Foto: Karolina Grabowska (Pexels)
Foto: Karolina Grabowska (Pexels)

A partir desta quarta-feira (2) a nota de R$200 passa a circular no país

O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção de 450 milhões de cédulas do novo valor até dezembro deste ano.


Nesta quarta-feira (02), a nota de R$200 vai começar a circular pelo Brasil, segundo informou o Banco Central. A nota, que terá a imagem do lobo-guará, permanece em sigilo. Desta forma, o desenho, a cor e as informações de segurança só serão revelados na quarta-feira, quando a cédula entrará em circulação. O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção de 450 milhões de cédulas do novo valor até dezembro deste ano.

Governo envia proposta orçamentária de 2021 ao Congresso e cogita salário mínimo de R$ 1.067

Essa será a sétima cédula da família de notas do Real e é a primeira nota com um novo valor em 18 anos. Antes dela, a última cédula tinha sido lançada em 2002 - nota a de R$ 20, com a figura de um mico-leão-dourado. Os lançamentos de cédulas novas têm em comum o objetivo de reduzir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda. Outro motivo apontado pelo Governo Federal é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial – estimado em mais de R$ 160 bilhões considerando as cinco parcelas aprovadas.

Empresas de diálise cobram socorro financeiro do Governo Federal

A imagem foi escolhida por meio de uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2000. A instituição perguntou à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro. Na época, o primeiro lugar ficou com a tartaruga marinha, usada na cédula de R$ 2. Mais tarde, o segundo lugar estampou a nota de R$20, que foi o mico-leão-dourado.


 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Nesta quarta-feira (02), a nota de R$200 vai começar a circular pelo Brasil, segundo informou o Banco Central. A nota, que terá a imagem do lobo-guará, permanece em sigilo. Desta forma, o desenho, a cor e as informações de segurança só serão revelados na quarta-feira, quando a cédula entrará em circulação. O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção de 450 milhões de cédulas do novo valor até dezembro deste ano.

Essa será a sétima cédula da família de notas do Real e é a primeira nota com um novo valor em 18 anos. Antes dela, a última cédula tinha sido lançada em 2002 - nota a de R$ 20, com a figura de um mico-leão-dourado. Os lançamentos de cédulas novas têm em comum o objetivo de reduzir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda. Outro motivo apontado pelo Governo Federal é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial – estimado em mais de R$ 160 bilhões considerando as cinco parcelas aprovadas.

A imagem foi escolhida por meio de uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2000. A instituição perguntou à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro. Na época, o primeiro lugar ficou com a tartaruga marinha, usada na cédula de R$ 2. Mais tarde, o segundo lugar estampou a nota de R$20, que foi o mico-leão-dourado.