Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

SP: governo promove Dia D para aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19

Levantamento mostrou que 501.693 pessoas estão com a segunda dose atrasada


O governo do estado de São Paulo irá promover no próximo sábado (5) o Dia D para a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 que está atrasada. Mais de 5 mil pontos de vacinação no estado estarão abertos das 7 às 18h para atender as mais de 500 mil pessoas que não completaram o seu esquema vacinal.

Covid-19: Brasil registra 43,5 mil novos casos e 874 mortes em 24 horas

Covid-19: vacinação em massa pode levar à retomada da indústria e da economia

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde apontou que 501.693 pessoas que já receberam a primeira dose dos imunizantes estão com a segunda dose atrasada. Desse total, 212.403 pessoas não tomaram a vacina da Fiocruz/AstraZeneca e outros 289.290 referentes à vacina do Butantan (CoronaVac).

De acordo com o governo, deverão ser vacinadas as pessoas que estão com mais de 28 dias atrasados com relação a doses da Vacina do Butantan e mais de 12 semanas do imunizante da Fiocruz/AstraZeneca.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O governo do estado de São Paulo irá promover no próximo sábado (5) o Dia D para a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 que está atrasada. Mais de 5 mil pontos de vacinação no estado estarão abertos das 7 às 18h para atender as mais de 500 mil pessoas que não completaram o seu esquema vacinal.

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde apontou que 501.693 pessoas que já receberam a primeira dose dos imunizantes estão com a segunda dose atrasada. Desse total, 212.403 pessoas não tomaram a vacina da Fiocruz/AstraZeneca e outros 289.290 referentes à vacina do Butantan (CoronaVac).

De acordo com o governo, deverão ser vacinadas as pessoas que estão com mais de 28 dias atrasados com relação a doses da Vacina do Butantan e mais de 12 semanas do imunizante da Fiocruz/AstraZeneca.

Reportagem, Larissa Lago