Imagem: Brasil 61
Imagem: Brasil 61

Todos os olhares para a CMO

Nesta semana, a Comissão Mista de Orçamentos será o cenário para disputas políticas que vão além do orçamento.


A Comissão Mista de Orçamentos (CMO), instalada na semana passada, será o cenário para outras disputas na política brasileira. 

A primeira cena será em relação ao recesso parlamentar: sendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (chamada também de LDO) aprovada na Comissão de Orçamentos e depois em sessão do Congresso, liberará, de forma oficial, os congressistas para o recesso parlamentar do meio de ano, algo muito desejado pelo Planalto, pois tende a esfriar a temperatura da CPI da Covid no Senado Federal. 

Outro capítulo será a intenção de uma parte dos parlamentares, tanto de oposição quanto governistas, e do próprio governo, em impedir que na próxima LDO tenha autorização para a existência das famigeradas emendas de relator geral, que são aquelas que deram vida ao chamado “orçamento secreto” (ou “tratorgate”, ou ainda orçamento paralelo) que ainda atormenta o Poder Executivo, e que ainda poderá trazer sérias consequências ao Presidente da República. 

A CMO deve aprovar o texto nessa quarta-feira, e o Congresso tem sessão prevista para a próxima quinta. 

Se tudo der certo o recesso parlamentar ocorrerá à partir do dia 18 até 2 de agosto, e a CPI terá 15 dias de pausa. O recesso é parlamentar, mas quem realmente descansará será o Presidente. 

Filme a ser acompanhado durante essa semana.
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.