Números Covid - Foto: Governo do Ceará
Números Covid - Foto: Governo do Ceará

Covid-19: Brasil bate novo recorde e registra 3.251 mortes em 24 horas, além de 82.493 infectados

Segundo o Ministério da Saúde, 10,6 milhões de pessoas já se recuperaram


Brasil bate novo recorde e registra 3.251 mortes por Covid-19 em 24 horas, além de 82.493 infectados. Os dados foram compilados até o fim do dia 23 de março pelo Ministério da Saúde, com informações fornecidas pelas secretarias estaduais de Saúde. O total de óbitos pela doença é de 298.676 pessoas. Outras 3.396 mortes estão em investigação. 

O total de infectados é de 12.130.019 casos. Entre eles, 10.601.658 já se recuperaram e 1.229.685 estão em acompanhamento. 

Brasil vive “maior colapso hospitalar da história” e especialistas projetam futuro dramático

Após municípios receberem 24 milhões de doses, vacinação pode acelerar com novas entregas

São Paulo lidera com o maior número de óbitos entre os estados (68.623), seguido por Rio de Janeiro (35.331), Minas Gerais (22.123) e Rio Grande do Sul (17.499). Em número de casos, São Paulo continua na frente (2.332.043), seguido por Minas Gerais (1.040.198), Paraná (807.157), Rio Grande do Sul (801.499) e Bahia (774.491).

Os dados são atualizados diariamente no site do Ministério da Saúde.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Brasil bate novo recorde e registra 3.251 mortes por Covid-19 em 24 horas, além de mais de 82 mil infectados. Os dados foram compilados até o fim do dia 23 de março pelo Ministério da Saúde. O total de óbitos pela doença é de mais de duzentas e noventa e oito mil pessoas. 

O total de infectados ultrapassa os 12 milhões de casos. Entre eles, mais de 10,6 milhões já se recuperaram e cerca de 1,2 milhão estão em acompanhamento. 

São Paulo lidera com o maior número de óbitos entre os estados, com mais de 68 mil mortes pela doença, seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Em número de casos, São Paulo continua na frente, com mais de dois milhões e 300 mil casos, seguido por Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia.

Os dados são atualizados diariamente no site: susanalitico.saude.gov.br

Reportagem, Paloma Custódio