Foto: Pexels (Pixabay)
Foto: Pexels (Pixabay)

Mais de 8 milhões de pessoas precisam tomar segunda dose contra Covid-19

De acordo com os dados mais recentes do governo federal, mais de 53 milhões de pessoas já tomaram a segunda dose


Com o crescente número de pessoas infectadas pela Covid-19 no Brasil e com cerca de 8,5 milhões de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a doença, o Ministério da Saúde alerta para os riscos das pessoas não completarem o ciclo vacinal. 

De acordo com os dados mais recentes do governo federal, mais de 53 milhões de pessoas tomaram a segunda dose. Isso quer dizer que o número de pessoas atrasadas para a segunda dose corresponde a 16%.

Segundo a avaliação do Ministério da Saúde, listando os estados com maior número de pessoas que precisam completar a vacinação, ficam em ordem São Paulo, com 1,69 milhão; Rio de Janeiro, com 1,06 milhão; e Minas Gerais, com 1,02 milhão. 

Representantes do setor defendem maior aproximação entre empresas e população

Bolsonaro pede impeachment de ministro do STF

A opinião de especialistas na área é a de que concluir o ciclo vacinal é muito importante, pois apenas a primeira dose de imunizante não garante proteção adequada contra o vírus, especialmente com a disseminação da variante Delta.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Com o crescente número de pessoas infectadas pela Covid-19 no Brasil e com cerca de 8,5 milhões de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a doença, o Ministério da Saúde alerta para os riscos das pessoas não completarem o ciclo vacinal. 

De acordo com os dados mais recentes do governo federal, mais de 53 milhões de pessoas tomaram a segunda dose. Isso quer dizer que o número de pessoas atrasadas para a segunda dose corresponde a 16%.

Segundo a avaliação do Ministério da Saúde, listando os estados com maior número de pessoas que precisam completar a vacinação, ficam em ordem São Paulo, com 1,69 milhão; Rio de Janeiro, com 1,06 milhão; e Minas Gerais, com 1,02 milhão. 

A opinião de especialistas na área é a de que concluir o ciclo vacinal é muito importante, pois apenas a primeira dose de imunizante não garante proteção adequada contra o vírus, especialmente com a disseminação da variante Delta.