Os quatro sistemas de dessalinização entregues nesta segunda-feira vão beneficiar comunidades e assentamentos das cidades de Carnaubais, Janduís, Mossoró e Santa Cruz. Foto: Dênio Simões/MDR
Os quatro sistemas de dessalinização entregues nesta segunda-feira vão beneficiar comunidades e assentamentos das cidades de Carnaubais, Janduís, Mossoró e Santa Cruz. Foto: Dênio Simões/MDR

RN: 600 pessoas são beneficiadas com equipamentos que tiram o sal da água

No estado, já estão em operação 100 sistemas de dessalinização em 59 municípios potiguares e três obras estão em andamento


Nesta segunda-feira (27), o Governo Federal entregou quatro sistemas de dessalinização para comunidades e assentamentos de quatro municípios do Rio Grande do Norte: Carnaubais, Janduís, Mossoró e Santa Cruz. A ação foi realizada por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), com objetivo de dar mais segurança hídrica para a população do estado. 

Esses equipamentos vão atender mais de 600 moradores do assentamento Santa Luzia, em Carnaubais, e das comunidades Arrimo, em Janduís, Cheiro da Terra, em Mossoró, e Açude do Alívio, em Santa Cruz. Todas elas estão localizadas na área rural do Rio Grande do Norte. Apesar disso, a capacidade de atendimento de cada um desses dessalinizadores é de 400, o que garante atendimento suficiente para 1,6 mil pessoas.

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, esteve presente à entrega dos sistemas. Ele explicou a importância da ação para quem convive com a falta d’água, sobretudo na Região Nordeste. 

"Oferecer água de qualidade para consumo humano, por meio dos sistemas dessalinizadores, é fundamental para a saúde e qualidade de vida das famílias desta região, que tradicionalmente sofre com a falta de chuvas. Garantir segurança hídrica para a população brasileira, sobretudo a da Região Nordeste, é uma das prioridades desta gestão e estamos empenhados em cumprir essa tarefa”, completou.

FPM: recursos podem ser investidos em infraestrutura municipal com ampliação de empregos, mais saúde e escolaridade para a população

Empresários do segmento de máquinas e equipamentos são os mais confiantes da indústria

A entrega dos sistemas faz parte do Programa Água Doce (PAD), que tem objetivo de estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas, que na maior parte dos casos são salobras.

Por enquanto, estão em operação 100 sistemas de dessalinização em 59 municípios potiguares e três obras estão em andamento. O investimento federal nos equipamentos foi de R$24,6 milhões, feito pela Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), instituição vinculada ao MDR. Desse total, 31 foram instalados desde 2019, beneficiando 7,5 mil moradores de 23 municípios.

O Rio Grande do Norte foi o primeiro estado a implantar um sistema alimentado com energia fotovoltaica, localizado no Assentamento Maria da Paz, em João Câmara. Cada sistema tem capacidade de fornecer até 4 mil litros de água dessalinizada por dia.
 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Governo Federal vai garantir mais segurança hídrica para a população do Rio Grande do Norte que sofre com a falta de água. Quatro cidades vão receber do Ministério do Desenvolvimento Regional, sistemas de dessalinização que vão retirar o excesso de sal da água, fazendo com que ela se torne potável. Os dessalinizadores vão atender quase 640 moradores do assentamento Santa Luzia, em Carnaubais e das comunidades Arrimos, em Janduís; Cheiro da Terra, em Mossoró e Açude do Alívio em Santa Cruz do Sul. Todas estão localizadas na área rural.

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, esteve presente à entrega dos sistemas. Ele explicou a importância da ação para quem convive com a falta d’água, sobretudo na Região Nordeste. 
 

TEC./SONORA: Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional.

“Essa é uma ação em que nós estamos trabalhando para retirar essa dependência que existe hoje do carro pipa, que já perdura há mais de vinte anos como emergência. Isso depõe contra o Brasil, como um tudo, e contra o Nordeste, em especial.”
 

LOC.: Até o momento, cem sistemas de dessalinização estão em operação em 59 cidades potiguares. Além disso, outros três estão sendo construídos. O investimento federal nos equipamentos foi de quase R$25 milhões de reais. O Rio Grande do Norte foi o primeiro estado a implantar um sistema de dessalinização alimentado por energia fotovoltaica, localizado no assentamento Maria da Paz, em João Câmara. Para saber mais sobre as ações do Governo Federal voltadas ao Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br.