Foto: Secom/GO
Foto: Secom/GO

IPVA 2023: em Goiás, aproximadamente 600 mil veículos foram penalizados por inadimplência

A dívida total estimada pelo não pagamento do IPVA 2024 é de R$ 636 milhões


Em Goiás, aproximadamente 600 mil veículos foram penalizados por não pagarem o IPVA 2023, acumulando uma dívida estimada em R$ 636 milhões. A Secretaria da Economia oferece aos proprietários inadimplentes a possibilidade de parcelar o imposto em até seis vezes, com um desconto de até 30% na multa, se aderirem à "janela de oportunidades" da Secretaria. 

Para os veículos com placas finais de 3 a 0, cujo prazo de pagamento do IPVA 2023 expirou em outubro, o período para parcelamento se estende até janeiro de 2024. Após a inscrição na dívida ativa, o desconto para quitação da multa por atraso no IPVA será reduzido para 25%.

Matheus Almeida, advogado tributarista, explica que o atraso no pagamento do IPVA resulta no pagamento de juros e multa, além da perda de direito de circulação do veículo.

“É muito importante estar com o IPVA em dia, uma vez que, juntamente com esse imposto é pago também o licenciamento. E esse tributo é que garante a você, proprietário de veículo automotor, o direito de circular livremente. E, caso você esteja com o documento atrasado, é possível que você tenha a circulação restrita do seu veículo”, avalia. 

Regularização

Para regularizar os débitos com a Receita Estadual de Goiás, os contribuintes podem acessar o site e-Parcelamento disponível no site da Secretaria da Economia. O sistema permite o pagamento de dívidas de forma parcelada ou à vista, de maneira totalmente digital. 

Através do e-Parcelamento é possível consultar débitos pendentes, fazer a simulação de parcelamento, emissão de parcelas pendentes e a geração do documento de arrecadação para quem deseja efetuar o pagamento integral da dívida.

O advogado destaca que a quantia gerada pelo IPVA é compartilhada entre o município e o estado.

“O valor arrecadado a título de IPVA é dividido ao meio: metade vai para o município onde esse veículo é registrado — e a outra metade fica para o estado. E assim como todos os impostos arrecadados, tem destinação para saúde, educação, segurança pública”, explica. 

Pagamento

O parcelamento do IPVA 2023 é possível somente para veículos com placas de final 1 e 2, enquanto os débitos de anos anteriores estão disponíveis para todos os finais de placa. 

Para veículos com placas finais de 3 a 0 que não quitaram o IPVA de 2023, a opção de parcelamento vai ficar acessível a partir de janeiro de 2024.

Veja Mais:

Estados do Centro-Sul seguem apresentando sinais de queda nos quadros das SRAG
Setor de Serviços registrou 272 mil novos empregados no estado; aponta pesquisa
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Em Goiás, aproximadamente seiscentos mil veículos foram penalizados por não pagarem o IPVA 2023, acumulando uma dívida estimada em seiscentos e trinta e seis milhões de reais. A Secretaria da Economia permite o parcelamento do débito em até seis vezes, com desconto de até trinta por cento na multa. Para veículos com placas de finais três a zero, o prazo para parcelamento vai até janeiro de dois mil e vinte e quatro. Após a inclusão na dívida ativa, o desconto na multa será de vinte e cinco por cento.

Matheus Almeida, advogado tributarista, explica que o atraso no pagamento do IPVA resulta no pagamento de juros e multa, além da perda de direito de circulação do veículo.
 

TEC./SONORA: Matheus Almeida, advogado tributarista

“É muito importante estar com o IPVA em dia, uma vez que, juntamente com esse imposto é pago também o licenciamento. E esse tributo é que garante a você, proprietário de veículo automotor, o direito de circular livremente. E, caso você esteja com o documento atrasado, é possível que você tenha a circulação restrita do seu veículo”.
 


LOC.: Para regularizar os débitos com a Receita Estadual de Goiás, os contribuintes podem acessar o site e-Parcelamento disponível no site da Secretaria da Economia, o www.economia.go.gov.br. O sistema permite o pagamento de dívidas de forma parcelada ou à vista, de maneira totalmente digital. 

O advogado destaca que a quantia gerada pelo IPVA é compartilhada entre o município e o estado.
 

TEC./SONORA: Matheus Almeida - advogado tributarista

“O valor arrecadado a título de IPVA, é dividido ao meio: metade vai para o município onde esse veículo é registrado e a outra metade fica para o estado. E assim como todos os impostos arrecadados, tem destinação para saúde, educação, segurança pública.”
 


LOC.: O parcelamento do IPVA 2023 é possível somente para veículos com placas de final 1 e 2, enquanto os débitos de anos anteriores estão disponíveis para todos os finais de placa. 
Para veículos com placas finais de 3 a 0 que não quitaram o IPVA de 2023, a opção de parcelamento vai ficar acessível a partir de janeiro de 2024.

Reportagem, Sophia Stein