Foto: Ministério da Infraestrutura
Foto: Ministério da Infraestrutura

Paraná produziu mais de 1 milhão toneladas de carne de frango para o exterior, nos 6 primeiros meses de 2023

O estado exporta 41% da carne de frango produzida no Brasil


O Paraná produziu 1 milhão e 73 mil toneladas de carne de frango para o mercado exterior, nos 6 primeiros meses de 2023. O resultado representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram produzidas 956 mil toneladas, afirma o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES) Jorge Callado.

“O Paraná tem a produção das mais variadas proteínas animais, preponderantemente o frango. Nós temos também o suíno, os peixes e também os bovinos. Mas, nós podemos dizer que as receitas registradas foram em torno de 47 bilhões”,  ressalta

O estado liderou as exportações de frango no Brasil, com quase o dobro do volume exportado por Santa Catarina, o segundo colocado, que registrou 545,5 mil toneladas. O Rio Grande do Sul ficou em terceiro, com 372,7 mil toneladas; seguido por São Paulo, com 151,4 mil toneladas; e Goiás, com 120,4 mil toneladas. 

Segundo o diretor-presidente, os frigoríficos do estado do Paraná responderam, no ano passado, por aproximadamente 120 mil empregos diretos. Os frigoríficos são voltados, principalmente, para o abate de frangos e suínos — e o estado exporta 41% da carne de frango produzida no Brasil.

Veja Mais:

Soja em grão e carne de frango in natura são responsáveis pelo recorde de exportação no Paraná
Paraná: Banco Fomento abre renegociação de dívidas para microempresas, MEIs e informais
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Paraná produziu 1 milhão e 73 mil toneladas de carne de frango para o mercado exterior, nos 6 primeiros meses de 2023. O resultado representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram produzidas 956 mil toneladas, destaca o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), Jorge Callado.

TEC./SONORA: Jorge Callado - diretor-presidente do IPARDES

“O Paraná tem a produção das mais variadas proteínas animais, preponderantemente o frango. Nós temos também o suíno, os peixes e também os bovinos. Mas nós podemos dizer que as receitas registradas foram em torno de 47 bilhões.”
 


LOC.: O estado liderou as exportações de frango no Brasil, com quase o dobro do volume exportado por Santa Catarina, o segundo colocado, que registrou 545,5 mil toneladas. O Rio Grande do Sul ficou em terceiro, com 372,7 mil toneladas; seguido por São Paulo, com 151,4 mil toneladas; e Goiás, com 120,4 mil toneladas. 

Segundo o diretor-presidente, os frigoríficos do estado do Paraná  responderam, no ano passado, por aproximadamente 120 mil empregos diretos. Os frigoríficos são voltados, principalmente, para o abate de frangos e suínos — e o estado exporta 41% da carne de frango produzida no Brasil, comemora.

Reportagem, Sophia Stein