Serviço Digital - Foto: Secretaria Geral
Serviço Digital - Foto: Secretaria Geral

Era digital: mais 20 serviços do governo federal estão disponíveis on-line

Pagamento de dívidas com órgãos federais e transação excepcional para débitos rurais são exemplos de serviços que foram disponibilizados pela internet


Em janeiro de 2021, mais 20 serviços do governo federal foram disponibilizados de forma digital; dentre eles pagamento de débitos a órgãos federais, proposição de transação individual na dívida ativa e transação excepcional para débitos rurais e fundiários inscritos em dívida ativa da União. Agora, já são 1.137 serviços que podem ser realizados totalmente on-line, desde 2019.

Dos 20 novos serviços digitalizados, sete são do Ministério da Justiça e Segurança Pública; quatro do Ministério da Economia e da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional; três da Agência Nacional de Saúde Suplementar; dois do Ministério da Cidadania; um do Banco Central; um da Comissão Nacional de Energia Nuclear; um do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e um da Advocacia-Geral da União.

União conta com nova modalidade de tecnologia para realizar transferência

Redes de fibra ótica devem alcançar 99% dos municípios brasileiros até 2024

A meta do governo federal é digitalizar as etapas presenciais de todos os serviços prestados, até 2022. 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Em janeiro de 2021, mais 20 serviços do governo federal foram disponibilizados de forma digital; dentre eles pagamento de débitos a órgãos federais, proposição de transação individual na dívida ativa e transação excepcional para débitos rurais e fundiários inscritos em dívida ativa da União. Agora, já são 1.137 serviços que podem ser realizados totalmente on-line, desde 2019.

Dos 20 novos serviços digitalizados, sete são do Ministério da Justiça e Segurança Pública; quatro do Ministério da Economia e da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional; três da Agência Nacional de Saúde Suplementar; dois do Ministério da Cidadania; um do Banco Central; um da Comissão Nacional de Energia Nuclear; um do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e um da Advocacia-Geral da União.

A meta do governo federal é digitalizar as etapas presenciais de todos os serviços prestados, até 2022. 

Reportagem, Paloma Custódio