Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Arrecadação de impostos em 2021 chega a R$ 1 trilhão

Valor foi alcançado na manhã de hoje (19), segundo o Impostômetro da ACSP


O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) chegou a marca de R$ 1 trilhão arrecadados em tributos pelos governos federal, estadual e municipal, desde o 1º dia do ano de 2021. O valor foi atingido na manhã desta quarta-feira (19).

Receita Federal: Novo aplicativo agenda atendimentos presenciais

Drawback: em tempos de pandemia, prorrogação do regime aduaneiro pode gerar emprego e competitividade para setor produtivo

Nessa conta entram impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e a correção monetária. De acordo com a análise da ACSP, o aumento da inflação no período, a desvalorização do real frente ao dólar e o crescimento da economia em alguns setores foram os fatores que contribuíram para essa marca, além do aumento das compras online e pedidos de delivery.
 
Em 2019, esse valor foi alcançado no dia 24 de maio. Já no ano passado, por conta da pandemia, a marca foi atingida somente no dia 27 de junho.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) chegou a marca de R$ 1 trilhão arrecadados em tributos pelos governos federal, estadual e municipal, desde o 1º dia do ano de 2021. O valor foi atingido na manhã desta quarta-feira (19).
 
Nessa conta entram impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e a correção monetária. De acordo com a análise da ACSP, o aumento da inflação no período, a desvalorização do real frente ao dólar e o crescimento da economia em alguns setores foram os fatores que contribuíram para essa marca, além do aumento das compras online e pedidos de delivery.
 
Em 2019, esse valor foi alcançado no dia 24 de maio. Já no ano passado, por conta da pandemia, a marca foi atingida somente no dia 27 de junho.
 
Reportagem, Larissa Lago