Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Atividade econômica e mercado de trabalho carioca tiveram resultados positivos nos primeiros três meses do ano

Índice de atividade econômica apresenta crescimento de 2,4% na cidade


Índice de atividade econômica apresenta crescimento de 2,4% na cidade do Rio de Janeiro e contribui para uma atividade econômica positiva no primeiro trimestre. O mercado de trabalho formal no Município do Rio gerou quase 10 mil novos empregos formais, sendo mais de 75% no setor de serviços. Dados são da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, disponível no Observatório Econômico do Rio. 

Entre 2021 e 2023, o Rio gerou quase 200 mil novos postos de trabalho. A taxa de desemprego recuou 2,8 pontos percentuais entre o primeiro trimestre de 2023 e o mesmo período de 2022. 

A diferença entre a taxa de emprego do Rio de Janeiro e a média nacional vem caindo nos últimos trimestres. Historicamente, a taxa carioca costuma ser maior que a brasileira. 

No primeiro trimestre de 2023, há um milhão de trabalhadores informais no Rio, o que representa 31,8% da população ocupada. 

A situação de vulnerabilidade no mercado de trabalho se caracteriza por pessoas desocupadas, subocupadas, desalentadas, indisponíveis e informais. Em 2023, há 1,5 milhão de pessoas em situação de vulnerabilidade. Porém, há um recuo de mais de 230 mil pessoas nesta situação neste primeiro trimestre. 

Em síntese, há uma melhora da situação econômica carioca. 
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: Índice de atividade econômica apresenta crescimento de 2,4% na cidade do Rio de Janeiro e contribui para uma atividade econômica positiva no primeiro trimestre. O mercado de trabalho formal no Município do Rio gerou quase 10 mil novos empregos formais, sendo mais de 75% no setor de serviços. Dados são da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico do Rio. 

Entre 2021 e 2023, o Rio gerou quase 200 mil novos postos de trabalho. A taxa de desemprego recuou quase 3 pontos percentuais entre o primeiro trimestre de 2023 e o mesmo período de 2022. 

A diferença entre a taxa de emprego do Rio de Janeiro e a média nacional vem caindo nos últimos trimestres. Historicamente, a taxa carioca costuma ser maior que a brasileira. 

No primeiro trimestre de 2023, há um milhão de trabalhadores informais no Rio, o que representa 31,8% da população ocupada. 

A situação de vulnerabilidade no mercado de trabalho se caracteriza por pessoas desocupadas, subocupadas, desalentadas, indisponíveis e informais. Em 2023, há 1,5 milhão de pessoas em situação de vulnerabilidade. Porém, há um recuo de mais de 230 mil pessoas nesta situação neste primeiro trimestre. 

Em síntese, há uma melhora da situação econômica carioca. 

Reportagem, Luigi Mauri, narração, Karina Chagas.