Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Pará recebeu mais de 930 mil turistas em 2022 gerando R$ 660 milhões para o estado

Do total de 938 mil turistas, 900 mil foram turistas nacionais e 38 mil turistas internacionais


O estado do Pará recebeu mais de 938 mil turistas que visitaram o Pará no ano passado, gerando mais de R$ 662 milhões em divisas para a economia do Estado. Do total de 938 mil turistas, 900 mil foram turistas nacionais e 38 mil turistas internacionais. 

Os números foram divulgados pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e o Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (Dieese-Pa).  

Para o economista Aurélio Troncoso, o Brasil precisa se organizar economicamente para que os brasileiros possam viajar mais, já que grande parte do movimento econômico no setor de turismo é feito por turistas estrangeiros. 

“O Brasil tem que reorganizar, o pós-pandemia. Primeiro em termos de valores,  a gente vê que nós brasileiros que vamos ser turistas, nós estamos com menos dinheiro.  Nós estamos ficando mais pobres. Então os preços que são praticados nas áreas turísticas do Brasil relativamente está sendo feito para estrangeiros e não para brasileiros viver. Então a gente tem que ter um melhor readequamento de preços para que nós brasileiros possamos visitar esses setores, esses lugares turísticos no Brasil. Porque senão é muito mais vantagem você sair daqui pra Argentina, onde o real é mais valorizado que o peso. É você ir por exemplo para o Paraguai, o Uruguai, Paraguai principalmente que a nossa moeda é bem mais valorizada”, ressaltou o economista. 

Para o ano de 2023, o Estado do Pará espera receber 1,044 milhão de turistas, sendo 990 mil brasileiros e 54 mil estrangeiros, ou seja, uma variação de 10% do volume de turistas nacionais e de 39,9% do volume dos turistas internacionais, tomando como base o ano de 2022. Em termos de receita, a meta do turismo paraense é que sejam gerados R$ 750 milhões, isto é, uma variação de 13,3% da receita em reais.
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O Pará recebeu mais de 938 mil turistas que visitaram o Pará no ano passado, gerando mais de R$ 662 milhões em divisas para a economia do estado. Do total de 938 mil turistas, 900 mil foram turistas nacionais e 38 mil turistas internacionais. 

Mas para o economista Aurélio Troncoso, o Brasil precisa se organizar economicamente para que os brasileiros possam viajar mais, já que grande parte do movimento econômico no setor de turismo é feito por turistas estrangeiros. 

TEC/SONORA: Aurélio Troncoso - Economista

“O Brasil tem que reorganizar, o pós-pandemia. Primeiro em termos de valores,  a gente vê que nós brasileiros que vamos ser turistas, nós estamos com menos dinheiro.  Nós estamos ficando mais pobres. Então os preços que são praticados nas áreas turísticas do Brasil relativamente está sendo feito para estrangeiros e não para brasileiros viver. Então a gente tem que ter um melhor readequamento de preços para que nós brasileiros possamos visitar esses setores, esses lugares turísticos no Brasil. Porque senão é muito mais vantagem você sair daqui pra Argentina, onde o real é mais valorizado que o peso. É você ir por exemplo para o Paraguai, o Uruguai, Paraguai principalmente que a nossa moeda é bem mais valorizada”.


LOC.: Para o ano de 2023, o Pará espera receber 1,044 milhão de turistas, sendo 990 mil brasileiros e 54 mil estrangeiros.

Reportagem, Daniela Gomes