Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Crimes: registro de homicídios dolosos caiu 26,8% no interior de São Paulo

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, os casos passaram de 149, em outubro do ano passado, para 109 em 2023


Em outubro, o número de homicídios dolosos caiu em 26,8% no interior de São Paulo, pelo quarto mês seguido, na comparação com o mesmo período de 2022. Os índices criminais foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado. De acordo com as informações, os casos passaram de 149, em outubro do ano passado, para 109 em 2023.

Os dados ainda apontam que esse é o menor número da série histórica, que começou em 2001. Entre janeiro e outubro deste ano, a queda foi de 7,4%, com 1.337 casos, enquanto no mesmo período do ano passado foi de 1.444 homicídios.

Ainda segundo a SSP, os roubos em geral apresentaram uma queda de 2,6% em outubro. Foram 3.628 boletins de ocorrência, 98 a menos que o registrado no mesmo mês de 2022. No mesmo período, o número de furtos de veículos caiu em 4,4%, com 2.569 casos; enquanto no mesmo mês do ano passado foram 2.687.

Leonardo Sant’Anna, especialista em segurança pública, destaca alguns dos fatores que contribuíram para a queda do crime no interior de São Paulo. “Quando se fala de políticas públicas de segurança, o que nós queremos dizer com isso? Hoje, se observa que todos os órgãos conseguem conversar com mais fluidez, então Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, guardas municipais, conseguem fazer parte de um mesmo planejamento.”

De acordo com o especialista, isso faz com que tenham resultados de médio a longo prazo em segurança pública.

Os dados também apontam que em outubro foram registrados 21.555 furtos no interior de São Paulo, representando um aumento de 4,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Mas, ao longo de dez meses, observou-se uma diminuição no número de furtos ocorridos, totalizando 201.240 registros, cerca de 2,4 mil casos a menos em comparação com o mesmo período do ano passado.

Região central de São Paulo

A SSP ainda destaca que, na primeira semana de novembro, houve uma redução nos casos de roubos e de 31% nos furtos na região central de São Paulo, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro, os roubos diminuíram de 162 casos no ano passado para 88 casos neste ano. Quanto aos furtos, na mesma comparação, houve uma queda de 311 para 216 registros.

O monitoramento de Cenas Abertas, feito com base nos registros criminais ocorridos nas regiões do 3º Distrito Policial (Campos Elíseos) e do 77º Distrito Policial (Santa Cecília), foi implementado no final de março. O sistema está disponível para acesso no site da Secretaria da Segurança Pública e apresenta um diagnóstico semanal das principais questões afetas à segurança pública presentes nas áreas da região central da capital paulista.

Leia mais:

FPM: municípios de São Paulo receberão repasse de cerca de R$ 414 milhões

Temporais em São Paulo deixam 23 pessoas desalojadas

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Em outubro, o número de homicídios dolosos caiu em 26,8% no interior de São Paulo, na comparação com o mesmo período de 2022. Essa é a quarta queda consecutiva do crime. De acordo com as informações, os casos passaram de 149, em outubro do ano passado, para 109 em 2023. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública, SSP.

Os dados ainda apontam que esse é o menor número da série histórica, que começou em 2001. Entre janeiro e outubro deste ano, a queda foi de 7,4%, com cerca de mil e trezentos casos, enquanto no mesmo período do ano passado foi de mais de mil e quatrocentos homicídios.

O especialista em segurança pública Leonardo Sant’Anna destaca alguns dos fatores que contribuíram para a queda do crime no interior de São Paulo.

TEC./SONORA: Leonardo Sant’Anna, especialista em segurança pública

“Quando se fala de políticas públicas de segurança, o que nós queremos dizer com isso? Hoje, se observa que todos os órgãos conseguem conversar com mais fluidez, então Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, guardas municipais, conseguem fazer parte de um mesmo planejamento para resultados de médio e longo prazo em segurança pública.”


LOC.: Ainda segundo a SSP, os roubos em geral apresentaram uma queda de 2,6% em outubro. Foram 3.628 boletins de ocorrência, 98 a menos que o registrado no mesmo mês de 2022.

Além disso, em outubro foram registrados mais de vinte e um mil furtos no interior de São Paulo, representando um aumento de 4,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Mas, ao longo de dez meses, foram registrados cerca de dois mil e quatrocentos casos a menos em comparação  ao mesmo período do ano passado.

Reportagem, Nathália Guimarães