Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Covid-19: apenas 44 mil pessoas tomaram a dose de reforço em toda Roraima

Além das duas doses da vacina, é importante tomar o reforço após quatro meses


Em Roraima, pouco mais de 44 mil pessoas tomaram a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. 286.626 mil pessoas estão imunizadas com a segunda dose no estado. Dentre os municípios que estão atrasados estão São Luiz, São João da Baliza, Caroebe, Caracaraí e Iracema, que registram menos de 50% da população vacinada com a segunda dose ou dose única.

O Secretário de Saúde do Estado, Leocadio Vasconcelos, convoca a população a se vacinar. Ele explica que o poder público tem buscado formas de ampliar a vacinação: “Nós estamos com essa ação conjunta aí, da Saúde do Estado com o Ministério da Saúde, com a governação Panamericana para buscar aquelas populações de mais difícil acesso, da zona rurais, que normalmente tem dificuldade para vir às sedes dos Municípios vacinar. Então vai ser um trabalho nas residências, nas casas de cada uma dessas pessoas, durante 10 dias para que nós tenhamos a população completamente imunizada, completamente vacinada, porque é a solução para covid é a vacinação plena de todo mundo, sem dúvida nenhuma.”

A  secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do  Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo, explica que a vacinação é importante no atual contexto da pandemia: “A variante veio também para nos ensinar, que quando nós estávamos achando - nós observamos isso no Brasil inteiro, já estava um pouco arrefecidos, né? Alguns deixando as máscaras, se aglomerando, relaxando, ela veio mostrar que nós ainda precisamos. A pandemia não acabou, de fato a pandemia não acabou, ela não está como estava, não vamos envolver estresse pós-traumático, mas precisamos estar alertas e ser prudentes”

A vacina está disponível em todo o estado de Roraima para jovens e adultos a partir de 12 anos. E o reforço para quem tem mais de 18 anos e já tomou a segunda dose ou dose única há quatro meses.  


 

Covid-19: pode tomar a vacina gripado?

Ministério da Saúde inclui crianças de 5 a 11 anos no Plano Nacional de Vacinação contra Covid-19

Covid-19: menos de 60% da população de RR, AP, PA e MA tomaram as duas doses da vacina

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: Em Roraima, pouco mais de 44 mil pessoas tomaram a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. 286.626 mil pessoas estão imunizadas com a segunda dose no estado. Dentre os municípios que estão atrasados estão São Luiz, São João da Baliza, Caroebe, Caracaraí e Iracema, que registram menos de 50% da população vacinada com a segunda dose ou dose única. O Secretário de Saúde do Estado, Leocadio Vasconcelos, convoca a população a se vacinar. Ele explica que o poder público tem buscado formas de ampliar a vacinação:
 

TEC./SONORA: Leocadio Vasconcelos, secretário de saúde 

“Nós estamos com essa ação conjunta aí, da Saúde do Estado com o Ministério da Saúde, com a governação Panamericana para buscar aquelas populações de mais difícil acesso, da zona rurais, que normalmente tem dificuldade para vir às sedes dos Municípios vacinar. Então vai ser um trabalho nas residências, nas casas de cada uma dessas pessoas, durante 10 dias para que nós tenhamos a população completamente imunizada, completamente vacinada, porque é a solução para covid é a vacinação plena de todo mundo, sem dúvida nenhuma.”
 


LOC: A  secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do  Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo, explica que a vacinação é importante no atual contexto da pandemia. 

 TEC./SONORA: Rosana Leite de Melo - secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde

“A variante veio também para nos ensinar, que quando nós estávamos achando - nós observamos isso no Brasil inteiro, já estava um pouco arrefecidos, né? Alguns deixando as máscaras, se aglomerando, relaxando, ela veio mostrar que nós ainda precisamos. A pandemia não acabou, de fato a pandemia não acabou, ela não está como estava, não vamos envolver estresse pós-traumático, mas precisamos estar alertas e ser prudentes”
 


LOC: A vacina está disponível em todo o estado de Roraima para jovens e adultos a partir de 12 anos. E o reforço para quem tem mais de 18 anos e já tomou a segunda dose ou dose única há quatro meses.