Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Mapa anuncia criação de plataforma para análise dos dados do Cadastro Ambiental Rural

AnalisaCAR será implantada, primeiramente, no estado do Amapá ainda este ano


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou a criação da AnalisaCAR, uma plataforma que ajudará na análise dos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

TV digital será ampliada para municípios do interior do país

Produtos tecnológicos prometem eliminar o coronavírus

Na prática, a plataforma vai usar tecnologias de sensoriamento remoto que ajudará os estados a fazerem a análise, em larga escala, dos cadastros ambientais. Assim, irá facilitar o processo de verificação de milhares de informações declaradas sobre a situação da regularidade ambiental, das áreas de preservação permanente e das reservas legais em todo o Brasil.

O novo sistema está alinhado com o Código Florestal Brasileiro e o Amapá será o primeiro estado a ter o sistema implantado. Até o fim deste ano, pelo menos dez estados deverão estar utilizando a ferramenta, que será disponibilizada para todo o país em um prazo de dois anos.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou a criação da AnalisaCAR, uma plataforma que ajudará na análise dos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Na prática, a plataforma vai usar tecnologias de sensoriamento remoto que ajudará os estados a fazerem a análise, em larga escala, dos cadastros ambientais. Assim, irá facilitar o processo de verificação de milhares de informações declaradas sobre a situação da regularidade ambiental, das áreas de preservação permanente e das reservas legais em todo o Brasil.

O novo sistema está alinhado com o Código Florestal Brasileiro e o Amapá será o primeiro estado a ter o sistema implantado. Até o fim deste ano, pelo menos dez estados deverão estar utilizando a ferramenta, que será disponibilizada para todo o país em um prazo de dois anos.

Reportagem, Larissa Lago