Imagem de Arquivo/Agência Brasil
Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Produtos agropecuários sofrem aumento no 1º trimestre de 2021

De acordo com dados do Cepea, aumento dos produtos foi influenciado pelo preço dos grãos e da pecuária


Números divulgados pelo Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA), do Cepea, mostram que os preços da maioria dos produtos agropecuários seguiram elevados no primeiro trimestre de 2021. Em comparação com o mesmo período de 2020, o índice avançou 14,1%.

Esse cenário é resultado, principalmente, do aumento expressivo no valor dos grãos. O preço da soja aumentou 43%, do arroz 30%, 22% o do algodão, 19% o milho e 11% o trigo. Com esses valores, o aumento foi de 32,8% no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado.

Definição de agricultor familiar é alterada pelo Governo

Por outro lado, o preço da cana e do café recuou 10,8%, e os produtos hortifrutícola também abaixaram 9,8% em termos reais. No total, entre o último trimestre de 2020 e o primeiro de 2021, o IPPA/Cepea apresentou queda de 5,1%.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Números divulgados pelo Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA), do Cepea, mostram que os preços da maioria dos produtos agropecuários seguiram elevados no primeiro trimestre de 2021. Em comparação com o mesmo período de 2020, o índice avançou 14,1%.

Esse cenário é resultado, principalmente, do aumento expressivo no valor dos grãos. O preço da soja aumentou 43%, do arroz 30%, 22% o do algodão, 19% o milho e 11% o trigo. Com esses valores, o aumento foi de 32,8% no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, o preço da cana e do café recuou 10,8%, e os produtos hortifrutícola também abaixaram 9,8% em termos reais. No total, entre o último trimestre de 2020 e o primeiro de 2021, o IPPA/Cepea apresentou queda de 5,1%.

Reportagem, Larissa Lago