Produção industrial cresce em 18 estados. Foto: Agência Brasil/EBC
Produção industrial cresce em 18 estados. Foto: Agência Brasil/EBC

Em agosto, produção industrial cresce aproximadamente 0,5%

Produção industrial nacional cresceu em 18 dos 25 ramos pesquisados


A produção industrial nacional avançou 0,5% em agosto, frente a julho de 2023. 

Em relação a agosto de 2022, o avanço foi de 0,5%. 

Porém, o acumulado nos últimos 12 meses acumula taxa negativa, de -0,1%. 

Três das quatro grandes categorias econômicas mostraram expansão na produção: bens de capital (4,3%), bens de consumo duráveis (8,0%) e bens de consumo semiduráveis e não duráveis (1,0%). 

Os bens de capital contemplam equipamentos e máquinas. Exemplos de bens de consumo duráveis são os automóveis, televisores e geladeiras. Bens de consumo não duráveis contemplam alimentos, por exemplo. 

Já os bens de consumo intermediários caíram em 0,3%. Esta categoria inclui produtos minerais, metalúrgicos e têxteis. 

Entre os ramos industriais, 18 de 25 registraram alta. Destacam-se os produtos farmacêuticos (18,6%), equipamentos de informática (16,6%) e veículos automotores (5,2%). 

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. 
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A produção industrial nacional avançou aproximadamente 0,5% em agosto, frente a julho de 2023. 

Há avanço em relação a agosto de 2022, em mesmo patamar de 0,5%. 

Porém, o acumulado nos últimos 12 meses acumula taxa negativa. 

Três das quatro grandes categorias econômicas mostraram expansão na produção em agosto de 2023: Bens de capital, bens de consumo duráveis e bens de consumo semiduráveis e não duráveis. 

Os bens de capital contemplam equipamentos e máquinas. Exemplos de bens de consumo duráveis são os automóveis, televisores e geladeiras. bens de consumo não duráveis contemplam alimentos, por exemplo. 

Já os bens de consumo intermediários caíram em 0,3%. Esta categoria inclui produtos minerais, metalúrgicos e têxteis. 

Entre os ramos industriais, 18 de 25 registraram alta. Destaca-se o crescimento de produtos farmacêuticos, equipamentos de informática e veículos automotores. 

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Sophia Stein.