Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Ministro afirma que Infraestrutura terá recursos para obras em 2021

Tarcísio de Freitas participou de live com empresa norte-americana e afirmou que pasta terá recursos suficientes para manutenção de obras no ano que vem


A infraestrutura terá orçamento suficiente em 2021 para manter as obras já em andamento. A afirmação veio do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em reunião virtual com uma empresa norte-americana nessa quinta-feira (20). 

O ministro disse que há espaço para a suplementação de recursos, além de ser possível buscar emendas parlamentares para compor o orçamento do ano que vem. A estratégia, segundo ele, tem sido a de convencer as bancadas estaduais na Câmara dos Deputados a concentrarem recursos na conclusão de empreendimentos prioritários. 

Em 2020, segundo a pasta, foram finalizadas 52 obras e a previsão é de que sejam entregues mais até o fim do ano. Durante a live, Freitas também apresentou um panorama positivo envolvendo os principais projetos de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. Entre elas, o ministro citou a construção da Ferrogrão, ligando Sinopp, no Mato Grosso, a Miritituba, no Pará. A previsão é de que essa obra entre em operação em 2030. 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A infraestrutura terá orçamento suficiente em 2021 para manter as obras já em andamento. A afirmação veio do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em reunião virtual com uma empresa norte-americana nessa quinta-feira (20). 

O ministro disse que há espaço para a suplementação de recursos, além de ser possível buscar emendas parlamentares para compor o orçamento do ano que vem. A estratégia, segundo ele, tem sido a de convencer as bancadas estaduais na Câmara dos Deputados a concentrarem recursos na conclusão de empreendimentos prioritários. 

Em 2020, segundo a pasta, foram finalizadas 52 obras e a previsão é de que sejam entregues mais até o fim do ano. Durante a live, Freitas também apresentou um panorama positivo envolvendo os principais projetos de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. Entre elas, o ministro citou a construção da Ferrogrão, ligando Sinopp, no Mato Grosso, a Miritituba, no Pará. A previsão é de que essa obra entre em operação em 2030. 

Reportagem, Jalila Arabi.