Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

SP: Governo anuncia nova licitação para recuperação da SP-55, no trecho de Caraguatatuba

O trecho apresenta problemas de deterioração, interferindo na segurança dos veículos e aumentando o risco de acidentes


O governo de São Paulo, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do estado (DER-SP), anunciou que uma nova licitação será feita para a recuperação da rodovia SP-55, no trecho entre a chegada da Tamoios em Caraguatatuba até a divisa com o município de São Sebastião. 

Além de ser a única rota de ligação das cidades de Caraguatatuba em direção a Bertioga, a rodovia serve para circulação de caminhões que abastecem o Porto de São Sebastião e as obras dos Contornos Norte e Sul.

Atualmente, o trecho apresenta problemas de deterioração, o que interfere na segurança dos veículos e riscos de acidentes. A diretora executiva adjunta da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Fernanda Rezende, alerta que o investimento em rodovias é fundamental.

“O problema de não se investir em rodovias, é que você tem, cada vez mais, uma condição pior. Quando você não recupera um defeito que aparece de imediato, ele se agrava ao longo do tempo. Por exemplo, se você tem uma trinca isolada na rodovia e ela não é recuperada, pode evoluir para um buraco, e daqui uns dias o pavimento pode ficar destruído”, aponta Rezende.

De acordo com o levantamento realizado anualmente pela CNT, 66% das rodovias apresentam algum tipo de defeito no pavimento, sinalização ou geometria. “Esses três elementos são essenciais. Precisam ter investimentos para que sejam reduzidos a quantidade de acidentes, e principalmente, de óbitos na malha brasileira”, explica Fernanda Rezende.

Para a rodovia SP-55, os ofícios também pedem melhorias nas sinalizações das rotatórias, além das entradas e saídas dos bairros, para proporcionar um tráfego seguro.

Antonio Coutinho, advogado especialista em infraestrutura, afirma que o investimento em rodovias pode diminuir o Custo Brasil, jargão usado para se referir a um conjunto de dificuldades que atrapalham o crescimento do país.

“É bastante importante e significativo para o desenvolvimento, e diminuição do denominado Custo Brasil. A diminuição dele passa pela melhoria da nossa capacidade de melhor transportar bens, produtos, e especialmente, passageiros”, complementa.

Além disso, ele ainda aponta que diferente de outros países, o Brasil não conta com uma infraestrutura ferroviária, que poderia auxiliar e trazer mais eficiência para o transporte de cargas. Por isso, é inquestionável a importância do setor rodoviário no país, e consequentemente, das rodovias.

Leia mais:

São Paulo tem 2,3 mil km de rodovias e estradas recuperadas no primeiro semestre de 2023

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O governo de São Paulo, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do estado, anunciou que uma nova licitação será feita para a recuperação da rodovia SP-55, no trecho entre a chegada da Tamoios em Caraguatatuba até a divisa com o município de São Sebastião. 

Atualmente, o trecho apresenta problemas de deterioração, o que interfere na segurança dos veículos e riscos de acidentes. A diretora executiva adjunta da Confederação Nacional do Transporte, Fernanda Rezende, alerta que o investimento em rodovias é fundamental.

TEC./SONORA: Diretora executiva adjunta da CNT, Fernanda Rezende

“O problema de não se investir em rodovias é que cada vez mais você tem uma condição pior. Quando você não recupera um defeito que aparece de imediato, ele se agrava ao longo do tempo. Por exemplo, se você tem uma trinca isolada na rodovia e ela não é recuperada, pode evoluir para um buraco, e daqui uns dias o pavimento pode ficar destruído.”


LOC.: Para a rodovia SP-55, os ofícios também pedem melhorias nas sinalizações das rotatórias, além das entradas e saídas dos bairros, para proporcionar um tráfego seguro.

Além disso, o advogado especialista em infraestrutura Antonio Coutinho, afirma que o investimento em rodovias pode diminuir o Custo Brasil, jargão usado para se referir a um conjunto de dificuldades que atrapalham o crescimento do país.

TEC./SONORA: Antonio Coutinho, advogado especialista em infraestrutura

“É bastante importante e significativo para o desenvolvimento, e diminuição do denominado Custo Brasil. A diminuição dele passa pela melhoria da nossa capacidade de melhor transportar bens, produtos, e especialmente, passageiros.”


LOC.: O advogado ainda aponta que diferente de outros países, o Brasil não conta com uma infraestrutura ferroviária, que poderia auxiliar e trazer mais eficiência para o transporte de cargas. Por isso, é inquestionável a importância do setor rodoviário no país, e consequentemente, das rodovias.

Reportagem, Nathália Guimarães