Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Campanha alerta população sobre vacinas contra Covid-19 falsificadas

Senacon analisa mais de duas mil páginas virtuais suspeitas em que imunizantes piratas são oferecidos


Campanha lançada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), pasta vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com o Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), alerta a população sobre a comercialização de vacinas falsificadas contra a Covid-19.    

A campanha adverte os cidadãos brasileiros de que, neste momento, somente o Poder Público está autorizado a fornecer o imunizante. A Senacon afirma que recebeu diversas denúncias sobre a venda de vacinas contra o coronavírus.       

Vacinômetro: bancos de dados permitem acompanhar cobertura vacinal contra Covid-19 em todo o País 

A Senacon analisa mais de duas mil páginas virtuais suspeitas em que vacinas piratas são oferecidas ou em que consumidor é induzido ao erro.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Campanha lançada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), pasta vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com o Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), alerta a população sobre a comercialização de vacinas falsificadas contra a Covid-19.

A campanha adverte os cidadãos brasileiros de que, neste momento, somente o Poder Público está autorizado a fornecer o imunizante. A Senacon afirma que recebeu diversas denúncias sobre a venda de vacinas contra o coronavírus.

A Senacon analisa mais de duas mil páginas virtuais suspeitas em que vacinas piratas são oferecidas ou em que consumidor é induzido ao erro.

Reportagem, Paulo Oliveira