Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Emprego: 196,9 mil postos de trabalho formais foram criados em abril

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). O número é mais que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado


Em abril deste ano, o Brasil criou 196,9 mil empregos com carteira assinada, 0,48% a mais do que em março. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Novo Caged, em abril de 2022, foi registrado o saldo de 196.966 postos de trabalho. Esse resultado decorreu de 1.854.557 admissões e de 1.657.591 desligamentos.

A quantidade total de vínculos celetistas ativos, em abril deste ano, contabilizou 41.448.948 vínculos, o que representa um aumento de 0,48% em relação aos postos de trabalho do mês anterior. No decorrer de 2022, foi registrado saldo de 770.593 empregos, resultado de 7.715.322 admissões e de 6.944.729 desligamentos.


Fonte: Novo CAGED

Em abril, os dados do Novo Caged registraram saldo positivo no nível de emprego em quatro das cinco grandes áreas de atividades econômicas, apenas no agronegócio houve retração.  O setor de serviços foi o que mais criou novos postos, seguido do comércio e da construção.


Fonte: Novo CAGED

De acordo com a economista Amanda Vieira, de Recife (PE), a recuperação do número de pessoas empregadas já era esperada devido aos efeitos da vacinação. “Essa redução de desemprego já mostra lá pra frente que a gente tende a ter uma recuperação da economia, uma recuperação lenta, mas uma recuperação que existe", conclui a economista. 

Trabalhadores têm até quarta-feira (8) para usar o FGTS na compra de ações da Eletrobras

Câmara dos Deputados aprova novo marco legal das garantias

Kesia Wielewski, 35 anos, moradora de Curitiba (PR), é formada em administração e estava desempregada. Ela foi uma das pessoas que conseguiu emprego no período. “A felicidade tomou conta, pois como mãe solo, trazer um sustento para dentro de casa de forma mais adequada, foi uma alegria ímpar”, completa.
Segundo dados do Novo Caged, em abril de 2022, houve aproximadamente 351 mil admissões a mais do que o número de admissões no mesmo mês de 2021. Um total de 1.854.557 admissões.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Novo CAGED, em abril de 2022, o Brasil criou 196 mil e novecentos novos postos de trabalho com carteira assinada. O número corresponde a um aumento de 0,48% em relação ao mês passado. 

Para a economista Amanda Vieira, a redução no número de desempregados é resultado dos efeitos da vacinação e sinaliza para a retomada da economia.
 

TEC./SONORA: Amanda Vieira, economista

 “Essa redução de desemprego já mostra lá pra frente que a gente tende a ter uma recuperação da economia, uma recuperação lenta, mas uma recuperação que existe.”
 

LOC.:  Kesia Wielewski tem 35 anos e mora em Curitiba, no Paraná. Ela foi uma das pessoas que conseguiu emprego no período. 
 

TEC./SONORA: Kesia Wielewski - Assistente administrativo


“A felicidade tomou conta, porque além de poder me reerguer depois de uma separação e como foi solo, poder buscar os filhos na escola e trazer o sustento para dentro de casa de forma mais adequada, foi surreal, uma alegria ímpar.”
 

LOC.:  Segundo dados do Novo CAGED, em abril de 2022, houve mais de trezentas e cinquenta mil admissões a mais que no mesmo mês do ano passado. 


Reportagem, Sophia Stein