Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Eleições 2020: pré-candidatos têm até esta terça-feira (15) para fazer propaganda intrapartidária

Data marca o limite de 15 dias de intervalo entre a realização da propaganda dentro das legendas e a escolha definitiva do partido para candidatura ao cargo eletivo


Pré-candidatos aos cargos de prefeito e de vereador nas eleições municipais de 2020 têm até esta terça-feira (15) para fazer propaganda intrapartidária. Uma resolução deste ano do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece 15 dias de intervalo entre a realização da promoção dentro das legendas e a escolha definitiva do partido para candidatura ao cargo eletivo. 

TSE apresenta Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais. Saiba mais

Vídeos de campanhas eleitorais precisam ser mais compreendidos por pessoas com deficiência, recomenda MP

A promoção dentro dos partidos políticos é a oportunidade que os pré-candidatos têm para apresentar suas plataformas de campanha aos dirigentes e delegados do partido. Os nomes finais vão ser definidos em convenções partidárias.


O descumprimento das regras do período de pré-candidaturas pode gerar punição. O uso de rádio, televisão e outdoor nas propagandas intrapartidárias é proibido pelo TSE, podendo caracterizar propaganda eleitoral antecipada. 
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Pré-candidatos aos cargos de prefeito e de vereador nas eleições municipais de 2020 têm até esta terça-feira (15) para fazer propaganda intrapartidária. Uma resolução deste ano do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece 15 dias de intervalo entre a realização da promoção dentro das legendas e a escolha definitiva do partido para candidatura ao cargo eletivo. 

A promoção dentro dos partidos políticos é a oportunidade que os pré-candidatos têm para apresentar suas plataformas de campanha aos dirigentes e delegados do partido. Os nomes finais vão ser definidos em convenções partidárias.

O descumprimento das regras do período de pré-candidaturas pode gerar punição. O uso de rádio, televisão e outdoor nas propagandas intrapartidárias é proibido pelo TSE, podendo caracterizar propaganda eleitoral antecipada.