional de Proteção e Defesa Civil.
 
“O que o reconhecimento permite é que o Governo Federal, com todos os seus órgãos do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, atue em apoio ao estado. Essa é a primeira consequência. Mudando, inclusive, os seus processos administrativos para acelerar essa ajuda.” 
 

 
LOC.: As solicitações de recursos para ações de Defesa Civil devem ser feitas pelo Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, o S2iD. A ferramenta pode ser acessada em s2id.mi.gov.br.
 
Também nesta terça-feira, 28 de setembro, o MDR reconheceu a situação de emergência em outras quatro cidades do País, localizadas no Ceará, Paraná e Rio Grande do Sul.
 
Para saber mais ações do Ministério do Desenvolvimento Regional na área de Proteção e Defesa Civil, acesse mdr.gov.br.