Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Resultado do Prouni sai nesta terça-feita (9)

Os candidatos podem acessar o resultado por meio do Portal Acesso Único, pela internet


O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) está marcado para sair nesta terça-feira (9), pela internet, no portal Acesso Único. A segunda chamada sai em 22 de agosto.   

Nesta edição, o Ministério da Educação vai divulgar a classificação parcial do candidato no lugar da nota de corte, como era feito. O ranqueamento foi divulgado em diferentes momentos durante o prazo de inscrição. A última listagem foi divulgada nessa segunda-feira (8), permitindo que o estudante alterasse as escolhas caso não estivesse bem colocado. Mesmo a informação da aprovação só será confirmada nesta terça, uma vez que até às 23h59 de segunda podem ser feitas mudanças ou novas inscrições.

Estudante de 17 anos ganha bolsa em uma das principais escolas técnicas da Europa

O pedagogo Tiago Diana relembra que o ranqueamento é feito a partir do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que as notas mais altas ficam com as vagas. Por isso, o pedagogo explica a importância de ter acompanhado a posição do candidato durante o período de inscrição. “Na janela de abertura dá pra você acompanhar se está dentro do número de vagas ou não. Então, a grande ideia é acompanhar os três ou quatro dias em que a janela estiver aberta, se a sua nota está dentro do número de vagas.”

Após o lançamento da primeira chamada, os candidatos não aprovados, mas que ficaram em posições próximas às quantidades das vagas precisam ficar atentos à chamada posterior, que será divulgada dia 22 de agosto. Um dos motivos de sobra de vagas é a não comprovação de renda do candidato.

“Lembrando que bolsas integrais, de 100%, em universidades e faculdades particulares só acontecem para pessoas com baixa renda e com capacidade de comprovar que vivem com um salário mínimo. As parciais, de 50%, para famílias que vivem com até três salários mínimos”, relembra o professor.

INOVADOR: Empreendedor cria plataforma de seguros e carteira digital escolar

Nesta edição foram ofertadas mais de 190 mil bolsas de estudo e, dessas, 1.547 são para cursos de Medicina. O aumento foi de 40% em comparação às vagas ofertadas no segundo semestre de 2021, que foi de 916 bolsas. De acordo com a legislação do Prouni, instituições de ensino têm a prerrogativa de permutar bolsas entre seus cursos e turnos, havendo também um teto para essa ação. Em alguns casos, havia uma oferta inicial de 68 bolsas para o curso de Medicina e a instituição optou por permutar oito dessas bolsas, que foram alocadas em outros diferentes cursos dela.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O resultado da primeira chamada do Prouni está marcado para sair nesta terça-feira (9), pela internet, no portal Acesso Único. A segunda chamada sai em 22 de agosto.   

Nesta edição, o Ministério da Educação vai divulgar a classificação parcial do candidato no lugar da nota de corte, como era feito. O ranqueamento foi divulgado em diferentes momentos durante o prazo de inscrição. A última listagem foi divulgada nessa segunda-feira (8), permitindo que o estudante alterasse as escolhas caso não estivesse bem colocado. Mesmo  assim a informação da aprovação só será confirmada nesta terça, uma vez que até às 23h59 de segunda podem ser feitas mudanças ou novas inscrições.

Após o lançamento da primeira chamada, os candidatos não aprovados, mas que ficaram em posições próximas às quantidades das vagas precisam ficar atentos à chamada posterior, que será divulgada dia 22 de agosto. Um dos motivos para a sobra de vagas é a não comprovação de renda do candidato, como aponta o pedagogo e Tiago Diana. Ele relembra as regras para o Prouni.

TEC/SONORA: Tiago Diana, pedagogo 

“Lembrando que bolsas integrais, de 100%, em universidades e faculdades particulares só acontecem para pessoas com baixa renda e com capacidade de comprovar que vivem com um salário mínimo. As parciais, de 50%, para famílias que vivem com até três salários mínimos.”

LOC.: Nesta edição foram ofertadas mais de 190 mil bolsas de estudo e, dessas, mais de mil e quinhentas são para cursos de Medicina. O aumento foi de 40% em comparação às vagas ofertadas no segundo semestre de 2021.