Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini/Fotos Públicas
Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini/Fotos Públicas

CoronaVac: SP receberá mais insumos para produção da vacina ainda neste mês

Até agora, o Butantan já entregou 47,2 milhões de doses ao PNI


O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (2), que no próximo dia 28 de junho mais insumos para produção da CoronaVac devem chegar ao Brasil. A última entrega vinda da China chegou ao Brasil no dia 25 de maio.

Covid-19: Fiocruz formaliza contrato com Astrazeneca para produção de vacinas totalmente fabricadas no Brasil

OMS aprova uso emergencial da CoronaVac

A CoronaVac é uma vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A Sinovac envia ao Butantan a matéria-prima para que os processos de envase, rotulagem, embalagem e controle de qualidade sejam feitos no Brasil. Todo esse processo dura entre 15 e 20 dias. Só então as doses são disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para distribuição para a população.

A previsão é de que São Paulo irá receber um lote com seis mil litros de insumos farmacêutico ativo (IFA), quantidade suficiente para a fabricação de 10 milhões de doses da vacina.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (2), que no próximo dia 28 de junho mais insumos para produção da CoronaVac devem chegar ao Brasil. A última entrega vinda da China chegou ao Brasil no dia 25 de maio.

A CoronaVac é uma vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A Sinovac envia ao Butantan a matéria-prima para que os processos de envase, rotulagem, embalagem e controle de qualidade sejam feitos no Brasil. Todo esse processo dura entre 15 e 20 dias. Só então as doses são disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para distribuição para a população.

A previsão é de que São Paulo irá receber um lote com seis mil litros de insumos farmacêutico ativo (IFA), quantidade suficiente para a fabricação de 10 milhões de doses da vacina.

Reportagem, Larissa Lago