Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Dólar hoje: moeda abre a terça-feira (26) cotada a R$ 4,96

O euro registra alta e começa o dia cotado a R$ 5,25


O dólar americano começou esta terça-feira (26) em forte alta, cotado a R$ 4,96 para compra e venda. O euro seguiu a mesma tendência de elevação e começou o dia cotado a R$ 5,25. 

A desvalorização do real frente às moedas internacionais ocorre com a repercussão do comunicado do Banco Central do Brasil acerca do corte da taxa básica de juros, a Selic. 

O comunicado reconhece os ganhos positivos da economia em 2023, mas aponta o cenário de desinflação e preocupação com a necessidade do cumprimento de metas fiscais no país. 

No cenário internacional, após a manutenção da taxa básica de juros da economia dos Estados Unidos, o Banco Central daquele país apontou para a possibilidade de aumento dessa taxa até o final do ano e de uma política monetária mais restritiva para o ano que vem.

As informações referentes à cotação das moedas podem ser consultadas no site do Banco Central do Brasil.
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O dólar americano começou esta terça-feira (26) em forte alta, cotado a R$ 4,96 para compra e venda. O euro seguiu a mesma tendência de elevação e começou o dia cotado a R$ 5,25. 

A desvalorização do real frente às moedas internacionais ocorre com a repercussão do comunicado do Banco Central do Brasil acerca do corte da taxa básica de juros, a Selic. 

O comunicado reconhece os ganhos positivos da economia em 2023, mas aponta o cenário de desinflação e preocupação com a necessidade do cumprimento de metas fiscais no país. 

No cenário internacional, após a manutenção da taxa básica de juros da economia dos Estados Unidos, o Banco Central daquele país apontou para a possibilidade de aumento dessa taxa até o final do ano e de uma política monetária mais restritiva para o ano que vem.

As informações referentes à cotação das moedas podem ser consultadas no site do Banco Central do Brasil.

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Lívia Azevedo