Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

REFORMA TRIBUTÁRIA: PEC 110 pode ser analisada semana que vem na Comissão de Constituição e Justiça

A reforma propõe a criação de um Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual, com unificação de impostos federais em um IVA e de Estados e Municípios em outro


O Senado vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 110/2021 que trata da reforma tributária. A matéria deve entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, na semana que vem. O anúncio foi feito pelo presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (DEM-AP), na primeira reunião da comissão de 2022.  “Essa matéria é aguardada há 30 anos. Vai ser votada este mês, se Deus quiser, ou então logo após o carnaval" , ressaltou. 

A PEC 110 propõe a criação de um Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual, com unificação de impostos federais em um IVA e de Estados e Municípios em outro. Relator da matéria, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) pediu que, após a leitura do seu relatório, a PEC seja votada na comissão na mesma sessão. 

"Essa matéria, a PEC 110 é aguardada por todos há muito tempo e eu fico muito lisonjeado de chegar ao ponto em que amadureceu de tal modo que se não colhermos, apodrece e cai. Acho que essa é a última janela de oportunidade da nossa geração e temos que aproveitar.”, destacou o relator. 

O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) defendeu a análise da matéria. Ele acredita que independentemente da posição dos partidos, a matéria precisa ser votada. “Não é mais questão de partido A ou B, nem de ideologia. Hoje o país precisa. Quem produz neste Brasil não aguenta mais. É cada estado trabalhando por um lado, com seus incentivos fiscais, e essa briga para ver quem leva mais recurso. Temos que resolver de forma que contemple todos”, afirmou. 

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado volta a se reunir na quarta-feira, dia 23 de fevereiro. 
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Senado vai analisar a PEC 110, que trata da reforma tributária. A matéria deve entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, na semana que vem. O anúncio foi feito pelo presidente da comissão, Davi Alcolumbre, do DEM do Amapá, na primeira reunião de 2022.  
 

TEC./SONORA: Davi Alcolumbre - presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) 

“Essa matéria é aguardada há 30 anos. Vai ser votada este mês, se Deus quiser, ou então logo após o carnaval."


LOC.: A PEC 110 propõe a criação de um Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual, com unificação de impostos federais em um IVA e de Estados e Municípios em outro. 

Relator da matéria, o senador Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão, pediu que, após a leitura do seu relatório, a PEC seja votada na comissão na mesma sessão. 

TEC./SONORA: Roberto Rocha - senador (PSDB-MA) 

"Essa matéria, a PEC 110 é aguardada por todos há muito tempo e eu fico muito lisonjeado de  chegar ao ponto em que amadureceu de tal modo que se não colhermos, apodrece e cai. Acho que essa é a última janela de oportunidade da nossa geração e temos que aproveitar."


LOC.: O senador Vanderlan Cardoso, do PSD de Goiás, defendeu a análise da matéria. Ele acredita que independentemente da posição dos partidos, a proposta precisa ser votada.

TEC./SONORA: Vanderlan Cardoso - Senador (PSD-GO) 

“Não é mais questão de partido A ou B, ou de ideologia. Hoje o Brasil precisa. Quem produz neste país, o trabalhador não aguenta mais. É cada estado trabalhando por um lado, com seus incentivos fiscais, e essa briga para ver quem leva mais recurso para seus estados, isso é bom, mas vamos resolver de uma forma que contemple a todos.” 


LOC.: A Comissão de Constituição e Justiça volta a se reunir na quarta-feira, dia 23 de fevereiro. 

Reportagem, Daniel Trevor