Foto: Mehmet Turgut Kirkgoz (Pexels)
Foto: Mehmet Turgut Kirkgoz (Pexels)

Mulheres em situação de vulnerabilidade poderão receber cursos gratuitos

A iniciativa do governo federal pretende oferecer capacitação para mulheres em áreas como geração de renda, educação financeira, entre outras


Mulheres em situação de vulnerabilidade social poderão receber cursos gratuitos sobre empreendedorismo, educação financeira, marketing digital e beleza, para ajudar na geração de renda e oportunidades de negócio. Os cursos serão oferecidos para 270 mil mulheres, sendo 10 mil vagas para cada estado do país.]

Campanhas educativas e projetos de lei tentam inibir uso de cerol e linha chilena

Brasil vive pior crise hídrica dos últimos anos e Rio de Janeiro sofre impacto energético

A proposta é atender, prioritariamente, mulheres que possuam renda mensal de até um salário mínimo e meio, que estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental ou médio ou que não tenham escolaridade.

A iniciativa é uma parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) com a Associação Aliança Empreendedora (AE). Os gestores públicos que desejarem levar o programa para o município devem entrar em contato pelo e-mail qualificamulher@mdh.gov.br

As inscrições estão abertas e para participar é preciso acessar a página do projeto Qualifica Mulher para verificar as opções de capacitação disponíveis.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Mulheres em situação de vulnerabilidade social poderão receber cursos gratuitos sobre empreendedorismo, educação financeira, marketing digital e beleza, para ajudar na geração de renda e oportunidades de negócio. Os cursos serão oferecidos para 270 mil mulheres, sendo 10 mil vagas para cada estado do país.

A proposta é atender, prioritariamente, mulheres que possuam renda mensal de até um salário mínimo e meio, que estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental ou médio ou que não tenham escolaridade.

A iniciativa é uma parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) com a Associação Aliança Empreendedora (AE). Os gestores públicos que desejarem levar o programa para o município devem entrar em contato pelo e-mail qualificamulher@mdh.gov.br

As inscrições estão abertas e para participar é preciso acessar a página do projeto Qualifica Mulher para verificar as opções de capacitação disponíveis.