Foto: EBC
Foto: EBC

MDR autoriza retomada de obras de 127 habitações em áreas rurais de municípios de SC e MA

Obras serão em Ipuaçu, em Santa Catarina, e Caxias, no Maranhão.


O Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, autorizou a continuidade das obras de 127 casas em comunidades rurais e indígenas nos estados de Santa Catarina e Maranhão, beneficiando cerca de 500 pessoas. As intervenções fazem parte do Programa Nacional de Habitação Rural e terão aporte adicional de quase 900 mil reais do Governo Federal.

Alfredo dos Santos, secretário Nacional de Habitação, explica a necessidade de assegurar moradia de qualidade no ambiente rural.

“O MDR vê com extrema importância o programa de habitação de interesse social na modalidade rural, porque, entre outros benefícios, confirma o cidadão no seu local de residência atual, ou seja, na sua propriedade rural. Isso traz mais conforto para o beneficiário e evita uma migração desordenada para as periferias da cidade”.

O município de Ipuaçu, em Santa Catarina, terá quatro empreendimentos retomados, com 87 casas finalizadas. As comunidades beneficiadas serão Chapecozinho I e II, Terra Indígena Chapecó e Aldeia Olaria, com investimento extra de mais de 670 mil reais.

Já a cidade de Caxias, no Maranhão, terá intervenção no Povoado Morros e Cachoeira. Serão 40 casas construídas com aporte adicional de 226 mil reais.

Desde 2019, o Governo Federal dá continuidade às obras já contratadas, além de retomar os serviços paralisados. Para isso, foram investidos mais de 7 bilhões de reais do Orçamento Geral da União em programas de habitação.

Para saber mais sobre os programas de Habitação do Governo Federal, acesse mdr.gov.br.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, autorizou a continuidade das obras de 127 casas em comunidades rurais e indígenas nos estados de Santa Catarina e Maranhão, beneficiando cerca de 500 pessoas. As intervenções fazem parte do Programa Nacional de Habitação Rural e terão aporte adicional de quase 900 mil reais do Governo Federal.

Alfredo dos Santos, secretário Nacional de Habitação, explica a necessidade de assegurar moradia de qualidade no ambiente rural.

SONORA: Alfredo dos Santos, secretário Nacional de Habitação

“O MDR vê com extrema importância o programa de habitação de interesse social na modalidade rural, porque, entre outros benefícios, confirma o cidadão no seu local de residência atual, ou seja, na sua propriedade rural. Isso traz mais conforto para o beneficiário e evita uma migração desordenada para as periferias da cidade”.

LOC: O município de Ipuaçu, em Santa Catarina, terá quatro empreendimentos retomados, com 87 casas finalizadas. As comunidades beneficiadas serão Chapecozinho I e II, Terra Indígena Chapecó e Aldeia Olaria, com investimento extra de mais de 670 mil reais.

Já a cidade de Caxias, no Maranhão, terá intervenção no Povoado Morros e Cachoeira. Serão 40 casas construídas com aporte adicional de 226 mil reais.

Desde 2019, o Governo Federal dá continuidade às obras já contratadas, além de retomar os serviços paralisados. Para isso, foram investidos mais de 7 bilhões de reais do Orçamento Geral da União em programas de habitação.

Para saber mais sobre os programas de Habitação do Governo Federal, acesse mdr.gov.br

Reportagem, Vicente Melo