Foto: Divulgação/MIDR
Foto: Divulgação/MIDR

MIDR retoma discussão para realizar concessão da operação e da manutenção do PISF

O objetivo do debate é melhorar a modelagem de gestão tanto dos recursos quanto dos empreendimentos que fazem parte do PISF


Reunião realizada nesta sexta-feira, 14 de julho, entre o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, o MIDR, a Agência Nacional de Águas e Saneamento, a ANA, e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, marcou a retomada dos trabalhos de Estruturação do Projeto de Concessão da Operação e da Manutenção dos eixos Norte e Leste do Programa de Integração do Rio São Francisco, o PISF.

O encontro foi comandado por Giuseppe Vieira, secretário Nacional de Segurança Hídrica, e pelo diretor de Estruturação de Projetos da Secretaria Nacional de Fundos de Investimentos Financeiros, Marcos Torreão.

O objetivo do debate é melhorar a modelagem de gestão tanto dos recursos quanto dos empreendimentos que fazem parte do PISF. Estão em análise a melhor maneira e as diretrizes para que a Parceria Público-Privada avance.  

Entre os indicadores, estão os locais estratégicos a serem visitados por consultores jurídicos, engenheiros, representantes do MIDR e do BNDES.

O diretor Marcos Torreão explica a importância da discussão.

"Essa reunião marca o reinício do projeto de modelagem da concessão do PISF, executada em (tirar o primeiro PARCERIA) uma grande parceria do Governo Federal com o BNDES, que será o responsável pela modelagem junto a outros consultores. A partir de uma PPP administrativa pretende levar água para centenas de municípios".

Cabe ao BNDES a condução da estruturação de concessão para gestão do PISF, incluindo a contratação de serviços técnicos especializados necessários à modelagem do empreendimento. Já o Programa de Parcerias de Investimentos da Casa Civil da Presidência da República coordena o projeto de concessão.

Para saber mais ações do Governo Federal em Integração e Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: Reunião realizada nesta sexta-feira, 14 de julho, entre o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, o MIDR, a Agência Nacional de Águas e Saneamento, a ANA, e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, marcou a retomada dos trabalhos de Estruturação do Projeto de Concessão da Operação e da Manutenção dos eixos Norte e Leste do Programa de Integração do Rio São Francisco, o PISF.

O encontro foi comandado por Giuseppe Vieira, secretário Nacional de Segurança Hídrica, e pelo diretor de Estruturação de Projetos da Secretaria Nacional de Fundos de Investimentos Financeiros, Marcos Torreão.

O objetivo do debate é melhorar a modelagem de gestão tanto dos recursos quanto dos empreendimentos que fazem parte do PISF. Estão em análise a melhor maneira e as diretrizes para que a Parceria Público-Privada avance.  

Entre os indicadores, estão os locais estratégicos a serem visitados por consultores jurídicos, engenheiros, representantes do MIDR e do BNDES.

O diretor Marcos Torreão explica a importância da discussão.

TEC/SONORA: Marcos Torreão

"Essa reunião marca o reinício do projeto de modelagem da concessão do PISF, executada em (tirar o primeiro PARCERIA) uma grande parceria do Governo Federal com o BNDES, que será o responsável pela modelagem junto a outros consultores. A partir de uma PPP administrativa pretende levar água para centenas de municípios".

LOC: Cabe ao BNDES a condução da estruturação de concessão para gestão do PISF, incluindo a contratação de serviços técnicos especializados necessários à modelagem do empreendimento. Já o Programa de Parcerias de Investimentos da Casa Civil da Presidência da República coordena o projeto de concessão.

Para saber mais ações do Governo Federal em Integração e Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br.

Reportagem, Petronilo Oliveira