Força Nacional. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Força Nacional. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Força Nacional reforça operações para combater a criminalidade em áreas ambientais e na proteção das terras indígenas

Das 23 operações em andamento em diferentes estados do país, 16 são em terras indígenas e em áreas de proteção ambiental


A Força Nacional reforçou as operações em terras indígenas este ano. A ação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) na região busca combater a criminalidade em áreas ambientais e na proteção das reservas.  

Atualmente, a Força Nacional de Segurança Pública está com 23 operações em andamento nos estados do Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Amazonas, Paraná, Rio Grande do Sul e Acre. Do total de operações em andamento, 16 são em terras indígenas e em áreas de proteção ambiental.

Somente em 2021, as operações da Força Nacional em Terras Indígenas, ambientais e de combate a incêndios florestais, auxiliaram na aplicação de quase R$ 30 milhões em multas ambientais; apreensão de 42.000 litros de combustível, de 31.000 quilos de pescados, de 4.529 m³ de tora e de madeira serrada, de 969 animais, de 1.976 kg de minérios; 190 pontos de incêndios combatidos; 91 prisões em flagrante, entre outros.

Ero Copper Corp: Conselho dá “sinal verde” ao projeto Boa Esperança no Pará

Senado aprova criação do Programa Nacional de Habitação para Profissionais da Segurança Pública

Leilão do 5G vai diminuir desigualdades regionais na cobertura de internet em rodovias

A Força Nacional de Segurança Pública atua em apoio a órgãos como a Fundação Nacional do Índio (Funai), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Polícia Federal e governos estaduais. Além das operações em áreas indígenas e ambientais, são operações de cunho ostensivo, judiciária, perícia e em fronteira.  

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, destaca que a atuação da Força Nacional está focada, principalmente, na proteção ambiental. “As ações integradas de combate à criminalidade estão na agenda do Governo Federal. Estamos alinhados e empenhados na repressão aos crimes ambientais”, afirmou. 

As operações contam com o apoio logístico dos órgãos demandantes, responsáveis por dispor de infraestrutura necessária ao efetivo.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A Força Nacional reforçou as operações em terras indígenas este ano. A ação do Ministério da Justiça e Segurança Pública na região busca combater a criminalidade em áreas ambientais e na proteção das reservas.

Das 23 operações em andamento em diferentes estados do país, 16 são em terras indígenas e em áreas de proteção ambiental. Somente em 2021, as operações da Força Nacional em terras indígenas, ambientais e de combate a incêndios florestais, auxiliaram na aplicação de quase R$ 30 milhões em multas ambientais.

Além disso, foram apreendidos 42 mil litros de combustível e 31 mil  quilos de pescados, além de toras e madeira serrada, animais e minérios. Cento e noventa pontos de incêndios foram combatidos e 91 prisões realizadas em flagrante.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, destaca que a atuação da Força Nacional está focada, principalmente, na proteção ambiental, de forma alinhada às ações de combate à criminalidade do Governo Federal.  A Força Nacional de Segurança Pública atua em apoio a órgãos como a Funai, o Ibama, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, a Polícia Federal e governos estaduais. 

Reportagem, Marquezan Araújo