Foto: Walterson Rosa/MS
Foto: Walterson Rosa/MS

SP: prefeitura da capital exige vacinação em dia para entrada em estabelecimentos da cidade

O estabelecimento que não cumprir a exigência será penalizado com multa. Já o indivíduo que não apresentar o comprovante de vacinação poderá ser impedido de entrar no local


Para entrar nos estabelecimentos da cidade de São Paulo, cada indivíduo deve estar com a vacinação contra a Covid-19 em dia. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pela prefeitura municipal.

A exigência vale para todo tipo de estabelecimento, como comércio, serviços e eventos em geral. A ideia é que isso funcione como um passaporte de vacinação. A comprovação poderá ser feita por meio de aplicativo da prefeitura ou com o próprio cartão de vacinas.

Para o primeiro caso, o prefeito Ricardo Nunes explica que é preciso baixar o aplicativo, no qual terá um QR Code com todas as informações sobre aplicação da primeira e da segunda dose, assim como quando a pessoa vai tomar ou deveria ter tomado.

Posso tomar doses diferentes da vacina para Covid-19?

Escolas de educação básica recebem mais de R$ 151 milhões para o retorno das aulas presenciais

Ainda segundo o chefe do Executivo local, o estabelecimento que não cumprir a exigência será penalizado com multa. Já o indivíduo que não apresentar o comprovante de vacinação poderá ser impedido de entrar no local.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o município de São Paulo vacinou, até o momento, 13,7 milhões de pessoas. Desse total, 9,2 milhões foram imunizados com a primeira dose e 4,1 com a segunda. A quantidade de pessoas que tomaram a dose única é superior a 320 mil.

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Para entrar nos estabelecimentos da cidade de São Paulo, cada indivíduo deve estar com a vacinação contra a Covid-19 em dia. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pela prefeitura municipal.

A exigência vale para todo tipo de estabelecimento, como comércio, serviços e eventos em geral. A ideia é que isso funcione como um passaporte de vacinação. A comprovação poderá ser feita por meio de aplicativo da prefeitura ou com o próprio cartão de vacinas.

Para o primeiro caso, o prefeito Ricardo Nunes explica que é preciso baixar o aplicativo, no qual terá um QR Code com todas as informações sobre aplicação da primeira e da segunda dose, assim como quando a pessoa vai tomar ou deveria ter tomado.

Ainda segundo o chefe do Executivo local, o estabelecimento que não cumprir a exigência será penalizado com multa. Já o indivíduo que não apresentar o comprovante de vacinação poderá ser impedido de entrar no local.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o município de São Paulo vacinou, até o momento, 13,7 milhões de pessoas. Desse total, 9,2 milhões foram imunizados com a primeira dose e 4,1 com a segunda. A quantidade de pessoas que tomaram a dose única é superior a 320 mil.

Reportagem, Marquezan Araújo