Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: Pesquisa da Fiocruz aponta que esquema vacinal completo reduz casos graves em idosos

Estudo avaliou efetividade de vacinas da AstraZeneca e CoronaVac. Efetividade chegou a quase 80% entre pessoas de 60 a 80 anos


Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) concluiu que a imunização com duas doses de vacinas contra a Covid-19 garante efetividade média de 79,8% em pessoas que têm entre 60 e 80 anos e de 70,3% em idosos com mais de 80 anos. 

A pesquisa mediu os resultados das vacinas AstraZeneca/Oxford e CoronaVac aplicadas até o dia 7 de junho em mais de 40 milhões de brasileiros. O estudo constatou que as vacinas são eficientes para reduzir os casos graves da Covid-19 em idosos, como hospitalizações e mortes.

Família Zé Gotinha lembra importância da segunda dose da vacina contra Covid-19 em campanha do MS

Covid-19: Fiocruz desenvolve novo kit de diagnóstico com método simples, rápido e barato

Saúde recomenda vacinação de gestantes e puérperas com Pfizer e Coronavac

Para quem recebeu a primeira dose, a efetividade das vacinas foi de 73,7% para pessoas de 60 a 79 anos, e de 63% entre os idosos acima dos 80 anos. Em nota técnica, a Fiocruz afirmou que os dados obtidos dão suporte às evidências de que a proteção vacinal é eficaz contra a variante gama do novo coronavírus, que é a cepa mais circulante no País. 

A Fiocruz disse que vai continuar acompanhando a efetividade da vacinação e prometeu estimar mais dados sobre o quadro. Até o início da tarde deste sábado (10), o Ministério da Saúde distribuiu quase 144 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Dessas, cerca de 110 milhões foram aplicadas na população, sendo 81,1 milhões referentes à primeira dose e 28,9 milhões à dose de reforço.
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) concluiu que a imunização com duas doses de vacinas contra a Covid-19 garante efetividade média de 79,8% em pessoas que têm entre 60 e 80 anos e de 70,3% em idosos com mais de 80 anos. 

A pesquisa mediu os resultados das vacinas AstraZeneca/Oxford e CoronaVac aplicadas até o dia 7 de junho em mais de 40 milhões de brasileiros. O estudo constatou que as vacinas são eficientes para reduzir os casos graves da Covid-19 em idosos, como hospitalizações e mortes.

Para quem recebeu a primeira dose, a efetividade das vacinas foi de 73,7% para pessoas de 60 a 79 anos, e de 63% entre os idosos acima dos 80 anos. Em nota técnica, a Fiocruz afirmou que os dados obtidos dão suporte às evidências de que a proteção vacinal é eficaz contra a variante gama do novo coronavírus, que é a cepa mais circulante no País. 

A Fiocruz disse que vai continuar acompanhando a efetividade da vacinação e prometeu estimar mais dados sobre o quadro. Até o início da tarde deste sábado (10), o Ministério da Saúde distribuiu quase 144 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Dessas, cerca de 110 milhões foram aplicadas na população, sendo 81,1 milhões referentes à primeira dose e 28,9 milhões à dose de reforço. 

Reportagem, Felipe Moura.