Foto: Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil

Ibovespa abre a segunda-feira (4) em alta

A bolsa de valores brasileira subiu 1,86% e retorna ao patamar de 117 mil pontos


O Ibovespa abriu esta segunda-feira (4) em alta de 1,86% e retorna ao patamar de 117 mil pontos. As cotações registradas nos últimos dias revelam forte oscilação, após um segundo trimestre de relativo crescimento estável do índice. Atualmente, o Ibovespa é cotado a 117.892 pontos.  . 

Hoje, o otimismo é motivado pelos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que vieram acima do esperado. Apesar da boa notícia, alguns analistas esperam uma possível alta da taxa de juros com o maior crescimento da economia, o que desfavorece os mercados de capitais. 

Além disso, no setor externo, os resultados positivos do mercado de trabalho dos Estados Unidos motivaram os investidores. Houve criação de novas vagas de trabalho acima do esperado e indicativos de que o Banco Central americano diminua a taxa básica de juros naquele país. 

Entre as principais empresas da B3 que registraram alta estão Vale (VALE3), Petrobras (PETR3, PETR4) e Itaú (ITUB4), que apresentaram elevação de 5,85%, 3,33% e 0,85%, respectivamente.  Além delas, Bradespar (BRAP4), Petz (PETZ3) e Lojas Renner (LREN3) registraram altas.

As baixas ocorreram com Meliuz (CASH3), IRB Brasil (IRBR3) e Pão de Açúcar, que caíram 5,50%, 2,45% e 0,40%, respectivamente. 

O total do volume negociado na B3 é de R$ 26,4 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3. 
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Ibovespa abriu esta segunda-feira (4) em alta de 1,86% e retorna ao patamar de 117 mil pontos. As cotações registradas nos últimos dias revelam forte oscilação, após um segundo trimestre de relativo crescimento estável do índice. Atualmente, o Ibovespa é cotado a 117.892 pontos.  . 

Hoje, o otimismo é motivado pelos resultados do PIB brasileiro, que vieram acima do esperado. Apesar da boa notícia, alguns analistas esperam uma possível alta da taxa de juros com o maior crescimento da economia, o que desfavorece os mercados de capitais. 

Além disso, no setor externo, os resultados positivos do mercado de trabalho dos Estados Unidos motivaram os investidores. Houve criação de novas vagas de trabalho acima do esperado e indicativos de que o Banco Central americano diminua a taxa básica de juros naquele país. 

Entre as principais empresas da B3 que registraram alta estão Vale, Petrobras e Itaú, que apresentaram elevação de 5,85%, 3,33% e 0,85%, respectivamente.  Além delas, Bradespar, Petz e Lojas Renner registraram altas.

As baixas ocorreram com Meliuz, IRB Brasil e Pão de Açúcar, que caíram 5,50%, 2,45% e 0,40%, respectivamente. 

O total do volume negociado na B3 é de R$ 26,4 bilhões.

Os dados referentes à bolsa de valores brasileira podem ser consultados através da B3. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Lívia Azevedo